Menu
in

Você conhece o metal belt? É a nova moda em acessórios!

O nome é americado, a moda começou na Líbia, estourou nos Estados Unidos e já chegou com tudo no Brasil. E com todo o poder e sofisticação que ele tem. O metal belt, mais conhecido por aqui como cinto de metal, está marcando muitas cinturinhas por aí. Tanto de famosas, quanto de mulheres anônimas.

Ele promete fazer ainda mais sucesso daqui para frente. Na Rua 25 de Março, em São Paulo, só dá o cinto de metal! A rua é conhecida no país todo como o universo das bijuterias e todos apetrechos que a mulherada adora.

O cintinho, que pode ser prata, bronze ou dourado, tem de todos os tamanhos, dos mais fininhos aos bem largos, que afinam a silhueta. O preço, na 25, custa a partir de R$ 15. Mas se você está longe de São Paulo, não se apavore: ele também é encontrado em lojas de acessórios e em sites na internet.

Mas não é só o pequeno valor econômico que garante o sucesso do cinto de metal. O acessório é mesmo bonito e consegue marcar a cintura e até disfarçar as gordurinhas da região abdominal, quando usado no modelo mais larguinho, na atura dos ossinhos do quadril.

O cinto, apesar de ser de metal, é flexível e, geralmente, só tem um ganchinho para encaixar. Esta parte de encaixe é feita de couro ou um elástico, que deixa o cinto bem preso ao corpo. Por isso, marca tanto a cintura! E se a sua intenção é mesmo esta, a dica é usá-lo na cintura, por cima da roupa. Mas é legal estar com o peso em dia para não ficar aquelas sobrinhas nas laterais que qualquer mulher tem pavor.

Você pode usá-lo com um vestido e tênis ou um vestido e um saltão. Pois é, menina. Se você achou que o cinto de metal só combina com ocasiões informais, se enganou! E para provar que ele pode ser usado com look de festas, basta dar uma olhada na roupa da atriz Marina Ruy Barbosa no evento chamado Prêmio Contigo, no final do ano passado: a ruiva usou o cinto de metal com uma saia chiquérrima de tule. Para ficar com a produção bem harmoniosa, ela optou pelo acessório dourado, não tão largo, que combinou certinho com ela e com a ocasião.

Nas roupas do dia a dia ele cai bem com um vestido curto ou longo, saias curtas ou longas e até com um camisetão e shortinho. Como ele, por si só, já chama a atenção, a dica é não exagerar em outros acessórios se você quer montar um look mais casual.

Se a ideia é um encontro com os amigos ou um cinema, pode usar o cinto combinando com pulseiras, também de metal.

Quem inventou e desenhou o metal belt foi um estilista chamado Zuhair Murad, que lá em 2011 usou em um desfile da sua marca, na Líbia, o cinto em várias modelos. Mas a moda ficou escondida até que a estilista Stella McCartney, filha do cantor Paul McCartney, dos Beatles, lançou a tendência na coleção de inverno do ano passado.

Pronto! Era o que faltava para artistas do mundo todo usarem o cinto de metal e incorporarem o acessórios nas suas produções nas passarelas, nos editoriais de moda, nos shows, até chegar às ruas.

E você, vai ficar de fora desta moda?

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Escrito por Kika @blogdakika

Eu acredito na beleza, na beleza que vem de dentro para fora. Na beleza de quando a gente olha no espelho e se senti feliz em não seguir padrões - só feliz com nós mesmas. Acredito em almas bonitas e na beleza da natureza. Amo os animais e as flores. Adoro uma boa vaidade também, afinal, um bom batom vermelho e as unhas feitas deixam os dias mais coloridos. Vem comigo que vou te mostrar um pouco do meu mundo.

Comente