Cirurgias plásticas verão 2012

A prevenção antes de se expor ao sol é sempre a melhor alternativa, seja por meio de atitudes, seja por meio de procedimentos corretivos. Nesse caso, pacientes devem buscar informação sobre seu médico e o tipo de intervenção a que irá se submeter.

O cirurgião plástico Alexandre Barbosa, da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo esclarece as dúvidas para quem quer- e pode!- se submeter a algum procedimento cirúrgico na época mais quente do ano.

É de fundamental importância sabermos que, ao chegar o verão, nossa pele fica exposta a um risco maior. Enquadram-se aí desde o aparecimento de infecções fúngicas até o câncer de pele, como o melanoma, de alta gravidade. Sem falar que a exposição solar excessiva aumenta o risco do envelhecimento cutâneo, por meio do surgimento de manchas em consequência da radiação solar. E provoca também a flacidez, tanto facial quanto corporal, devido ao consumo de fibras de colágeno. Então, a proteção solar é algo essencial para a segurança da população.

Lipoaspiração e correção de mamas
Na fase preparatória ao verão, muitas pacientes procuram os serviços de cirurgia plástica para poderem estar bem para a exposição do corpo e da face. É muito comum a procura pelas cirurgias de lipoaspiração, que, basicamente, visam à correção da gordura localizada com o uso de cânulas especiais que removem as células de gordura, proporcionando um corpo mais esculpido e torneado.

Temos também uma procura acentuada por correção das mamas, tanto para o aumento mamário – com o uso das próteses de silicone – como para a sua redução, além das cirurgias corretivas de queda. Assim quando forem à praia ou à piscina, essas mulheres sentem-se mais confortáveis e até mesmo seguras para usar roupas de banho.

Intervenções no abdome e na face
Neste período, é muito comum, ainda, a procura por correções na região do abdome, seja por meio da lipoaspiração ou de plásticas que corrigem o excesso de pele e a flacidez muscular. Dentro das possibilidades de intervenção no abdome, podemos usar o chamado miniabdome – com incisões menores que as plásticas convencionais. Temos também as dermolipectomias clássicas e as cirurgias mais modernas, como a lipoabdominoplastia, uma combinação de plástica e lipoaspiração.
Podemos ainda, neste período, realizar as cirurgias de rejuvenescimento facial, por meio de intervenções na face que, por sua vez, podem ser totais – como a ritidoplastia – ou parciais – como as cirurgias de pálpebras, nariz boca ou, até mesmo, na parte superior ou inferior da face.

Pós-operatório também requer cuidados
Claro que as pacientes, ao optarem por realizar uma cirurgia plástica antes do verão – até para poderem desfrutar deste período com um corpo ou mesmo um rosto mais jovem e atraente -, devem ser informadas sobre os cuidados do pós-operatório.
É necessário um tempo no qual a paciente não pode se expor ao sol, pelo risco de manchar a pele e as cicatrizes, comprometendo o resultado da cirurgia. Ela deve evitar também os banhos de piscina e mar, de forma a blindar-se contra uma possível a contaminação das incisões cirúrgicas.
Normalmente, o período de restrição solar vai depender do procedimento a ser escolhido, bem como das características da pele do paciente. Por exemplo: pessoas com pele muito clara devem aguardar um período maior para se expor ao sol.

PRAIA À VISTA!
Com o verão batendo à sua porta, não dá mais para esperar. É hora de tomar uma providência e colocar a silhueta em dia de uma vez por todas. Para ajudá-la a modelar cada centímetro das suas curvas em tempo de desfilar belíssima na próxima estação, selecionamos tratamentos incríveis para todos os bolsos.

O ano passou voando e pegou você de calças curtas? Ou pior!! Roupas justas? Nem por isso é preciso se esconder por aí. Mesmo que ainda esteja faltando uma ou outra curvinha na silhueta, ainda dá tempo de colocar tudo em ordem e desfilar aquele corpão de sereia antes mesmo do que você imagina. Como? Simples, com a ajuda das técnicas cirúrgicas e dos tratamentos estéticos mais eficazes do mercado.

Há solução para todos os gostos, bolsos e necessidades. E elas transitam entre as plásticas e as clínicas de estéticas. Para saber para onde a sua vontade aponta mais forte, basta responder à questão: você deseja resultados mais rápidos ou prefere uma transformação light? Seja qual for a sua escolha, o certo é que a hora de se mexer é agora.

A boa notícia é que mesmo optando pela plástica, não é preciso passar a estação inteira fugindo do sol. “O indicado é evitar o banho de sol por 30 dias após a cirurgia. Depois ele fica liberado, desde que a cicatriz esteja bem protegida – pelo menos, por seis meses”, detalha o cirurgião plástico Alexandre Barbosa.

Interessada? Então veja a seguir o “menu da beleza”, converse com o seu médico e invista no que for melhor para você.

SEIOS EMPINADOS:
Tratamento: Mastopexia
O que é: “Trata-se de uma cirurgia para a elevação das mamas que preserva seu conteúdo. É indicada para seios de bom tamanho, de aspecto e forma, mas que tenham adquirido flacidez”, explica Alexandre Barbosa.
Como é feito: por meio da técnica, é possível ajustar o “sutiã de pele” ao volume mamário com o próprio tecido da paciente, removendo e remanejando pele e tecidos. “Os seios arrebitados podem ser obtidos sem a colocação da prótese”, descreve Alexandre. Por se tratar de uma cirurgia, o método exige internação e anestesia.
Em tempo: a cicatriz é uma consequencia do procedimento. Na mastopexia, ela é um T invertido na mama e em torno da auréola.

