Decepções

Meninaaas!

Como está sendo a semana de vocês? Muito boa, espero! Vim aqui perguntar: Quem ai já se decepcionou? Foi com um AMOR, AMIZADE, CARREIRA, FAMÍLIA ou com VOCÊ MESMA? Sabem por que isso acontece?

Simples: Nós costumamos criar muitas expectativas em relação às coisas que achamos que são importantes para a nossa felicidade. Idealizamos tanto os relacionamentos, o amor, a amizade, sonhamos com nossa carreira, fazemos planos, queremos que nossa família aja sempre da forma que esperamos e estamos acostumados. Quando acontece algo fora da nossa expectativa, daquilo que esperamos e desejamos, ai vem a decepção.

Mulherada, não se desesperem, pois se decepcionar é normal e faz parte do repertório de sentimentos que nos tornam seres humanos. Somos animais sociais e racionais, mas também somos emocionais e temperamentais. É simplesmente impossível não nos decepcionarmos, pois a expectativa está relacionada ao desejo, e é esse desejo que nos move, que nos serve de motivação e guia para alcançarmos aquilo que queremos.

Quando traçamos uma meta, a expectativa faz com que queiramos que dê certo. E se não der e você se decepcionar, bem, não faz mal. Existem tantos outros caminhos, possibilidades e escolhas, por que lamentar por algo que não deu certo?

Dizem que a solução é não se iludir e não idealizar, mas às vezes é impossível. Esperamos que nosso namorado seja romântico, carinhoso, respeitador. Esperamos ter uma carreira de sucesso, ganhar rios de dinheiro fazendo o que gostamos, desejamos que aquela viagem seja perfeita e que nossa família não brigue nunca. Decepção está intimamente ligada com a intolerância à frustração. Ah, a tal intolerância é o mal do século!

Quando não esperamos muito do outro, costumamos não nos decepcionar. É um sentimento tão doloroso que pode levar até mesmo à depressão, ao desespero e ao desejo de nunca mais confiar em ninguém. Na verdade, vencer uma decepção te torna mais forte, mais preparada para a vida e menos ingênua. Decepção não mata, ensina a viver. (É clichê, mas é verdade, tá!)

Mas vamos ser menos radicais, ta? Dá pra confiar, mas o ditado é ‘Confie desconfiando’. Simplesmente não coloque sua felicidade nas mãos do seu namorado, ou dos seus pais, ou dos seus amigos, ou no dinheiro. Não acredite que você só será feliz se tudo acontecer dentro das suas expectativas. Ouse, sonhe, mude. Sua felicidade é você quem constrói, é responsabilidade sua.

E, ah! Cuidado para não ser exigente demais com você mesma. Não esqueça que perfeição não existe, erros acontecem, decepções fazem parte da vida e se frustrar é normal. Só não desista do amor, por que um namoro não deu certo; da carreira, por que o seu chefe é um carrasco; da sua família, por sua mãe pegar no seu pé, etc, etc. E, principalmente, não desista da vida, mesmo ela sendo tããão complicada, ok?

Abraços!!!

Amanda

Amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br

Decepções
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

5 Comments
  1. Raíssa Oliveira disse:

    E realmente decepção não mata mas ensina agente viver melhor lidar com coisas que pra muitas pessoas e impossivel.. eu já tive decepção tanto no amor tanto na amizade mas tudo isso me fez cresce mentalmente e e cria espectativas boa do meu cotidiano e correr atras do que realmente e importante pra mim…Mas hj sou uma nova pessoa e muito feliz!

  2. Letícia Domanski disse:

    É sei bem como é essa semana aconteceu comigo! Não é nada bom confesso, a ferida ainda mas vou superar o mais importante crescer com isso. Obrigado pelo post me ajudou muito a erguer a cabeça e parar de chorar!

    Beijus

  3. Parabéns meninas! Decepção dói muito, muito mesmo, mas vocês conseguiram superar. Letícia, força, tá? Beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.