Agentes Nocivos presentes no Shampoo – Lauril Sulfato de Sódio

Quando escrevi para vocês o post sobre dispensar ou não o shampoo, fiquei muito curiosa com os agentes “silenciosos” que causam irritabilidade ao couro cabeludo, mas, que, o que é mais perigoso, agridem e muito nossos fios, pois mesmo sendo agressivo, não consigo não usar shampoo.

Desses vilões, já apontei os danos causados pelos parabenos e expliquei que a Natura excluiu os parabenos de seus produtos há dois anos e a Tânagra, excluiu de alguns produtos (não todos).

Embaraçar e ressecar é normal?

Não, não é.

Foto: Reprodução

Já experimentei shampoos que ressecaram demais, que deixaram meu cabelo mais embaraçado que ninho de pombo, nada mais grave que isso, ingenuamente acreditava.

Achei que isso não era problema, até mesmo quando escrevi sobre os parabenos, pensei que não tinha problemas com estes agentes, pois tenho o cabelo “saudável”.

Todavia, nem sempre cuidar do cabelo é sinônimo de saúde aos fios. Não adianta cuidar de um lado e estragar do outro utilizando produtos formulados com agentes nocivos.

 Estes “vilões silenciosos” não atacam apenas cabelos “não saudáveis” e pessoas que tenham sensibilidade no couro cabeludo.

Não são apenas estas pessoas que desenvolvem alergias.

Eu não sabia que o fato de ressecar demais e embaraçar demais era resultado de algum destes agentes nocivos.

Passei a ler atentamente a embalagem e recomendo que façam o mesmo.

Confiram na embalagem: Lauril Sulfato de Sódio

O Lauril Sulfato de Sódio estará discriminado na embalagem do shampoo com as seguintes nomenclaturas, segundo informações constantes no site do Ministério da Saúde:

Lauril sulfato de sódio (LSS), Sodium Laureth Sulfate (SLES) ou Sodium Lauryl Sulfate (SLS).

O LSS (para abreviar) termina em “il”, mas não é da família dos parabenos. Nos cabelos ele funciona como um detergente (agressivo) que remove as gorduras presentes nos fios.

Além de tirar a gordura dos fios, ele causa irritação aos olhos e à pele, e provoca descamação no couro cabeludo, tal como a caspa.

Não há indícios científicos de que seja cancerígeno, mas pode ser que algumas substâncias e ele agregadas causem câncer. Pode ser!

O que comprar então?

O grande problema do LSS é que ele limpa tanto, mais tanto que acaba machucando o couro cabeludo e estragando os fios.

Poucas empresas, infelizmente, não utilizam o LSS. A linha “Éh!” não utiliza no shampoo antioxidante e no pré-shampoo esfoliante. A empresa Surya Brasil não utiliza na linha Amazônia Preciosa.

Vocês conhecem mais alguma, meninas?

Beijos,

Dani.

 

 

 

 

Agentes Nocivos presentes no Shampoo – Lauril Sulfato de Sódio
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

7 Comments
  1. Bonacure Color Save Sulfate Free shampoo – Schwarzkopf
    Esse também não tem,e é ótimo, resseca muito menos.

  2. lucinha_luma@hotmail.com disse:

    o shampoo da natura para crianças não contem sulfato…

  3. Mariane Gomes Ferreira disse:

    Dani, discordo que o Lauril Sulfato de sódio seja um vilão. Sem ele é praticamente obter espuma e limpar o cabelo corretamente, pois ele é que tira a sujeira do cabelo. Podem até existir outros sem lauril, mas não tem o mesmo efeito. Seria o mesmo que lavar o cabelo apenas com condicionador…não vai agredir, mas não vai limpar! e todos os shampoos possuem este ingrediente, inclusive Kerastase..que são considerados os melhores shampoos.. bjs

    1. E o que vc me diz de mulheres de outras culturas? de tribos, que conseguem limpar os fios sem o uso de produtos químicos…
      Essa desculpa de que somente o Sulfato limpa o cabelo, me parece muito, mas muito meia boca.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.