Poema de Natal – Vinícius de Moraes

Quem me acompanha por aqui bem sabe que eu amo Vinicíus de Moraes, que obviamente só cometeu um erro importante na vida, que foi ter ido antes de me conhecer! kkkk

Brincadeiras a parte, amo muito tudo o que o Vinícius escreveu… E como é natal, não custa colocar um poeminha do poetinha aqui, né?

É um poema triste, como é o natal pra muita gente… Quem já perdeu pessoas amadas bem sabe do que estou falando!

 

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos…
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.

Beijos

 Ju

 @JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

 https://www.facebook.com/JuLopesPE

Poema de Natal – Vinícius de Moraes
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.