Senhor, Dai-Me Paciência!

O post de ontem sobre a interrupção da menstruação gerou inúmeros e-mails de meninas relatando suas histórias sobre esse tema,  e alguns traziam observações feitas por médicos, amigos e familiares que realmente me deixaram meio zangadinha, sabe?

Eu acho um absurdo uma pessoa chegar pra outra que está menstruando há 15 dias seguidos, com anemia , mioma ou  endometriose, sentindo dores, com uma TPM enlouquecedora e dizer que ” é isso mesmo, é coisa de mulher, deixa de manha, se é mulher tem que aguentar“! Fosse eu, jogava uma vassoura na cabeça! Aliás, eu queria muitooo, mas muito mesmo, que alguém me dissesse isso quando eu estivesse no auge da minha TPM, porque aí iriam conhecer  um tsunami humano!

Lógico que cada um tem direito de achar o que quiser, afinal vivemos, teoricamente, em uma democracia. Mas antes de falar alguma coisa a gente precisa raciocinar sobre a utilidade e as possíveis consequências do que a gente fala.

Eu não estou pedindo para ninguém concordar com nada, eu só acho que a gente precisa respeitar os posicionamentos e as opiniões alheias, por que respeito e tolerância são indispensáveis  em qualquer situação.

Até sou  uma pessoa bem flexível, desde que me forneçam argumentos sólidos que me façam considerar todos os ângulos de uma situação. O que eu não tenho, mesmo, é paciência com gente sem noção.

Eu optei, anos atrás, por interromper a menstruação, primeiro porque eu sentia cólicas terríveis, segundo porque a minha TPM é absurda e terceiro porque o corpo é meu, e eu tenho o direito de escolher o que eu quero fazer com ele, simples assim.

Ouvi várias vezes, de várias pessoas, que isso era capricho meu. O interessante é que NENHUMA dessas pessoas se aproximavam quando eu estava de TPM. Porque será, né?

Até hoje minha mãe, por exemplo, fala que isso é absurdo, que isso é anti natural… Mas nem ela, tadinha, fica por perto quando eu estou de TPM, e isso porque hoje minha TPM já está 90% mais controlada do que antes…

E quanto ao fato de ser ou não ser natural, tenho algumas considerações a fazer.

Primeiro que, pra mim, anti natural é sentir dor. Aliás….Já que tem tanta gente preocupada em ser natural, vamos começar a brincar de parar de tomar anticoncepcional, porque também é anti natural, ou não?  Talvez a noção de “anti natural” mude de acordo com a conveniência de cada um, né?

Outra coisa que me deixa chocada é o comportamento de certos médicos… Uma seguidora me contou ontem que, após 4 anos tomando determinado remédio para suspender a menstruação, começou a ter problemas de aumento de peso, de acne e a menstruar um mês inteiro sem parar. Após procurar o médico que a acompanhava, ouviu dele que não tinha problema nenhum dela continuar assim como estava e que não iria mudar o anticoncepcional.

Depois disso, procurou um outro médico,  que teve a cara de pau de dizer que ela tinha engordado porque era folgada, e que devia fechar a boca e ir fazer exercícios físicos, pois ele não iria mudar o anticoncepcional, já que era normal ter escapes ( perda de sangue quando estamos ligando cartelas de anticoncepcional)…. Ter escapes é normal, mas durante um mês seguido???? Que tipo de gente é essa? Que tipo de médico é esse? Que absurdo é esse???? Não é meio lógico que se uma pessoa está tomando um medicamento e, de uma hora pra outra, começa a apresentar vários sintomas que nunca apresentou, esse medicamento tem que ser suspenso ou,  ao menos,  precisa-se investigar os motivos desses sintomas????

Por fim, essa menina foi em outra médico ( o terceiro), que teve a lucidez de fazer o obvio: examinar a paciente! Após um ultrasson, constatou-se que os ovários dela estavam atrofiando, o que pode acontecer por causa do uso do anticoncepcional.

Isso é só pra mostrar o absurdo da coisa, sabe? A pessoa precisa passar por todo esse tormento antes de ser tratada como se deve? Porque tudo que a gente sente é manha, é mania, é descuido, é “falta de vergonha na cara”???