CULOTE SEQUINHO:
Tratamento: Lipoaspiração
O que é: técnica que aspira a gordura corporal
Como é feito: “Depois de anestesia peridual ou geral, parte do tecido adiposo é aspirada por cânulas finas”, detalha Alexandre. Há variações da cirurgia, que pode ser com prévia infiltração da associação de soro e adrenalina oara diminuir o sangramento ou com a aplicação do ultra-som, que auxilia na separação da gordura retirada.
Em tempo: o pós-operatório é dolorido e exige repouso relativo de uma semana. Com a cirurgia não é emagrecedora, a paciente deve estar próxima ao peso ideal.

BARRIGA CHAPADA:
Tratamento: Lipoabdominoplastia
O que é: cirurgia que combate excesso de gordura e de pele na região abdominal, já que elimina tecido adiposo e cutâneo.
Como é feito: primeiro é feita a lipoaspiração na área. Em seguida, o cirurgião faz o corte na altura da bacia, descola e retira o excesso de pele do abdômen. Quando necessário, refaz o umbigo.
Em tempo: a cicatriz é parecida com a de uma cesárea.

BUMBUM ARREBITADO:
Tratamento: Gluteoplastia
O que é: aumento de volume pela colocação de silicone da região glútea.
Como é feito: com anestesia peridual ou geral, o médico faz uma incisão vertical entre as nádegas e posiciona o implante abaixo do músculo.
Em tempo: a cicatriz fica localizada entre as duas nádegas, próxima à região do cóccix. “Nos primeiros dias, será preciso sentar com o tronco reto, basicamente sobre as coxas para evitar a pressão sobre a região manipulada”, completa Alexandre Barbosa.

PARA O ROSTO!
A grande vantagem dos tratamentos é que todos são eficazes tanto em seu procedimento, quanto no resultado. O que significa que ainda há tempo para buscar o rejuvenescimento para aproveitar ainda mais o verão. Para o Cirurgião Plástico Alexandre Barbosa, ainda dá tempo de ficar bonita, e esta é a melhor época para iniciar tratamentos estéticos. “Neste período, as pessoas anseiam por uma aparência melhor e rejuvenescida, além disso, a fisionomia está mais cansada depois de um ano de muitas atividades”, comenta.

Fios de Sustentação: Indicado para pessoas entre 35 e 45 anos, que não tenham excesso de pele facial, nem flacidez excessiva, ou que já tenham feito Lifting anterior. O objetivo do procedimento cirúrgico é esticar a pele para cima ou para os lados. Os fios são implantados no tecido gorduroso e não no músculo, desta forma, provocam uma tração, esticando e dando sustentabilidade à pele. Dura no máximo 60 minutos e é feito com anestesia local. Não exige internação e pode ser feito em consultório. Ao término do implante, a paciente já pode notar os resultados e o incomodo é mínimo. Para o pós- operatório, deve-se evitar a ginástica facial, falar e rir em demasia durante dois dias. “Como o implante estimula a produção de colágeno e de elastina, melhora a circulação, potencializa a nutrição dos tecidos faciais, e faz com que a pele volte a ganhar viço, é recomendado o uso de cremes esfoliantes, clareadores e hidratantes”, aconselha Alexandre.

Preenchimento: Este método é utilizado para disfarçar as rugas e depressões faciais nas áreas em que o Botox não pode ser aplicado ou para complementar o tratamento do Botox. O objetivo é dar uma aparência mais jovem ao rosto, por meio da aplicação de certos produtos nos sulcos e rugas da face. Dura em média 40 minutos, Alexandre conta que uma seção não é suficiente para atingir o resultado perfeito, geralmente uma etapa posterior atinge o idealizado. Internação e anestesia são dispensadas, assim como o repouso também não é necessário para o pós-operatório, a volta para o trabalho é imediata, seguindo as orientações médicas.

Botox: A injeção do rejuvenescimento! Aplicada diretamente nos músculos responsáveis pela formação da linha de expressão ou ruga, o efeito é de relaxá-los temporariamente. O objetivo é o de proporcionar uma aparência mais jovem para a paciente. “Uma única aplicação de Botox para rugas profundas é ineficiente, sendo necessárias outras seções da aplicação para que o resultado ideal seja atingido”, esclarece Alexandre. O procedimento dura cerca de 15 minutos, e o paciente é liberado imediatamente, dispensando a necessidade de internação. A aplicação é praticamente indolor e o resultado fica visível entre 48-72 horas após o tratamento, enquanto a duração total do efeito é de 4 a 6 meses.

Mini Lifting: É indicado para pessoas que tenham flacidez no rosto ou excesso de pele nos níveis leve e moderado, visa corrigir essas consequências da idade, atenuar as rugas estáticas, melhorar o contorno facial, e atingir o resultado de um rosto rejuvenescido.O curativo pode ser retirado após 24 horas, é comum o inchaço ou roxidão na face e no pescoço, mas no período médio de 14 dias, o rosto volta ao normal, e o resultado fica mais aparente. “Para o resultado perfeito, é necessário o tempo médio de seis meses, que é o tempo correspondente ao amadurecimento da cicatriz que fica na região das costeletas”, finaliza Alexandre.

Sempre que pensar em realizar uma cirurgia plástica, procure se informar na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), verificando se seu médico é cadastrado nesta sociedade. Busque também alguma referência, pois, assim, você estará se protegendo.

Informações:
Alexandre Barbosa – Cirurgião Plástico
Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Sobre Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. 👯 Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas 😘

Minha Página
Saiba Mais

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

contato@patricinhaesperta.com.br / redacao@patricinhaesperta.com.br

* Saiba como escrever para o site PatricinhaEsperta CLIQUE AQUI.

Depilação a Laser X Luz Pulsada
Argila Verde - Vita Derm
Tags:

Faça seu comentário aqui

RSS 2.0

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.