A hora de saber calar!

Reprodução

Meninas, quantas vezes nós temos uma briga daquelas no trabalho, ou em casa com a mãe, pai, irmãos, filhos, namorado, esposo e que despejamos um monte de palavras muitas vezes rudes por não sabermos respirar fundo contar até dez e a vontade passar?!!!
Pois bem, a maioria das vezes que reagimos a certas questões que nos magoam tendemos a ser rudes, grossos e insensíveis as dores alheias. Portanto vamos para um pouco para refletir essa questão?!!

Acredito que antes demais nada, tudo que nos é dito, deveria ser pensado, validado, principalmente se aquilo nos foi dito mais de uma vez. Muitas vezes não medimos as palavras ou mesmo a forma de falar certas verdades e acabamos por vezes magoando, ou mesmo perdeno o carinho daquela pessoa que tanto nos é especial. Outro fator que devemos pesar é se nós gostaríamos de ouvir certas coisas também, pois como diz o velho ditado “Quem fala o que quer, ouve o que não quer”, pensemos então antes de agir, pois toda ação tem sua reação.

Pensemos no outro, devemos sempre nos colocar no lugar do outro, para saber qual seria nossa reação diante de determinado comportamento ou fala. Muitas vezes também queremos ouvir as verdades, mas na maioria das vezes não estamos maduros o suficiente para ouvir e aguentar aquele disparate de informações.

Devemos levar em consideração que, quando duas pessoas estão em equilíbrio e na mes asintonia, elas tem a tendência de falarem baixinho, pois o intuito é ficarem bem, quando se parte para a ignorância, falta de respeito geram logo uma discussão dificílima de não sair alguém brigado ou de cara feia.

Pensem meninas antes de falar com raiva, ou falar quando os hormênios estão a flor da pele, procurem ficar quietinhas naqueles dias de TPM, pois a nossa tendência é explodir com o primeiro que aperece pelo nossa frente e quando vemos está tarde demais para voltarmos atrás do que foi dito. Existem certas palavras que marcam para sempre causam verdadeiras feridas que para cicatrizar exitem pessoa que as carregam para o resto de suas vidas.

Portanto meninas vamos aprender a dosar a nossa riva e nossos momentos de fúria.
Até o próximo post

Raquel Assunção

A hora de saber calar!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

2 Comments
  1. Natália Souza de Lima disse:

    Eu passei por uma dessas há muito tempo atrás quando eu tinha 13 anos eu amava um rapaz lindo,olhos verdes,cabelo longos,lisos e negros,rosto sereno(tipo Jay Chou),pele morena clara um corpo lindo e atlético eu o amava muito,certo dia entrei no chat onde meus amigos no qual eu era muito querida por eles,eu sabia que a namorada dele era a irmã adotiva dele e eu o amava profundamente e de forma sincera,eu logo de cara senti minha intuição de médium dizer: -Este de letra verde é ele,chame-o e digas tudo o que sentes.
    Porque?Ah como eu fui tola eu estava péssima como se eu tivesse sido enganada outra vez pelo mesmo homem duas vezes!?
    Então eu falei tudo e ele não teve dó e disse coisas que eu jamais leria e esqueceria nunca e disse não ao meu amor e disse que o coração pertencia á fulana por toda a vida eternamente.
    Eu senti sendo apunhalada,trocada e tratada como um nada e mudei depois daquele dia meu coração nem aguenta mais ouvir falar dele nem em pensamento,hoje ele é rico e tem 2 filhos com 2 mulheres diferentes(a de infância e outra).
    O pai de criação dele e a mulher dele do primeiro filho me odeiam profundamente e me fizeram se afastar dele e me odiar só por uma simples aproximação dele no orkut me adicionando e mandando um recado carinhoso eu disse que estas duas pessoas que convivem a tanto tempo com ele me odiavam profundamente e ele ingênuo não acreditou.Eu tentava me reaproximar dele nas outras redes sociais e tudo era em vão ele nem se importava.
    Hoje estou tentando recomeçar,mas as palavras que ele disse,as atitudes medíocres das pessoas que ele convive até hoje não me saem da cabeça e as feridas do meu coração também jamais esquecerei;hoje em dia ele nunca mais me procurou ele sumiu…

    Esta é a minha história relacionada ao assunto deste post.

  2. eu estou pasando po uma situaçao q eu to brigada com o meu pai e as minhas meias irmas ea esposa dele po q eu n sei medi as minhas palavras eu n penso antes de fala eu sempre falo oq n devo e me ferro

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.