Esse tipo de coisa é tão vergonhosa, é tão desrespeitosa, que me enoja…

Desculpem o desabafo, viu meninas? É que tem coisa que me deixa revoltada mesmo, e essa é uma delas…

Beijos

Ju

julianalopes@patricinhaesperta.com.br

Senhor, Dai-Me Paciência!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

43 Comments
  1. Super concordei com vc!
    e essa historia de medico dizer que engordou por desleixo nao foi so com ela nao!
    comigo tambem aconteceu… “imagina que a pilula engorda! vc que precisa fechar a boca e fazer exercicios” e ainda tive a experiencia de outra medica que eu disse ja ter tido cisto no ovario e que eu queria mudar de pilula, a simpatica nao me examinou NADINHA e mandou eu trocar de remedio… desconsiderei!

    Achei sua opniao muito sensata!
    Apoiada!

  2. Concordo plenamente com o que disse, eu fui em uma consulta com uma ginecologista e ela sem me examinar disse que eu iria ter que testar vários anticoncepcionais, até descobrir um que eu me adaptasse, me senti uma cobaia de laboratório, procurei outra e ela disse que eu iria usar um com uma dosagem mais forte e mandou que eu fechasse a boca pois esse tipo de medicação não engorda!
    Procurei outra e mesmo com suspeita de endometriose ela não quer que eu suspenda a menstruação…é mole?

  3. Apoiada!

    Cada um é dono do seu nariz e opta pelo metodo que acha melhor.
    Eu optei por não mesntruar mais a 8 meses atras.

    Bjo

  4. Olha amiga, isso me irritou profundamente!!! Vou te dizer que tenho uma cunhada que trabalha de enfermeira e me diz coisas absurdas sobre os médicos de hoje…eles atendem as clientes com os livros dentro da gaveta pq não sabem o que fazer em determinadas situações ou seja…completamente despreparadosss, são grosseiros e cometem erros horríveis que não vem ao caso eu te contar todos que ela me contou.
    Sobre o demais, vc faz do seu corpo o que achar melhor, cada um se adapta com um metodo, oras bolas…infelizmente eu tentei tb, mas tive varios problemas e tive que voltar a menstruar…mas meu problema era só não querer engravidar mais. Nada mais ,que resolvi com a vasectomia do meu marido… Ignóra a ignorancia…bjssss

  5. Sofri a vida inteira com CÓLICAS,em letras grandes sim pq só passam com medicação na veia, e TPM. Sempre achavam que eu estava exagerando com relação ao nível de dor, até que descobri que tenho adenomiose. Esse nome feio tem sintomas parecidos com os da endometriose e causa muita, mas muita dor. Não tenho filhos mas acho que a dor que sinto é comparada as dores de parto, além da dor abdominal sinto como se os ossos da minha bacia estivessem sendo abertos. É horrível…tenho medo só de pensar em ficar menstruada. Hoje consigo diminuir um pouco a intensidade da dor usando ponstan, mas mesmo assim ainda vou parar no pronto socorro de vez em quando.Eu até tentei suspender a minha menstruação mas infelizmente passei muito mal com o remédio. Assim mesmo, pretendo fazer outras tentativas. Sinceramente, acho impossível uma pessoa que passa por está tortura mensal afirmar que não faria qualquer coisa para se livrar disso. E quem nunca sentiu uma CÓLICA não tem direito nenhum de criticar alguém que apenas quer se livrar da dor.

  6. lisane lucia kunzler disse:

    JU, amei, agora vc esta falando a nossa linguagem, desde ontem vc subiu muito no nosso conceito(digo nosso,pq aqui todas as gurias lêem o teu blog, ta?). a sua abordagem a e forma como vc esta se expressando é bem compativel com a da maioria, esta mega gostoso ler o teu blog pq a gente se sente proxima a vc …parabéns guria e sobre o assunto: quer saber mesmo, a mulher é quem decide, eu mesma emendo umas cartelas e depois deixo a menstruação vir, não é por cólica nem nada, mas parece que a gente sai de uma menstruação e ja entra em outra, não da nem para namorar direito…cada cabeça decide o que acha mais correto…bjão

