A Coragem Para Viver Os Próprios Sonhos

Meninas,

Recebi um e-mail da Celeste, uma seguidora do Patricinha Esperta, sobre os cinco arrependimentos mais comuns dos pacientes terminais e achei tão interessante que resolvi fazer um post sobre alguns dos tópicos.

O primeiro tópico fala de uma coisa que  venho pensando muito, que é a coragem de viver uma vida que seja verdadeira pra mim  e não a vida que os outros esperam de mim.

Eu sei que isso é MUITO difícil, já que a tendência normal do ser humano é ceder às expectativas alheias e  querer agradar aos outros, mas o básico na vida de qualquer pessoa é ter os próprios sonhos e viver de acordo com esses sonhos.

Viver de acordo com as expectativas dos outros e ceder ao que “esperam” da gente é a receita para uma vida mal vivida, é a receita para uma vida “sem quê, nem pra quê”.

Não, não é fácil ser exatamente o que a gente é e fazer o que queremos fazer, mas essa é a única maneira garantida de viver uma vida plena de significado.

Desde pequenos somos condicionados a fazer o que esperam que a gente faça, a ser o que esperam que a gente seja. É comum que os filhos sigam as profissões dos pais, muitas vezes apenas porque era isso que se esperava deles. Mas isso, em algum momento, vai gerar frustrações e, acreditem nisso ou não, frustrações entristecem, adoecem, apagam nosso brilho.

Cada ser humano que vem pra essa experiência chamada vida, vem com características próprias, destino próprio e dons que pertencem somente a ele. Assim, é óbvio que cada um deve fazer exatamente aquilo que sonha, que ambiciona, que deseja.

Fazer medicina quando o que você quer é ser engenheiro, fazer psicologia quando o que você quer é ser bailarina, fazer engenharia quando o que você quer é ser estilista, é uma agressão à sua vida, aos seus sonhos e ao ser especial e único que você é. Você pode vir a ser médico, engenheiro ou psicólogo, mas eu garanto que você jamais terá a felicidade que você teria se  fizesse exatamente aquilo que você sonha, aquilo para o qual você foi destinado.

Tá, talvez um médico tenha mesmo um reconhecimento social e um padrão de vida mais elevado que, por exemplo,  um professor de filosofia. Mas se o que você quer na vida é ser professor de filosofia, o que diabos a medicina vai te proporcionar além de reconhecimento e dinheiro? Isso é importante? Lógicoooo que sim, mas não é tudo… Não é mesmo!

Além disso, você, com certeza, poderia ser a melhor professora de filosofia do mundo, mas nunca será a melhor médica do mundo, simplesmente porque pra ser o melhor tem que ter um ingrediente básico chamado paixão, e paixão não tem como impor, ou você tem ou não tem, não há meio termo possível.

É difícil viver os próprios sonhos? Quase sempre…Mas vale muitíssimo a pena e eu sou um exemplo vivo disso.

Eu sou advogada, uma profissão que não me foi imposta, uma profissão que eu escolhi, mas que se revelou uma péssima escolha pra mim simplesmente porque eu não tenho o perfil, porque eu não gosto e porque eu não tenho mesmo a menor paciência para o dia-a-dia jurídico.

Eu sou imensamente feliz escrevendo aqui todos os dias para vocês ( e pra mim também!), e isso não há no mundo o que pague! Não importa o que os outros achem, não importa de que forma os outros enxerguem, não me importa o julgamento alheio, o que me importa, mesmo, é a satisfação gigantesca de fazer algo que eu realmente gosto, que eu realmente quero e que me faz feliz.

Muitas vezes a gente faz o que não gosta pra poder fazer o que gosta, pra poder, mais tarde, bancar os nossos sonhos. Isso é super válido, desde que a gente não se acostume, não se acomode nisso.

O que a gente não pode mesmo, nunca, é desistir da gente. Isso não dá, isso não tem justificativa. E desistir dos próprios sonhos é, também, desistir de si mesma.

