O Estresse Faz o Cabelo Cair!

Ontem falei dos efeitos do estresse na pele, e hoje preciso alertar sobre os efeitos nefastos desse maldito nos cabelos, porque sim, o nosso emocional influencia – e muito – na saúde dos fios e do couro cabeludo.

Quando a tensão é grande, a produção de sebo aumenta, o que acarreta caspa e seborreia. Mas não é só isso, pois a tensão e o estresse podem causar embranquecimento dos fios e , pior, queda capilar. Quanto ao embranquecimento, a razão é que o estresse interfere negativamente no sistema imunológico, deixando-o debilitado. Com isso, o organismo passa a produzir mais leucócitos para defender o corpo das infecções, o que acaba atingindo, também, as células tronco dos pigmentos do folículo, o que deixa os fios brancos.

Em muitos casos, a queda dos fios é localizada, mas em outros há perda de cabelo em toda a cabeça. E a queda de cabelos difusa é dos problemas que mais preocupam as mulheres, pois atinge não só a parte estética, mas também, e principalmente, o psicológico.

Psoríase no couro cabeludo e dermatite seborreica também são dois problemas que atingem bastante as mulheres estressadas, sendo que a primeira é agravada e a segunda tem sua causa influenciada pelo estresse. Além disso, algumas alterações que ocorrem no sistema imunológico inflamam o couro cabeludo, o que acaba afetando o nascimento dos fios.

{d0331c7b-ca3c-42b5-a23e-cad5b22ed976}_cabelo

No caso das mulheres, verdadeiros poços de hormônios, a coisa complica porque o estresse gera o aumento dos níveis de alguns hormônios, como os andrógenos e a prolactina, que possuem influência direta nos fios. No mais, em casos de estresse há o aumento da noradrenalina, que é um transmissor que age inibindo o crescimento do fio.

Para quem acha que isso é balela, é bom saber que já foram feitos estudos que comprovaram que o estresse realmente pode ser causa da queda capilar. Estudo realizado com cobaias na Escola de Medicina Charité, de Berlim, demonstrou que as cobaias que passaram por estresse intenso, que é um problema psico-emocional, influencia diretamente o ciclo de atividade do folículo piloso, podendo causar a queda dos fios.

Aqui, vale explicar um pouco sobre como o cabelo cresce e cai. Existem três fases do crescimento capilar: a fase anágena, que é quando o cabelo cresce e dura, em média, dois anos; a fase catágena, que dura três meses e é a fase de repouso e a fase telógena, que é quando os fios se desprendem do couro cabeludo.

Sem situação de estresse 70% dos fios podem entrar em fase de repouso prematuro, que é o chamado eflúvio telógeno. Três meses após essa fase os fios começam a cair de forma intensa, gerando uma rarefação visível no couro cabeludo.

Em grande parte dos casos, seis meses após o início do problema o organismo se recupera, e o cabelo volta a crescer, mas, em outros, a coisa tende a piorar. De toda forma, é preciso procurar ajuda médica o quanto antes.

No próximo post a gente conversa sobre os tratamentos disponíveis, tá?

Beijos

Ju Lopes

O Estresse Faz o Cabelo Cair!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

2 Comments
  1. To tao estressada,tenho 21anos,meu cabelo são escuros ms ja da tenho uns fios brancos rsrs,e esta caindo muito.Ja sabia que era estresse,ms agora tenho certeza.rsrs

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.