  7. falou e disse !!! 100% apoiada gata , se vc optou por isso é por que te faz bem .bjcas

  8. Concordo!!!!!!!!!acho que cada um sabe o que é bom para si, não tenho cólicas por tomar anticoncepcional, mas me solidarizo com quem tem pois antes do remédio era um Deus nos acuda!não tem nada de natural em morrer de dor e atacar o marido na TPM…a medicina evolui para que cada vez mais possamos ter uma vida mais tranquila e saudável…Apoiado!!!bjo

  9. Leticia Domanski disse:

    Olha, sabe oque acontece comigo é que cada pessoa fala uma coisa…
    Parei para pensar até os médicos se contradizem e falam um monte que para mim sai como
    Blá Blá Blá… Então nunca fui em um médico que me explica-se direitinho sabe fui em alguns que me envergonharam com perguntas do tipo “Mas você ainda não sabia disso?” Logico que eu não sabia senão porque eu pagaria R$120,00 (cento e vinte reais) só para ver a carinha Linda de um médico??? Ha ou será que ele pesou que eu sou sócia da clinica?
    Bom depois de ter passado por uns 6 ginecologistas desisti por que? sou irresponsável? vou ganhar um câncer?
    Já escutei muito isso, sabe depois de tanta informação nada com nada, cada um confunde mais e ninguém explica no popular resolvi que só vou o dia que precisar mesmo, sei que estou errada mas acho que ja fui em todos da minha cidade e é cada um mais grosso que o outro eu só sou curiosa por uma coisa. Porque ser ginecologista se não sabe intender o q é sangrar dias, ter um assassinato todo mês na calcinha??
    No minimo poderia ter um pouco de respeito por mim, não por nós mulheres!!!

    Não sei se todas concordam comigo mas eu falei.

  10. Ju, concordo plenamente com vc, como comentei no post anterior…como disse eu mesntruo, mas é uma opçao minha, assim como a sua e de tantas outras é não menstruar…anti natural é se intrometer na vida dos outros, é criticar pelo simples fato de faz^-lo sem algo util a acrescentar, é se achar certo só pq o outro pensa e agem fora dos seus padrões.

    Amei!

    Bjs

  11. As pessoas esquecem que têm a liberdade de pensar e formar uma opinião, mas esquecem que também têm que respeitar a opinião alheia. Parabéns, Ju, por abordar um tema polêmico como este, e fazer com que as pessoas conheçam os problemas que enfrentamos, e passem a nos respeitar. Quando você estiver na TPM, manda o Ozzinho lá prá casa, tá? bjs

  12. Assino o blog e gosto da maioria dos pots, e mesmo não concordando com alguma coisa, me contenho e não comento nada. E qdo gosto, compartilho com minhas amigas. Bacana 🙂 Só que agora… Na boa? Dar vassourada em alguém só pq ela discorda de vc não é lá muito sensato. Vc é uma formadora de opiniões, pois posta em um blog visadíssimo com um público fiel. Fica de mau tom vc ofender aqueles que não concordam com o que vc diz. Se enervar pq foi contrariada? Pontos de vista distintos merecem serem igualmente respeitados e opinião diferente da sua não tem nada de vergonhoso.

    Minha opinião? A natureza é perfeita, ninguém disse que indolor ou confortável. Ou vc acha que uma águia não sofre se, ao invés de se entregar à morte, resolve passar por 150 dias de renovação (quebrar seu próprio bico, arrancar suas próprias unhas, etc)? Ou, vamos simplificar os fatos! Parir uma criança… DÓI. Quer simplificar mais ainda? Ok. Vc quer evitar dores na sua vida, tb não se envolva emocionalmente, pois isso traz sofrimento.

    O que eu quero dizer é que o ser humano MADURO e EQUILIBRADO aprende a lidar com todos os desconfortos que passa durante sua vida. Anemia , mioma ou endometriose tem causas (provavelmente não só uma, e tampouco necessariamente a causa seja interna).

    Desculpe-me pela sinceridade… Mas vergonha sinto eu de pessoas mimadas que não conhecem um Atroveran ou uma coisa chamada TERAPIA (ou, às vezes, uma amizade paciente).

