Preguiça

Oi meninas!

Se você é daquelas que toda segunda começa dieta, morre de preguiça de ir para a academia, vive se sentindo cansada e desanimada, sem nenhuma motivação para cuidar da casa e de si mesma, sente dificuldades de concentração, tem memória curta e mataria para dormir um dia inteiro, cuidado, você pode sofrer de preguiça!

Isso mesmo, meninas, a preguiça já é praticamente considerada uma doença. Segundo a OMS – Organização Mundial da Saúde – essa é uma das doenças da vida moderna, já que ela desencadeia uma série de problemas que afetam diretamente a saúde.

A preguiça está ligada à falta de disposição e motivação mental, que afeta o físico, resultado em cansaço e lentidão. Ou seja, ela está diretamente relacionada com a ausência de atividades físicas, levando, portanto, a doenças como obesidade (que leva a várias outras doenças, como hipertensão e diabetes), sedentarismo e uma péssima qualidade de vida.  Até mesmo a depressão e a distimia tem uma parcela de preguiça e são devastadoras. (Mais sobre a depressão AQUI)

Na verdade, é um circulo vicioso, pois a falta de atividades físicas te deixa com menos disposição por uma questão de química cerebral, e leva, conseqüentemente, à preguiça e ao sedentarismo. O exercício físico possibilita a liberação de substâncias que estão ligadas à sensação de prazer, elevando a disposição e a energia para realizar todas as atividades do seu dia.

Ou seja, é tudo questão de hábito. Se você acostuma seu organismo com o sedentarismo, tanto sua mente quanto seu corpo vão reagir de acordo com esse costume. As pessoas que praticam exercícios, são muito mais motivadas, com mais energia e coragem para enfrentar qualquer esforço.

Adequar-se aos exercícios é muito mais fácil quando você tem metas e objetivos pré-estabelecidos. Assim, o hábito acaba sendo incorporado e seu organismo se adapta a essa nova situação. E esse processo adaptativo é demorado, exigindo muita dedicação e força de vontade.

A preguiça também pode ser um sintoma de algo mais grave, como problemas na tireóide, que levam ao excesso de peso, depressão, sensação de cansaço e letargia. Assim, se você está sofrendo com esses sintomas, procure um endocrinologista para avaliar seu caso e tente realizar alguma atividade física, com acompanhamento, é claro, e de forma gradual.

Claro que uma preguicinha de vez enquando não atrapalha muito. Eu confesso que tenho preguicite aguda às segundas, pois só de pensar que está começando mais uma semana…..aaaai, que preguiça!!!

Beijos e boa semana!

Amanda ( Amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Preguiça
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

4 Comments
  1. Crislaine Job disse:

    Ai ai que preguiça mesmmoooo!!
    Eu estou variando de sono nesse momento!
    Todas as segundas-feiras eu desejo imensamente estar de férias!!
    Mais no meu caso é cansaço (estou a 1 ano e 6 meses sem sair de férias)..Meu dia é super corrido!
    Amo ir á academia treinar.

  2. Oii, adoro o espaço aqui, sempre to de olho, um dos meus sites preferidos.

    Quero deixar uma dica, para talvez vcs acrescentarem no post.
    Preguiça, acompanhada de depressão, mau humor, fome excessiva, etc, também pode ser sinal de uma doença não muito conhecida, mas que muitas pessoas sofrem, chamada distimia.

    Beijao

    1. Oi Isaaa, obrigada por lembrar da distimia, eu já fiz um post sobre depressão, mas nem me lembrei que a preguiça tava metida em todas essas histórias! rsrs
      Beijooos!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.