Cirurgia Bariátrica – Modalidades

Hoje eu vou explicar quais são as quatro modalidades de cirurgia bariátrica aprovadas no Brasil, bem como suas principais características.

Bypass Gástrico

O Bypass gástrico é uma técnica bastante segura e eficaz, já que o paciente chega a perder até 45% do peso inicial) e , talvez por isso, é a técnica mais praticada no país.

Aqui é feito um grampeamento em parte do estômago, reduzindo, assim, o espaço disponível para os alimentos,  e também um desvio do intestino, o que altera os hormônios da saciedade, provocando diminuição da fome e, conseqüentemente, o emagrecimento.

É muito eficaz também para o tratamento e controle da diabetes, o que a torna uma alternativa para os diabéticos.

Banda Gástrica ajustável

Essa técnica ainda é pouco utilizada no Brasil, representando apenas 5% do total de cirurgias bariátricas que são feitas no país.

É também uma técnica bastante segura e relativamente recente, vez que foi criada em 1984, mas bem eficaz, sendo possível reduzir até 20% do peso excedente.
Essa técnica consiste na instalação de um anel de silicone inflamável e ajustável que é  colocado ao redor do estômago para apertar o órgão e controlar o esvaziamento do estômago. Nesse caso, não ocorrem alterações na produção de hormônios.

Gastrectomia Vertical

Essa técnica, que começou a ser praticada no início dos anos 2000, transforma o estômago em um tubo com capacidade média variando entre 80 a 100 ml.

A perda de peso é comparável a do ByPass e ajuda bastante em casos de hipertensão e colesterol alto.

Duodenal Switch

Essa é uma técnica que faz a junção entre a gastrectomia vertical e o desvio intestinal..Retira-se 85% do estômago, mas preserva-se a anatomia do órgão, bem como sua fisiologia de esvaziamento.

O emagrecimento, que pode chegar a 50% do peso inicial, ocorre devido ao desvio intestinal, que reduz a absorção de nutrientes.

É uma técnica pouco utilizada, representando apenas 5% dos procedimentos realizados no país.

Além dessas técnicas, existe o Balão Intragástrico, que é uma terapia auxiliar indicada para quem está no sobrepeso ou para quem está no período pré-operatório e possui um IMC acima de 50 Kg/m².

Um balão  com 500 ml de líquido contendo azul de metileno é colocado no estômago através de uma endoscopia, diminuindo a capacidade gástrica e provocando a saciedade.

É um procedimento seguro e não cirúrgico, sendo que o balão é deixado por seis meses no paciente.

Essa semana inteira vou falar sobre esse assunto, que acho bem interessante e informativo. Inclusive, recebi e-mails de meninas relatando que já haviam feito a cirurgia bariátrica, bem como e-mails de pessoas que estão se preparando para fazer, sendo que muitas pessoas têm dúvidas sobre os procedimentos, sobre o antes e depois e tal.

 Daqui a pouco tem mais, tá?

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

https://www.facebook.com/JuLopesPE

 

Cirurgia Bariátrica – Modalidades
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

1 Comment
  1. Ju!
    Vi e li algumas entrevistas e mesmo com um percentual tão baixo de cirurgias desse tipo Duodenal Switch no Brasil, percebi que são as que tem maior efeito de perda e que o paciente não sofre tanto para adaptar-se.
    Cheirinhos
    Rudy

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.