Menu
in

Como cuidar da pele mista de forma correta?

Pele oleosa com brilho na testa, nariz e queixo. Pele seca e rachaduras nas bochechas e no pescoço. E tudo isso na mesma pessoa! Cuidar de pele mista é realmente um desafio para qualquer mulher que sofre dessa situação. A pele mista é, sem dúvidas, a que atinge mais mulheres no Brasil. Isso porque o clima contribui para deixar as áreas mais expostas, como a zona T (testa, nariz e queixo) ao sol, o que provoca mais oleosidade e os poros ficam mais dilatados. E as outras áreas, ficam com menos sebo natural, ressecando com mais facilidade.

A pior atitude que uma mulher com pele mista pode tomar é, de acordo com os especialistas, passar o mesmo creme de tratamento em todo o rosto, sem separar a área oleosa da seca. Cada área precisa sim, de um cuidado especial. Por isso, também, a mulher com pele mista gasta mais em cremes, séruns e ácidos. Além de gastar mais tempo na frente do espelho fazendo os tratamentos adequados. Cada área do rosto tem os seus cuidados específicos e precisa de ingredientes diferentes.

Por isso, nada de sair passando sabonete, cremes e outros produtos por toda a face, ok? Quando você passa um produto hidratante com óleo na composição, nas regiões mais com oleosidade em excesso, cravos, espinhas e acnes vão aparecer. Se passar um produto sem nenhum óleo na parte mais ressecada, surgirão rachaduras e descamações, por falta de óleo e vitaminas. Então, vamos com muita calma nesse tratamento! É preciso hidratar a parte mais seca e limpar a área mais oleosa.

Como? Tudo começa com uma boa limpeza. Sim, todas as noites, antes de dormir, a recomendação é retirar o excesso de óleo do rosto, além de maquiagens, protetor solar e outros cremes que protegem apenas durante o dia. O excesso de resíduos piora a situação da oleosidade e, assim, deixa a pele com mais brilho. A limpeza das camadas da pele é essencial para começar o tratamento e, como a pele é mista, o ideal é escolher um sabonete líquido neutro ou com extrato de erva doce, que ameniza a irritação da pele.

Já sabonetes em barra costumam ser mais ácidos e, assim, provocam mais irritabilidade na pele. Outro detalhe importante durante a limpeza é a questão da água. Nada de água quente, pois a alta temperatura abre mais os poros e também aumenta a produção de sebo natural, aumentando a oleosidade e o brilho da pele. A água sempre deve estar em temperatura morna, que consegue tirar a sujeira, sem aumentar essa produção de sebo. Outro detalhe: é importante comprar e aplicar uma loção de limpeza, como um tônico, e aplicar na pele com a ajuda de um algodão, sempre em movimentos circuclares.

O tônico é ótimo para aplicar e limpar a área seca, para que as impurezas sejam eliminadas. Nas áreas mais oleosas, na região da testa, queixo e nariz é bom usar um produto adstringente, que consegue limpar a oleosidade. Ele consegue tirar essa oleosidade e ainda promover uma renovação celular. Uma dúvida frequente entre as mulheres é sobre a esfoliação. Ela é importante sim, nas duas regiões: seca e oleosa. O que muda é o intervalo entre elas. A área mais oleosa deve receber uma esfoliação duas vezes por semana. Já a área seca, a cada dez ou 15 dias, dependendo do estado da pele.

0.0
00

Escrito por Kika

Eu acredito na beleza, na beleza que vem de dentro para fora. Na beleza de quando a gente olha no espelho e se senti feliz em não seguir padrões - só feliz com nós mesmas. Acredito em almas bonitas e na beleza da natureza. Amo os animais e as flores. Adoro uma boa vaidade também, afinal, um bom batom vermelho e as unhas feitas deixam os dias mais coloridos. Vem comigo que vou te mostrar um pouco do meu mundo.

Comente