Categories: Bem estar

Lidando com o vazio

Oi meninas,

Nós, como seres humanos, somos constantemente assaltados por uma sensação de vazio, de que falta algo, uma carência que, muitas vezes, nos leva a agir de forma errada e a buscar caminhos tortuosos na tentativa de preencher esse espaço dentro de nós. Mas nós temos uma percepção errada em relação à essa sensação de vazio, pois enxergamos ela como negativa quando na verdade ela é a origem dos nossos desejos.

Foto: Reprodução

Digo isso por que a carência é falta e é também insuficiência e insatisfação, por isso, é ela quem age como mola impulsora para que nós busquemos a realização de sonhos, planos e que dá partida às nossas atitudes e ações. Quando sentimos vazio, significa que não estamos satisfeitos e que devemos tomar atitudes para mudar isso.

Só que, por medo e por não compreender que o vazio faz parte da condição de sermos humanos, muitas pessoas buscam em coisas externas, como o álcool, as drogas, os jogos de azar, a carreira e os outros (através dos relacionamentos) uma forma de preencher o vazio. Acontece que esse vazio diz respeito a nós mesmos, a sentimentos e atitudes que são internos e que, por isso, devem ser buscadas no interior, e não no exterior.

Comportamentos autodestrutivos não preenchem vazios, eles apenas anestesiam e, depois que o efeito passa, tudo volta, todas as sensações ruins, os medos, as inseguranças e o vazio, pois tais comportamentos são exatamente o que são: destrutivos. Por isso, é fundamental termos consciência de que tudo que vivemos, tudo que diz respeito à existência, todos os sentimentos, são parte de nós e da própria existência. Quando mantemos isso em mente, fica mais fácil reconhecer o que nos incomoda e encarar a vida com mais equilíbrio.

Foto: Reprodução

Quando temos consciência das origens dos nossos sentimentos e da nossa sensação de vazio, podemos reorganizar nossa vida através de uma percepção diferente, aprendendo também a detectar nossos desejos, compreendê-los e administrá-los melhor.  O vazio diz respeito à insatisfação, a tudo aquilo que desejamos e não temos ainda, e é uma sensação que nunca vai ter fim: nós sempre teremos esse vazio pois somos eternos insatisfeitos.

O que podemos fazer é amenizar nossa angústia diante desse vazio, com a consciência de que essa ausência que sentimos nunca terá fim, e aprendermos a valorizar o que já temos. Isso mesmo, valorizar o que já temos. Desejar mais do que podemos ter vai nos manter sempre em estado de infelicidade e de insatisfação, podendo nos tornar também pessoas invejosas e amargas. Não é se tornar pessimista e suprimir nossos desejos, mas de agir em vez de se iludir, de desejar um pouco menos o que não temos e um pouco mais o que já temos, de encarar a vida como ela realmente é, de esperar menos e doar mais, de NÃO nos focarmos naquilo que não depende de nós, e sim no que depende de nossos esforços.

Outro ponto importante é que, sempre que satisfazemos um desejo, surge a indiferença ou até mesmo a decepção, aí aparece outro desejo, outra insatisfação, e esse é o ciclo da vida. Por isso, não devemos focar nossas energias e esperanças na realização de um único objetivo, achando que isso nos trará felicidade. A felicidade é estado de espírito, é algo que vem e que está dentro de nós, e não no exterior, no futuro, no outro ou em outras coisas.

Beijos!!

Amanda Carvalho (amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. 👯 Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas 😘

View Comments

  • Gostei muito desse texto. Parece que caiu dos céus pra mim nesse momento. Acordei meio down hoje... Me sentindo incompleta e vazia e agora, lendo teu texto, pude compreender melhor uma parte do que sinto, que é uma parte do que sou... Obrigada!!
    Ah! Amo o teu blog!!!

  • Nossa, ler isso foi como um impulso p eu aprender o que eu estava sentindo. Este foi exatamente p mim,e eu aprendi muito.

Recent Posts

Shampoo Kérastase – Qual o melhor?

Shampoo Kérastase - um produto para diferentes tipos de cabelos Pode até parecer chover no molhado, mas na lavagem de…

1 dia ago

História das Calças Femininas

Há décadas atrás, os tecidos finos eram acessíveis apenas para mulheres ricas que poderiam comprá-los e mandá-los para as costureiras…

1 dia ago

Como Escolher Corretamente O Tamanho e a Taça do Soutien?

Você sabia que 70% das mulheres usam o tamanho errado do soutien? Pois é, por isso vamos te explicar: Como Escolher…

2 dias ago

MAC Velvet Mattes Batom Nova Coleção

Que aí ama um batom matte levanta a mão? Se você é como eu, não fica sem um batom, principalmente…

2 dias ago

Wella le beige: O que é? Como funciona?

Wella le beige A maioria das garotas no Brasil nascem morenas e até mesmo aquelas que nascem loiras acabam ficando…

3 dias ago

Como Decidir pelas Trancinhas no Cabelo Crespo

Como Decidir pelas Trancinhas no Cabelo Crespo A opção de mudar serve pra todas. Todo mundo já pensou em mudar…

3 dias ago