Quando Eu Era Criança…

Hoje fiquei aqui lembrando como, anos atrás (muitos, na verdade), esperava ansiosa por esse dia.

Era dia de ganhar presentes, que se resumiam a brinquedos e mais brinquedos, e comer todo tipo de besteira, porque afinal aquele era o nosso dia.

Meus presentes eram sempre bonecas e aquilo tudo me proporcionava uma alegria tão grande que era impossível dar piti.

Aí paro, olho as crianças de hoje, e fico triste…

Fico triste porque quando era criança, eu me comportava como criança, agia como criança, pensava como criança e era tratada como criança, ao passo que hoje as crianças, em sua maioria, são projetos de adultos, que querem agir e se comportar como eles.

Enquanto eu queria bonecas, hoje o desejo é pelo celular de última geração, pelo tablet mais famoso e pelo computador hit do momento.

Eu brincava na rua, brincava com terra, me sujava toda, tinha um monte de amiguinhos, frequentava a casa deles, sempre voltava pra casa imunda e brinquei de barbie até os  13 anos. E era tãoooo bom!

Eu me fantasiava de paquita, amava o Balão Mágico (até hoje sei as músicas! hahaha), lia Monteiro Lobato e tremia de medo quando, depois de aprontar algo, me diziam que o Saci viria me pegar, porque eu realmente acreditava que ele existia. Assim como acreditava em papai-noel, curupira e coisas do tipo.

Eu me vestia com vestidinhos de criança, usava sandálias de criança, prendia o cabelo de “Maria Chiquinha” e usava brilho de moranguinho achando que aquilo era a maravilha do mundo.

Eu não tinha a menor ideia do que era a marca A ou a marca B, e desde que tivesse babadinho e fosse rosa, lilás, laranja, verde ou amarelo, era a roupa mais linda de todas.

Hoje criança sabe e identifica as marcas das roupas e fica triste se a sua não é daquela que ela julga ser a melhor.

Elas vão pro salão fazer unhas e cabelo, sabem qual a melhor maquiagem e usam salto…

E todas as brincadeiras que me faziam tão feliz hoje são “sem graça”, cafona ou fora de moda…

Antes não tinha nem 1% das coisas que existem hoje, mas nós éramos inocentes,  imaginávamos mais, criávamos  mais e  nos divertíamos infinitamente mais.

Saudade do tempo em que criança era criança e só!

Beijos

Ju Lopes

Quando Eu Era Criança…
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

15 Comments
  1. Sou a irmã mais velha de 5 irmãos tambem fico muito triste porque no nosso tempo era ser feliz sem pagar para ser, era ser criança e só, era ser somente feliz sem perceber 😀

    Adorei o que escreveu Ju bjss

  2. Margareth gervason disse:

    Oi quelida concordo com vc e imagina eu que sou velhinha, o que mais me espanta é a falta de educação e consideração os com os mais velhos…Enfim…
    Parabéns pelo post e por sua infância sadia
    Passando para desejar um ótimo feriado!
    BOA SEXTA! ♥
    ♥ Beijos coloridos!

  3. Graças a Deus aproveitei o máximo da minha infância e fui criança de ”verdade”… inocente, que só queria brincar, brincar e brincar!

  4. A minha infância também foi assim inocente,pura magia, só queria brincar,hoje em dia é só ter,e não ser feliz.

  5. Tive uma infâcia parecida com sua. Ficávamos felizes por tão pouco… E hoje as crianças tem tudo e nunca estão satisfeitas. Jamais trocaria os meus tempos de criança pelos de hoje em dia, fui extremante feliz com brinquedos que às vezes eu mesma ou minha mãe confeccionava. Fico triste em ver o vazio que habita a maioria das crianças de hoje.

  6. Karoliny Bezerra disse:

    Amei seu texto e compartilho a maioria das lembrancas. Tenho uma irma de 11 anos (sou 14 anos mais velha) que nao mora comigo e mjito me intristeceu quando ela disse que estava chateada com a nossa mae porque nao ganhou o play station nivel geracao 12334648 kkkkk. Lembro de quando eu brincava de cola-cola americana, pulava elastico e era madrinha das “filhinhas” das minhas amigas da rua.
    Por um lado penso que nossa geracao (hoje adulta) tem uma parcela de culpa nesse consumismo infantil, pois tambem vislumbramos com a alta tecnologia e as vezes demonstramos isso (crianca e espeerta e observa) como se fosse a 8º maravilha do mundo. E claro que fiquei feliz por ter um ipad, um iphone (tiro fotos otimos e brinco no instagram) e outras coisas que brilham os nossos olhos. Porem, temos que refletir sobre a importancia da simplicidade e valorizar isso ao apresentar para nossos filhos. Fazer programas longe dessa tecnologia toda talvez seja bem interessante, viajar para apresentar culturas diferentes, lugares com o nivel de desenvolvimento diferente, ensina-los a se doar mais, acredito que isso contribui para o desapego. Nao e facil, eu concordo, tendo em vista o poder de persuasao que a midia tem sobre todos nos, principalmente sobre os nossos pequenis. Mas vale a pena a tentativa com eles e o autopoliciamento sobre o que tambem nossa geracao tem valorizado hoje. 😀 Adoro vcs e linda as fotos!!!!

  7. Também fui dessa época onde o simples era o melhor ,mas isso passou infelizmente.
    A Ju disse tudo bjs.

  8. É TRISTE , MAS TENHO 1 FILHO E 2 SOBRINHAS EU PASSO ISSO PRA
    ELES NA HORA DAS BRINCADEIRAS EU ENSINO E NISSO EU REPARO Q ELES ACABA PASSANDO PARA OS AMIGUINHO ………..NA HORA DE COMPRAR BRINQUEDO …..

  9. Ju tinha q ser vc p trazer uma reflexão a um site de beleza. Gostei de ver suas fotos de infância, acho que somos da mesma geração, pegamos um pouco do inicio da erotização e mercantilização da infância. Tanto q vc mesma disse q se vestia de paquita. Toda essa situação é histórica, desde então, a criança corresponde a um nicho mercadologico q gera lucro, assim, o importante é transforma-la em adulto precoce para acelerar o impulso ao consumismo.

    1. Oi ma, é uma pena tudo isso né?

      Acho tãooo importante esse tipo de reflexão, porque são infâncias sendo roubadas…

  10. é verdade ju… como era bom…quanta saudade que eu fico de quando eu era criança, morava na roça e e minha família éramos muito felizes… mass agora tudo mudou,infelizmente mudou…
    eu era criança inocente aproveitava as coisas mais simples da vida, hoje ninguém sabe nem o q é isso…e acha bobagem quando a gente fala dessas coisas…bjsss

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.