Menu
in

Mas Eu Me Mordo de Ciúmeeeeeee…

Vi ontem  um post  da Amandinha Carvalho sobre ciúme do passado e resolvi falar um pouquinho sobre isso, porque é sempre bom relatar as experiências e fazer vocês darem risada.

A Amandinha falou de ciúme do passado e eu preciso dizer que, possessiva que sou, tenho ciúme do passado, do presente, do futuro e, de quebra, de todas as encarnações que estejam por vir!

Gostaria muito, aproveitando a oportunidade, que a ciência tomasse providências para criar, e logo, um leitor de pensamentos. Porque não basta ter ciúmes do que a pessoa faz, fez ou fará, eu tenho ciúme do que ela possa pensar. Hahahaha

Prontos para chamar o hospício?

Eu sou o tipo de pessoa que, se sonho, numa noite qualquer, que a pessoa estava dando atenção para A, B ou C, acordo retada da vida, achando que tem coisa!

Mas o meu ciúme é engraçado, porque não tenho ciúme das coisas que as pessoas costumam ter. O que eu tenho, na verdade, é mais possessividade do que ciúme, porque não me importa onde  ou com quem a pessoa está, desde que o centro de tudo seja a minha pessoa.

Ou seja, surtada total!

Sei que isso é meio absurdo e tal, porque posse é uma besteira, mas se minha natureza é essa, vou fazer o que? Isso é MUITO coisa de leonino…

Eu não me recordo de já ter tido uma crise de ciúmes, dessas que a gente vê por aí, mas fico insuportavelmente chata quando percebo que “o que é meu”  tá dando mais atenção para outra pessoa ou coisa do que pra mim. Não pode!

Tipo, a atenção é pra mim, é tudo pra mim, entende? Hahahaha

Ok, eu sou filha única e  tenho idade mental de cinco anos, mas a verdade é que nem anos de terapia conseguiu resolver isso…

E não é só com namorado não, é também, e principalmente, com amigos… Fico pra morrer quando vejo que perdi o posto principal, acho uma traição, faço bico, bato pé e juro dar o troco, até que volto pro planeta terra e dou risada desses absurdos, porque é óbvio que isso é um absurdo!

Enfim, só pra dizer mesmo que acho normal ter ciúme, acho normal esse sentimento de posse, desde que a gente saiba que isso é besteira, é absurdo, até porque ninguém é dono de ninguém, e, principalmente, que a gente saiba controlar isso, pra não interferir negativamente nas nossas relações.

Beijos

Ju

julianalopes@patricinhaesperta.com.br

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

Comente