    #ProntoFalei

    1. Mir, vc sabe ler? Então deve ter lido o post errado ou entendeu tudo errado, na boa!
      Concordo com você Ju, quem gosta de sofrimento é masoquista e se tem como evitar sofrimento temos mais é que fazer mesmo!

      1. Não perca seu tempo, pois esse (a) tal de Mir não sofre de miopia ocular, mas sim cerebral!

    2. Acabei de descobrir quem inventou a IGNORÂNCIA!

    3. Ser maduro é uma coisa e cabeça dura é outra…, ela é madura o suficiente para optar pelo estilo de vida q acha melhor pra si.

      E Ju apoiada, homem por exemplo tem mania de achar q mulher exagera quando fala sobre colicas tpm, mais quando sentem uma dor de cabeça, pronto, parece q é o fim do mundo, kkkkk.

  13. Eu cansei de procurar por um médico decente que esclareça dúvidas e se importe com um bom antendimento ao paciente. Meninas, isso não existe mais! Hoje quando tenho qualquer dúvida faço minhas pesquisas por conta própria e resolvo o que pode ser melhor p mim. Até agora funcionou, pq ficar dependendo de atendimento em clínica é o mesmo que nada.

  14. Oi Ju!!
    Primeiro gostaria de agradecer pelo livro.
    Tô lendo e amando…
    E qto a interromper a mesntruação tô contigo e não abro.
    A não ser neste momento q estou querendo engravidar.
    Mas sempre sofri com TPM, cólicas, dor de cabeça, enjôo, dor de barriga e uma vontade loua de morder as pessoas.
    Fora o sangue que jorra.
    SEMPRE tive anemia e o tempo que fiquei sem menstruar, NUNCA estive anêmica.
    Já ouvi tb horrores sobre eu não menstruar e sempre disse q fora do normal é a pessoa passar por tudo que eu passva e achar q é normal.

    Eu engravidei em marçod este ano e perdi meu bb em maio.
    Foi muito sofrimento.
    Mas meu médico me entende e como eu já voltei a menstruar passou outro tipo de AC pra eu tomar e não em afetar tanto.
    Já estou no meu 3º ciclo e percebi alguma melhora.
    Mas tb já tá combinadinho com ele: bb nasceu, acabou menstruação!

    Beijo grande e adorei seu post!!!

  15. Não existe nenhuma letra, nenhuma vírgula e nenhum sinal de pontuação no seu texto com que eu não concorde. Seu Artigo foi simplesmente PERFEITO! Pode começar a vender lucidez e ponderação que você vai ficar rica, sem falar que tem muita gente precisando. Você merece todas as congratulações. Aquele abraço.

  16. E só pra constar: Nâo engordei um grama sequer com uso da injeçã.
    Minha pele é ótima e continua até hj, sem nenhuma espinha.

  17. Ju, tambem sofro muuito com cólicas, tenho desmaios, passo o dia inteiro com enjoo e acho isso insuportável. Até um tempo atrás eu interrompia minha menstruação e ouço muuuito dizer que isso é anti natural, então parei de interromper e meus problemas voltaram hoje, exatamente hoje estou passando muuuuito mal, muitas dores, muito enjoo, nao consigo comer nada e paracetamol,buscopan nem cetroprofeno nenhum faz passar essa dor. Eu vou voltar a interromper isso pq eu não aguento mais. Não vou dar ouvidos aos mitos do povo. Como vc disse “o corpo é meu” e quem tá passando mal sou eu.
    Não ligue pro que esse povo fala, a vida é sua…

    Beijos e parabéns pelo blog

  18. Oi Mir, tudo bem?
    Olha, primeiro preciso te dizer que respeito sua opinião e seu ponto de vista, afinal, como eu mesma falei no post “a gente precisa respeitar os posicionamentos e as opiniões alheias, por que respeito e tolerância são indispensáveis em qualquer situação”.

