Unhas em gel: você sabe como funciona?

Fazer a unha toda semana nem sempre dá tempo. Ficar sem pintar também é ruim. Então, que tal investir na unha em gel? É uma alternativa para ficar com a mão toda linda por mais de 15 dias, fortalecer as unhas quebradiças e, ainda, não se preocupar com acetonas e removedores ao longo da semana. Ele dura mais tempo e é a solução para mulheres que estão cheias de tarefas e não encontram horário no salão. A moda veio da Europa, passou pelos Estados Unidos e chegou no Brasil já ganhando espaço entre as unhas das brasileiras.

Além da maior durabilidade, o esmalte em gel promete não lascar a pontinha e nem descascar enquanto você lavar a louça. Aplicado apenas em salão, o produto pede total limpeza das unhas antes de passar a primeira camada. Isso significa que sua manicure deve retirar a base, o resíduo do esmalte normal e também a pelezinha que fica grudada na unha. Para isso, é preciso lixar a unha e depois polir com duas lixas diferentes. Vale passar a espátula, removendo toda a pele em cima da unha. Esse trabalho todo vai garantir a fixação por mais de 15 dias do esmalte, sem estragar.

unha-gel

Como a unha normal, quando você for fazer com o esmalte em gel, é preciso tirar toda a cutícula antes de começar a aplicação do produto. Depois de remover toda a cutícula e a pele que sobrar, é preciso polir novamente até a unha ficar opaca, sem brilho nenhum. Calma, não precisa se apavorar! A unha não ficará fraca. Pelo contrário: o esmalte em gel ajuda a fortalecer suas garras!

A técnica tem várias camadas de produtos, por isso é encontrada apenas em alguns salões. O primeiro esmalte a ser passado na unha é como se fosse um primer, incolor e à base de gel, que prepara a unha para receber o produto. Como se fosse uma base antes de passar o esmalte colorido. Ele vai proteger a unha e também ajudar o gel a grudar melhor. É preciso colocar as mãos em cabine que emite raios UV para secar esta camada protetora.

O picel deste esmalte é diferente do comum e parece um pincel de pintura. A manicure passa a primeira camada de esmalte em gel da cor que você escolher e retira todas as sobras na cutícula, limpando todos os cantinhos. Daí, sua mão vai para a cabine novamente, até secar. E o procedimento se repete: depois de dois ou três minutos, você retira a mão, a manicure passa mais uma camada de esmalte e mais uma vez limpa tudo. Depois, você coloca novamente na cabine até secar a segunda camada. Esse esmalte tem aspecto gelatinoso e é mais condensado que o outro, por ser feito com gel.

Depois das duas camadas de cor, a profissional deve aplicar um produto chamado esmalte selador, feito para não borrar e nem quebrar a unha. Ele vai selar o esmalte em gel na unha e deixá-la mais resistente e brilhosa. Aqui, suas mãos irão mais uma vez para a cabine. Depois, você estará pronta para lavar qualquer louça sem estragar as unhas! O procedimento todo leva cerca de 45 minutos e custa em média R$35, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Unhas em gel: você sabe como funciona?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

1 Comment
  1. Mayara Ornella disse:

    Eu usei unhas de gel, vc esta falando bem delas, ja tento tirar e usar as suas proprias depois ? Resultado de usar unhas de gel: vc fica dependente delas, suas unhas ficam moles até onde foi aplicado o gel, parece mais resistente mas quando sai, fica quebradiça e horrorosa e essas não são so minhas palavras mas também de mulheres que conheço e sao dependentes das unhas de gel por que não tem tempo ou paciencia para esperar as naturais crescerem fortes mas essa também é uma decisão complicada pois não é um processo barato.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.