Auto-sabotagem

Bom dia, meninas!!

Você já reparou que, às vezes, por mais que você se esforce, nunca consegue atingir seus objetivos? Ou que você sempre se envolve com os mesmos tipos de homens? Ou então, que por mais que mude de emprego, seus problemas com colegas de trabalho sempre se repetem? Já reparou se você está sempre quebrando dietas e deixando suas coisas pela metade? Cuidado, você pode estar se auto-sabotando!!!

Auto-sabotagem é quando repetimos padrões de comportamento autodestrutivos que, por mais que nos fazem sofrer, não conseguimos interrompê-los.  Muitas vezes reagimos a uma nova situação de forma idêntica a uma anterior e, mesmo sabendo que os resultados não serão bons, ainda assim, continuamos fazendo do mesmo jeito.  Tais comportamentos podem surgir em qualquer área da nossa vida: trabalho, estudos, relacionamentos com os pais, filhos, amorosos, emagrecimento, etc, e trazem prejuízos para nossa evolução.

Para a Psicanálise, repetimos para elaborar, ou seja, se estamos sempre repetindo comportamentos, isso significa que ele se repete por algum motivo inconsciente e que, por razões complexas, alguns indivíduos não conseguem usufruir a satisfação da realização de um desejo. Assim, elas acabam sabotando qualquer coisa que possa dar a elas o prazer da realização.

É como se fosse uma eterna re-vivência de situações boas, para tê-las de novo, ou ruins, na tentativa de ter um final diferente – o que nunca acontece e o ciclo se torna ainda mais repetitivo. Tais padrões de repetição podem ser quebrados e isso acontece quando tomamos consciência da razão que nos faz estar sempre cometendo os mesmos deslizes.

Quando nos sabotamos, surgem sentimentos de raiva de si, culpa e ressentimentos, e muitas vezes ficamos irritadiços e responsabilizamos os outros por nossos padrões comportamentais. Quando tomamos consciência de que estamos agindo assim, nosso comportamento muda e conseguimos, então, alcançar nossos desejos e usufruir deles sem sentimentos de culpa.

Muitos desses comportamentos se originam das crenças que adquirimos na infância, que acreditamos serem regras e padrões a serem seguidos, fazendo com que estejamos sempre cometendo os mesmos erros e nos boicotando para que não conquistemos o que desejamos. É como se fosse um medo de arriscar, de ser feliz.

Assim, podemos ver uma mulher que teve um pai alcoólatra casar com um homem com o mesmo problema; ou uma mulher que acabou de sair de um relacionamento violento se envolver com um homem com as mesmas características do ex; vemos um homem abandonar sua família, do mesmo modo que seu pai o abandonou; ou até mesmo um sujeito escolher um emprego em que o chefe tem as mesmas características autoritárias e rígidas do pai.

Por serem comportamentos que, muitas vezes sequer temos consciência, é preciso que estejamos sempre atentas a situações que se repetem constantemente e que obtemos sempre os mesmos resultados insatisfatórios. Sabe quando dizem que, se algo sempre dá errado, pode ser que o problema seja você?

Pois então! Se você identificar esquemas de auto-sabotagem em sua vida, procure um terapeuta, pois ele vai te ajudar a tomar consciência do por que você repete tais comportamentos e assim você poderá  construir novos repertórios, novas atitudes e vivenciar relações saudáveis sem medo.

Beijos!!!

Amanda (Amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Auto-sabotagem
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

2 Comments
  1. Adorei o post Amanda… realmente existem momentos na vida nos quais percebemos este sentimento de auto-sabotagem… também acho que quando percebemos isso precisamos de ajuda pra reverter a situação e a terapia é a melhor porta de saída deste ciclo… bjosss

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.