Menu
in

Fragmentos de Uma Dieta

Não conheço uma mulher que  não acredite – de verdade- que esteja acima do peso. Nem que sejam 2 gramas, que obviamente se transformam em 20 quilos quando a TPM chega.Vocês já repararam isso? Em um dia nós estamos lindas, magérrimas e exultantes, mas cinco dias depois, com os hormônios fazendo a festa, nos transformamos na personificação da elefanta. Como essa transformação acontece eu não sei, mas ela acontece…MESMO!

Essa tal de dieta me persegue, mas é lógico que  ela nunca consegue o que quer, porque né, como assim eu vou perder? E desde quando mulher gosta de perder? Se for mulher e leonina então… Mas, inteligentemente, a minha dieta mudou de nome e se transformou em desafio. Aí já viu, né?  Se é desafio eu tenho que ganhar, mas pra ganhar da tal dieta eu preciso perder ( isso já está confundindo meus neurônios de loira!). É, preciso perder peso, mas é por um bem maior, é perder pra ganhar (trocadilho infame!), e isso muito me interessa.

Com a cabeça já feita no “ me desafiou já era”, começo a me preparar e corro no super mercado para achar as últimas novidades em produtos diet e  light. Nada melhor que uma boa compra pra me deixar feliz!

Mas é aí que a lambança se instala, porque super mercado é a ala da perdição para quem vai fazer dieta. Acho uma injustiça e  uma esculhambação colocarem a sessão dos diets e lights colada na sessão de doces. Como eu vou conseguir pensar nas delícias de uma gelatina aguada se eu estou vendo uma barra de chocolate amargo gigantesco? É teste de resistência é?

Aliás, eu gostaria muito de saber  quem inventou essa história de que ricota é queijo, gelatina é doce e coca zero é a mesma coisa que coca normal, sabe???

Juro que dá vontade de chorar. E pra piorar, aquele espanador de lua – digo, aquela chata que você não suporta – que não pesa mais de 45 quilos ( o que é que esse povo come, ar???) passa bem na sua frente se esbaldando em uma bomba de chocolate…É ou não é  de matar?

Saio do super mercado revoltadíssima, com sacolas de queijo que não é queijo, doce que não é doce e coca que é xarope, praguejando contra todos os magros que encontro pelo caminho.

Decidi que em  super mercado, esse programa de gordinho tenso, eu  só coloco os pés depois do fim do desafio.

Chego em casa e vou preparar o jantar. Arrumo bonitinho, em um prato bem grande ( só pra me iludir!), a  rúcula,  o alface , a  acelga e dois bifes grandes grelhados. Passei 10 minutos olhando para o prato e pensando se não tinha virado lagartixa. Porque só pode né? Desde quando gente vive a base de folha? Eu, amarela, comendo esse matinho verde, vou me transformar é na bandeira do Brasil, isso sim…

Perdi as forças e decidi dormir. Aquilo já tinha sido informação e desilusão demais pra um dia só. Foi aí que me toquei que era final de mês e que eu estava na fase do “você é doida demais, doida, muito doida, você é doida demais”. É, TPM em alta…Amanhã, quem sabe, tudo amanhece melhor!

Beijos

Ju

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

Comente