Por isso eu digo: olhem bem dentro de vocês e vejam se vocês estão vivendo os seus sonhos. Se a resposta for negativa, parem, pensem e vejam se está valendo à pena.

Ahh, e antes que vocês digam “ ahh Ju, mas não dá mais”, eu digo “ sempreeee dá, sempre é tempo”. Sempre!

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

A Coragem Para Viver Os Próprios Sonhos
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

7 Comments
  1. Ju…Concordo plenamente com você!

    Temos que fazer o que nos deixa feliz, o que nos dá prazer!
    Escrever para o P.E. também me fez muito feliz!

    Bjo Menina!

  2. Estou lendo o livro Perdae e ganhos da Lya Luft, não sei se vc já leu, se não leia, eu estou gostando muito, ele trata exatamente dessa questão de vivermos o que os outros querem e não o que realmente queremos, e isso tá mexendo muito comigo, e estou pensando e repensando muita coisa da minha vida e estou querendo muito passar a viver como eu quero, enquanto ser individual quer, e não o que eu ser da sociedade quer.

  3. CARAMBA EXCELENTE POST JÚ CONCORDO PLENAMENTE
    COM VC ,TUDO NA VIDA TEMOS QUE TER PAIXÃO E AMOR
    EM QUE FAZEMOS,AINDA NÃO DESISTI DE MIM
    QUERO ESTUDAR MEDICINA VETERINÁRIA,NEM QUE EU TENHA 60
    ANOS!! O IMPORTANTE É TER FÉ E JAMAIS DESANIMAR POR
    IMPOSIÇÃO DA SOCIEDADE OU MESMO DAS PESSOAS EM SUA VOLTA!
    TEM QUE VIVER A VIDA QUE VC QUER!!!!!!!!
    PARABÉNS + 1 VEZ ;D

  4. Crislaine Job disse:

    Nossa, mexeu comigo!!
    Na minha vida eu tive que mudar de opniao porque a vida mudou e praticamente me obrigou a mudar…
    Parar de jogar RPG de madrugada(coisa que eu amavaaa), não ter tempo pra fazer faculdade, que é meu sonho, tudo porque eu me tornei mãe…
    Trabalho que nem uma doida, faco inglês, faco academia, mal tenho tempo pro meu filho, muito menos fazer uma faculdade ou ir para balada…
    Ter tido meu filho foi o maior presente que Deus me deu!!!
    Mais no meu íntimo eu não desisti, sei que terei a hora certa pra concretizar todos os meus sonhos!!

  5. Ju, amei o post querida, a vida da gente é muito curta mesmo para agente passar por ela frustrada, dif´cil mesmo, eu sou vivo sempre querendo mais, querendo algo diferente, fiz técnico em secretariado – gostava mais não amava; depois comecei a fazer técnico de enfermagem – amva muito tudo que aprendia mas na hora de exercer arreguei rs, não dava para mim, ai fui morar no Japão já casada (casei com 20 anos), passei 2 anos e meio lá gostava muito – mais tinha saudade daqui do Brasil ai engravidei, voltei, comecei a facul com minha filha bebe, fiz Letras, meio por conveniência, abriu a faculdade do lado de casa, me acrescentou muita coisa mais não era ainda tipo o sonho, ai tenho mais uma bebe, tenho duas menininhas, e esse Sempre foi meu sonho: ser mãe, optei por ficar esse 1 aninho de vida com minha bebe para curtir muito ela, por que ela vai crescer rapido e eu quero aproveitar muito, estou amando essa fase da minha vida !!! bjus

  6. Bom Dia!
    Falou tudo, devemos nos preocuparmos mais com a auto- estima do que com a auto -imagem. primeiro mo nosso eu ,o que nos faz feliz, o que nos dá prazer , não que safisfaz os outros….

    tenha um dia abençoado

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.