Sensualidade x Vulgaridade

Meninas!

Vivemos em um mundo que valoriza, cada vez mais, a imagem corporal e a sensualidade. Acontece que muitas pessoas confundem sensualidade com sexualidade e ainda misturam a vulgaridade, fazendo do corpo, dos gestos e do modo de se vestir uma verdadeira apelação sexual, às vezes exagerada e imprópria.

Sensualidade está relacionada aos sentidos, à satisfação e obtenção de prazer através do uso deles. Ou seja, podemos fazer da apreciação de um chocolate, de uma dança, um banho ou uma massagem uma experiência sensual. Ter uma atitude sensual é ter consciência do “sentir”, apreciar o poder das sensações e fazer da audição, do olfato, do tato, da visão e do paladar uma fonte de prazer, sem que isso implique necessariamente em sexo.

É claro que sexo com sensualidade torna o momento muito mais intenso e marcante, mas ser sensual não implica em sexualidade. Sem falar que o sexo não é apenas a relação em si, é também a expressão de gestos, afetos e palavras que levarão ao prazer sozinho ou com outra pessoa, através do contato sexual.

a vulgaridade ela está presente não apenas no jeito de se vestir, mas também nas atitudes, na fala, no comportamento e no jeito de pensar. A palavra vulgar significa “baixo, reles, desprezível” e está relacionado à falta de bom senso, de limites e ao exagero.

O que vemos hoje na TV brasileira, nos carnavais, nas baladas e praias é um exagerado apelo SEXUAL e VULGAR. As mulheres estão achando que ser sensual é exibir o corpo com um top que deixa os seios à mostra, a barriga de fora e um short mini-mini-mini. Isso só faz com que a própria mulher se desvalorize e passe a ser considerada vulgar, baixa e fácil, que não se valoriza e que faz do seu corpo um meio de chamar atenção.

Certamente que os homens adoram babar uma dessas “gostosonas”, mas é, para eles, algo momentâneo, para satisfação imediata e apreciação visual. A maioria prefere e valoriza mulheres sensuais, cheia de curvas, inteligente e que sabem valorizar seus pontos fortes sem que seja apelativo.

Ter um corpo em dia e bonito não significa que precise sair exibindo e usando roupas decotadas, marcadas e com metade da bunda de fora. A mulher inteligente e sensual faz do corpo apenas UM DOS MEIOS de conquista. O olhar sedutor, o sorriso, o jeito de andar, de falar e o comportamento são coisas que influenciam e MUITO na hora de conquistar alguém ou até mesmo de estar bem consigo mesma.

Assim, existem muitas mulheres que sequer tem uma beleza física estonteante mas que tem filas de pretendentes e que tem um poder enorme de atração. E existem também mulheres que são lindas, tem corpos esculturais, se vestem vulgarmente e que continuam sendo consideradas sem sal.

Para se sentir sensual não precisa ter um corpo escultural ou usar roupas de gosto duvidoso. É preciso deixar de lado atitudes e gestos artificiais e forçados e passar a agir naturalmente e espontaneamente. Quando você se valoriza, se ama, se cuida e se produz para você mesma, a sensualidade vai surgindo naturalmente. Nada que estar de bem consigo mesma para ser sempre um sucesso!

Além disso, não adianta querer ser sensual e sedutora se você não se sente bem nesse papel. Não se esqueça que a idéia do que é sensual e do que é vulgar varia de pessoa para pessoa, assim, se usar batom vermelho para uns é sensual, para outros pode ser vulgar. Por isso, o melhor a fazer é agir sempre como você mesma, sem máscaras, sem fingimentos e sem apelos e exageros. Seja original, seja você!

Beijos!

Amanda (amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Sensualidade x Vulgaridade
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

8 Comments
  1. eu adorei o post e concordo plenamente com tudo isso a mulher tem que ser sensual e não vulgar .

    bjocassssssssssssssssssssssssss

  2. Adoooreii!! axei digno de voce falar sobre esse assunto e nao apontar niguem!! é como voce disse do batom pra uns é sensual outros pode ser vulgar axei otima essa frase e voce coloco o texto inteiro de uma forma delicada e gentil tá de parabens mesmooo! adoreiii!

  3. Adoreeeeeeeeei Amanada, falou tudo muito certinho e completo!
    Está de parabéns 😉

  4. Concordo plenamente com você, Amanda, algumas mulheres realmente não sabem a diferença entre uma coisa e outra, além disso tem o fato de que muitas, na tentativa de desfrutar dos mesmos direitos masculinos, acabam achando que por isso podem sair “pegando geral” sem o menor problema, é preciso entender que por mais que o mundo evolua, há certas coisas que não mudam mesmo, e uma delas é o machismo da sociedade, que diminuiu muito, mas em alguns casos ele permanece firme e forte. Até aí beleza, porque pra mim pouco importa o que uma pessoa faz ou deixa de fazer de sua vida, contanto que não interfira na minha. O que me irrita é saber que lá fora, nós, mulheres brasileiras, não somos representadas pelas mulheres verdadeiramente bonitas e sensuais, mas sim por estes pedaços de carne ambulantes.

  5. Essa semana me deparei com algo que até então não havia pensado e o texto complementou muito, estava assistindo um desses programas que os apresentadores ficam na entrada de uma balada entrevistando e vulgarizando as “gostosas” e se passava em Santa Catarina, o apresentador comentou que havia muitas mulheres e poucos homens estatisticamente na cidade e uma das “moças” fez um apelo “homens decentes, venham para Floripa”. Ao que fiquei me indagando, é possível que uma mulher que se veste “desse jeito” esteja à procura de um homem decente?!? As mulheres vivem dizendo que não encontram homens decentes mas elas mesmas não se valorizam, se você anda por aí seminua o que você acha que vai encontrar. Porque um “homem decente” vai valorizar o que já é de todo mundo? Meu marido me disse uma coisa ontem à noite que me deixou muito lisongeada: “o que excita é a exclusividade”, ou seja é ver o que ninguém viu, tocar o que ninguém tocou.

    Bjs e Feliz Vida

  6. Achei otimo o que voc escrevbeu, muito legal. Mas fazer o que se alguns deles preferem as vulgar!

    1. mas esse que preferem as vulgares são o do mesmo tipo delas entende, agora eu quero ver se eles querem um relacionamneto serio com elas? só querem usarem elas e depois generalizar todas as mulheres como vagabundas e interesseiras. FATO!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.