    Mas acho que você entendeu errado. Eu não disse em nenhum momento que ia dar vassourada em ninguém por discordar da minha opinião, o que eu disse foi que ” Eu acho um absurdo uma pessoa chegar pra outra que está menstruando há 15 dias seguidos, com anemia , mioma ou endometriose, sentindo dores, com uma TPM enlouquecedora e dizer que ” é isso mesmo, é coisa de mulher, deixa de manha, se é mulher tem que aguentar“! Fosse eu, jogava uma vassoura na cabeça”.

    E jogaria mesmo, viu? Pra dizer o mínimo ( é que além de mimada eu sou temperamental…)…

    Quanto ao que vc falou sobre a questão da dor, eu acho mesmo que qualquer tipo de dor deve ser evitada, porque é lógico que ninguém quer sentir dor… Não fosse assim,não existiriam tantosssssssss remédios e anestésicos para evitar a dor, não é verdade?

    Eu também acho que um ser humano maduro e equilibrado aprende a lidar com os desconfortos da vida, mas também acho que tem a ver com maturidade e equilíbrio buscar o melhor pra si e evitar o que possa , gratuitamente, lhe causar dor. Além de maturidade e equilíbrio, isso me parece bom senso…

    Quanto a ser mimada, eu sou mesmo, muitooooooooooooooooooo, e assumo, porque eu costumo mesmo assumir os meus defeitos sem nenhuma vergonha, afinal, é o que eu sou, é o que faz parte de mim, e eu não tenho porque negar.

    Mas quanto ao Atroveram, eu infelizmente não posso tomar, pois eu sou alérgica aos ingredientes da fórmula, como de 99% dos remédios existentes, aliás.

    1. Ju, engraçado como internet pode confundir as palavras escritas. Espero que vc tenha entendido que em nenhum momento quis provocar um ataque pessoal à vc… e lamento que algumas pessoas, na intenção de te defender, tenham ousado me ofender. Assunto polêmico dá nisso… trazem manifestos esquisitos.

      A questão da dor é pessoal. Não generalize… Nem todo mundo prefere se entupir de analgésicos (o que é o mais indicado, inclusive) e não, não são masoquistas. Apenas encaram as coisas com mais naturalidade. Na maioria dos casos o próprio corpo lida super bem com a dor (a natureza é pra ser perfeita). E até recuperar, voltar ao seu estado normal, bastaria ter paciência (por isso falei que amigos nessas hrs, ou uma boa terapia, ajuda). Mas de nada adianta falarmos sobre isso… Temos opiniões diferentes. Vc acha que maduro é saber evitar a dor (eu chamaria isso de fuga) enqto eu acho maduro a tolerância e a paciência.

      Qto ao seu post… Vamos ver se entendi errado, mesmo. Minha visão, resumidamente: vc fizou zangadinha (palavras suas, não quis usar um tom irônico não :P) com a receptividade no post anterior sobre interrupção da menstruação, certo? E usou uma situação familiar, onde hipoteticamente atiraria uma vassoura na cabeça de quem achasse “frescurinha” reclamar de dores (por N motivos) em função de menstruar. Aí vc sugere que respeitem suas opiniões, o que me soa um tanto contraditório pois vc ataca os tais “sem noções” ao colocar o título “Senhor, Dai-Me Paciência” e ao postar uma imagem de VERGONHA abaixo, por exemplo. (Quero dizer, me soou incoerente… vc desabafa, põe a boca no trombone, e acaba fazendo justamente aquilo que reclamava no início.)

      E vamos lá, sobre o que eu disse: Sem ataque algum, ou tom de ameaça, apenas sugeri que refletisse… Vc, como formadora de opiniões, poderia tomar mais cuidado ao postar sobre assuntos tão sérios (principalmente que envolvam saúde) pois embora vc não seja responsável por ninguém (e com toda razão), infelizmente terá muita menina ignorante que vai ler e se inspirar. Adquirir essa ideia pq “virou tendência”, sem consultar um ginecologista, por exemplo, e em casos onde não é pq tem alergia à fórmulas de remédios… mas por uma simples dorzinha de cabeça que teve, ou pq tá cansada de usar absorventes, ou pq tá se achando “inchadinha” durante período menstrual. Creia, muitas agiriam por motivos talvez mais banais que esses.</