Categories: Cabelos

Chapinha: Mocinha ou Vilã?

Há uma linha muito tênue quando o assunto é chapinha. Ela consegue transpassar rapidamente do estágio de amiga de sempre, que alisa os fios e livra nas horas de sufoco, para inimiga que estraga, resseca e quebra os cabelos. Como a pressa é sempre a inimiga da perfeição, essa situação também se encaixa nesse ditado popular. A falta de tempo faz com que atitudes prejudiciais sejam praticadas justamente por serem mais rápidas e eficazes. Mas, o preço a ser pago por conta das escolhas erradas é alto e, muitas vezes, recuperar toda a saúde das madeixas exige muita dedicação. Conheça os erros e acertos que a fazem passar de milagrosa à vilã dentro de instantes, e use todo potencial que ela possui a seu favor.

Chapinha: Mocinha ou Vilã?

Função principal

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a chapinha foi desenvolvida para dar acabamento e não para desempenhar a tarefa de alisar os fios sozinha. Por isso, há sempre a necessidade de utilizar o secador para realizar um pré-alisamento e dessa forma, evitar grandes prejuízos no futuro. Um dos maiores agravantes está justamente aí. Algumas mulheres de cabelos ondulados, por exemplo, usam a chapinha diretamente nos fios dispensando a utilização do secador.

É fato que ela realmente é capaz de alisar esse tipo de cabelo facilmente. O grande problema são as consequências desse processo que, ao mesmo tempo em que alisa, pode danificar e ressecar os fios quando empregado incorretamente.

Forma correta

Por mais que o momento exija agilidade, é sempre recomendado passar a chapinha em mechas finas. Mas, a realidade não é bem essa, a correria do dia a dia leva mulheres a tomarem atitudes drásticas como dividir o cabelo em mechas grandes na tentativa de facilitar o processo. A escolha prejudica ainda mais, pois a mecha não é alisada como deveria e a quantidade de repetições acaba sendo muito maior do que a outra maneira. Ou seja, além de danificar, o resultado não é nenhum pouco satisfatório, um cabelo amassado e cheio de frizz.

Além disso, é importante agir de forma inteligente, pois do que adianta economizar um tempinho aqui e outro ali, se em breve o tempo necessário para recuperar os fios será muito maior? Portanto, preze sempre pela saúde do seu cabelo optando pela maneira correta e deixe a pressa e a preguiça longe desse momento.

Na busca pelo liso perfeito é comum se deparar com situações em que a chapinha ao invés de deslizar pelos fios, estaciona em determinado lugar da mecha na tentativa de potencializar o alisamento. Se você já fez isso e seu cabelo ainda continua inteiro, considere-se uma mulher de sorte, pois a probabilidade de derreter o cabelo por conta da alta temperatura é enorme. O simples ato de deslizar a prancha na mecha já garante bons resultados. Se atente para não cometer o mesmo erro no momento de modelar as pontas.

Proteja seu cabelo

Os protetores térmicos são os melhores amigos desse tipo de procedimento, então nunca abra mão deles. Esses produtos são totalmente indispensáveis nos momento que antecedem o uso da chapinha, pois eles formam um tipo de camada protetora que engloba os fios protegendo-os do calor intenso, minimizando os possíveis prejuízos. O item democrático é comercializado com benefícios diferentes e ingredientes que conseguem tratar e também deixar os fios macios e cheirosos. É bom não exagerar na quantidade e espalhar bem por toda a extensão do cabelo, evitando a raiz. A versão em spray é bacana por facilitar a distribuição do produto. O formato em creme exige que se deposite uma pequena quantidade no centro das mãos e para depois ser passado de maneira uniforme sob os fios.

Material adequado

Material adequado

A variedade de produtos é grande e a hora de escolher é quase sempre acompanhada de dúvidas. Prefira os revestimentos menos agressivos como a cerâmica, que é uma das mais indicadas. Outra vantagem que a diferencia das outras versões é a capacidade de manter a temperatura estável. Assim, ela dispensa uma grande quantidade de repetições sobre o mesmo local. As versões ionizadas também são muito recomendadas pelo fato de acabar com o frizz, selar as cutículas e proporcionar brilho.

Item adicional

Os modelos que contêm regulagem de temperatura também são muito eficientes. Na maioria das vezes não é necessário utilizar o item em potência máxima, já que uma temperatura por volta de 130° e 140° graus é o suficiente para alisar a maioria dos tipos de cabelos, tão bem quanto na potência de 220° graus.

Livre-se dos erros

Usar a chapinha com os cabelos ainda molhados é caracterizado como um crime capilar. Essa prática faz com que seja possível escutar o cabelo gritando socorro por meio do barulho dos fios “fritando”. E ainda pior do que isso, é a fumaça que sai dos fios deixando claro o grande perigo dessa agressão, que destrói a fibra capilar e literalmente queima o cabelo.

Você sabia que refazer o processo com os cabelos sujos é bastante prejudicial à saúde das madeixas?

É verdade! Essa atitude faz com que eles fiquem oleosos e grudados devido à oleosidade vinda da raiz que se espalha por todo o fio com o movimento. É complicado lavar o cabelo novamente só para alinhá-los, mas é exatamente isso que os especialistas recomendam.

Se for muito sacrificante para você, tente concertar o amassado ou modelar as pontas com o auxilio do secador. Na realidade, é super indicado substituir a prancha pelo secador pelo menos algumas vezes no mês, ou se conseguir, substitua na semana. Entre as vantagens do secador se encontram o fato de danificar muito menos e possibilitar um resultado mais natural. Já a chapinha remove a umidade natural dos cabelos e, com isso, aparecem os ressecamentos, as pontas duplas e os fios quebrados.

A hidratação anda de mãos dadas com a chapinha

Com toda a agressão que ela pode causar, nada melhor do que devolver ao cabelo tudo o que foi perdido. O ideal é desenvolver uma rotina de hidratação semanal para que a água e os nutrientes voltem ao cabelo e o revitalizem. Agora que ensinamos como usá-la a seu favor, coloque em prática o que aprendeu e torne o item que conquistou o coração das brasileiras um grande aliado e não um vilão!

Chapinha: Mocinha ou Vilã?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Compartilhar
Tags: chapinhacuidados cabelos chapinha
Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

Postagens recentes

Sobrancelhas Postiças – Como Usar, Cuidados, Onde Vende, Valor

Sobrancelhas Postiças – Já ouviu falar? Nosso rosto é sem dúvidas a porta de entrada de qualquer lugar. Ter falhas…

20 horas atrás

Máscara Wella 30 segundos Resenha

Máscara Wella 30 segundos resenha Olá, amoreeee! Se você é como eu, vive numa correria danada, sabe bem que cuidar…

20 horas atrás

Manchas nas Axilas? Como Evitar

As mulheres possuem alguns dilemas comuns de beleza, e um deles é a axila escurecida e manchada. Sim, ela fica…

21 horas atrás

O que é Ballet Fitness?

Entre as opções de atividades aeróbicas disponíveis nas academias, está o ballet fitness, que consiste em uma espécie de dança…

21 horas atrás

Batom Líquido Matte: Os Melhores, Resenhas, Preços

O batom matte é uma tendência que realmente veio pra ficar e está na boca de mulheres em todo o…

1 dia atrás

Caneta Delineadora: Qual A Melhor? – Marcas, Resenhas, Preços

Caneta Delineadora: O Guia Completo? Você sabia que o Brasil é o terceiro país que tem o maior mercado consumidor…

1 dia atrás