Lipoescultura capilar pode salvar seus cabelos

Na hora de reconstruir o cabelo, depois de tanta química, alisamentos e tinturas, não tem dinheiro e nem maneiras que não queiram ser testadas por quem está quase perdendo o cabelo. Ele fica poroso, com queda e quase perde toda química. Não tem jeito: tem que cuidar, tratar, reconstruir. Nessa hora, muitos tratamentos surgem para salvar a vida dos seus fios: máscaras, cremes, tratamentos e muitos outros produtos estão nas prateleiras dos mercados, farmácias e salões.

Um deles, e talvez um dos mais milagrosos nesta luta contra o cabelo ressecado e sem vida, é a lipoescultura capilar. O nome é um pouco estranho, mas o resultado promete um fio preenchido com vitaminas e minerais, cheio de vida, força e movimento. É um dos tratamentos mais profundos, que consegue cuidar da raiz até as pontinhas do seu fio. Ele é superindicado para mulheres que fazem química, seja ela a tintura, a descoloração ou qualquer forma de alisamento. Com a aplicação deste tratamento, o fio cacheado pode ficar mais ondulado e quase sem volume. O liso ganha força e movimento, além de ficar bem lisinho.

Só que, diferente de todas as químicas, essa lipoescultura não agride o cabelo. Ela é feita apenas por vitaminas e nutrientes, e não com formol ou quaisquer tipos de agressores. Esse processo consegue preencher as camadas do cabelo com esses ingredientes saudáveis e, assim, devolver todas as proteínas, vitaminas e nutrientes que o fio precisa. É uma reconstituição completa, que não interfere na fibra capilar, como a progressiva. Esse processo deixa o fio mais relaxado e forte.

lipo-cabelo

Basicamente tem na formulação todas as vitaminas, principalmente a C e a B, que ajudam a dar resistência e também maleabilidade ao fio. A lipoescultura capilar também consegue aumentar o brilho e deixar o fio bem macio. Ele consegue dar esse resultado porque tem na composição muitos óleos essenciais, muitas proteínas, queratinas e silicones, ótimos para dar brilho e deixar o cabelo bem macio. É um tratamento que pode ser usado, também, por mulheres que querem apenas hidratar os fios e que não necessariamente fazem químicas.

Cabelos com pontas duplas e ressecadas também podem ser tratados com esse procedimento. Isso porque, com a grande quantidade de silicone e queratina na fórmula, a lipoescultura capilar consegue unir estas pontas e resolver o problema do ressecamento. Por isso, além de devolver o brilho, consegue dar movimento e eliminar o aspecto espigado. Para quem gosta de ter ondas naturais ou cabelo bem liso sem precisar agredir o fio, pode investir neste procedimento.

Como já foi falado, ele muda o movimento do fio porque preenche as camadas com nutrientes, deixando o fio mais grosso e pesado, sem agredir! O tratamento age de fora para dentro, penetrando em cada camada da fibra capilar, por isso, é altamente hidratante. Geralmente o tratamento é encontrado apenas em salões de beleza especializados e o procedimento dura em média uma hora de aplicação. Você sai do salão com o cabelo sequinho e bem liso. Mas o resultado desse tratamento geralmente dura dois meses, chegando a três meses, se o seu cabelo não estiver tão danificado.

Lipoescultura capilar pode salvar seus cabelos
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

3 Comments
  1. Essa lipoescultura capilar é a mesma coisa que alinhamento de fios?

  2. Olá,estava olhando essa materia,e me interecei.
    Meu cabelo era cacheado,mas fiz alisamento,agora
    estou com dificuldade pois meu cabelo está crescendo
    a raiz e as pontas onde já tem quimica,esta dando 2
    pontas,quebrando e caindo.preciso de socorro para meu
    cabelo?o que você me indica.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.