Dicas para não errar no planejamento da casa

As indecisões estão sempre presentes quando decidimos fazer algumas mudança na casa, elas aparecem desde as mais simples como qual a parede e a altura correta para se colocar um quadro, chegando até a quantidade de tomadas nos cômodos e o local apropriado para uma luminária.

Como sabemos que consertar decisões erradas é muito mais difícil do que tomar as decisões corretas, vamos compartilhar com vocês dicas superbacanas afim de evitar transtornos futuros e otimizar o trabalho partindo pelas escolhas adequadas. Para tanto, vamos utilizar as excelentes ideias das arquitetas Luciana Correa e Elaine Delegredo.

Vamos começar pela cozinha, o local mais delicioso da casa. Quando o assunto é cozinha americana, a primeira preocupação é pensar bem antes de quebrar a parede para integrar os dois cômodos: cozinha e sala. Com a falta da parede, os eletrodomésticos ficarão à mostra, o que gera a necessidade de organização dos moradores da casa e também do bom estado dos utensílios, já que farão parte da decoração. Se a organização não for o seu forte, é melhor nem cogitar essa ideia, pois ela pode trazer um certo incômodo por conta da bagunça que fica às vistas de todos.

19720121159146
Minha experiência não foi tão feliz nesse sentido, por mais que eu e meu marido tentássemos manter tudo em ordem, a falta de uma mesa ou qualquer outro móvel de apoio, nos fazia encher a bancada dos mais variados objetos. E como eu disse, a sensação de bagunça era constante. Já na casa nova, não nenhuma bancada, quando vi o apartamento fiquei até feliz, porque dessa forma não vamos acumular objetos na cozinha!

Outro ponto importante que precisa de atenção especial, é a necessidade de itens modernos que fazem toda a diferença no espaço aberto. Uma iluminação bem planejada e uma coifa, conseguem tornar o visual muito charmoso sem muito esforço. Claro que além de muito bonita, uma coifa de qualidade faz o serviço de desodorização na cozinha, ela manda embora os cheiros de fritura e a fumaça que costuma aparecer sempre por ali. Já a iluminação dá o toque especial para arrematar o visual da cozinha, serve tanto para auxiliar na preparação dos alimentos, quanto para auxiliar na limpeza do ambiente, uma vez que a luz não deixa uma sujeirinha passar despercebida.

A arquiteta Luciana Correa, chama atenção para as cores das luzes da sala e da cozinha. É preciso optar pela mesma tonalidade de cores nos cômodos, isso porque uma luz fria na cozinha, associada a luz amarelada da sala, pode prejudicar todo o visual. A dica é unir a iluminação artificial com luminárias à luz natural.

Com os dois ambientes integrados, a harmonia deve reinar e, por isso, a decoração precisa ser pensada em conjunto. Afinal, acaba ficando um ambiente dois em um, então opte por cores que conversam entre si para garantir o sucesso do ambiente.

Ainda ressaltando a importância da harmonia, os eletrodomésticos também não escapam desse pré-requisito. Ela precisa ser avaliada, vamos combinar né, uma geladeira na cor branca, com um fogão em inox não fica legal, daí é sempre bom seguir essa dica.

living

Espaço para circulação

Quando o local é espaçoso, às vezes falta criatividade, ou até mesmo grana, para decorar de uma forma bacana. Mas em se tratando de lugares menos espaçosos, as decisões devem ser mais criteriosas, principalmente na escolha do mobiliário. Ah eu sei que a vontade de espalhar móveis pela casa, é grande, mas a palavra de ordem é moderação na hora de montar a disposição deles no espaço. Até porque, basta um pouquinho de exagero para dificultar a circulação e ninguém merece ficar desviando dos móveis para não esbarrar. Medir o espaço que vai sobrar para o armário é essencial, depois de comprado fica mais difícil encontrar outro com tamanho ideal na mesma loja.

Tenha uma trena sempre em mãos, assim você facilita seu trabalho e deixa de lado as compras erradas. Pense que nem sempre sua insistência por uma peça vai valer depois que não houver espaço para andar na casa. A exemplo de uma mesa de centro, se o espaço for mínimo, ela pode ser uma “pedra de tropeço” no meio da sala.

Eu acho linda as mesinhas espelhadas, me apaixono por uma sempre que vou à loja de decoração, mas tenho plena certeza de que se a colocasse na minha sala, minha panturrilha viveria cheia de pancadas e os dedinhos dos pés não sairiam ilesos. Então decidir não me atrever nessa aquisição por enquanto! O mais importante é avaliar a sua necessidade e fazer escolhas assertivas pensando nela, ou seja, se você precisa de uma mesa e no centro da sala não há espaço para uma, prefira uma mesa de canto. Essa é uma ótima pedida para solucionar o problema.

Medidas de espaço

Na cozinha a geladeira e o forno necessitam de no mínimo 70 centímetros para que as portas possam ser abertas por inteiro. Já os outros precisam de 60 cm livres. No quarto, é a cama quem ocupa o maior espaço, e é por esse motivo, que é preciso pensar bem antes de colocar um box super king no seu quarto. Por mais que as portas do guarda-roupa sejam de correr, você vai precisar de um local livre para circular no seu próprio quarto, ou não? Se ninguém quer andar esmagado entre os dois móveis, escolha uma cama menor, porque esse tipo de situação pode até não ter problema no início, mas com o passar do tempo, a paciência vai acabando.

closets

Guarda-roupa e Closet

Para os marinheiros de primeira viagem, a arquiteta Elaine Delegredo diz que há uma profundidade mínima que é de 55 cm. Essa medida é ideal para que as roupas possam ser acomodadas nos cabides sem amassar. Se você não tem um closet igual das mulheres do filme Sex and City, opte por gavetas e nichos, dessa maneira, seus pertences serão bem acomodados. Separe um espaço com a profundidade indicada para os cabides.

O closet sem portas está super em alta e por isso muitas mulheres se pegam na dúvida de colocar portas ou não. Decida-se considerando o fato de que o closet com portas garante a organização do ambiente, sem falar da facilidade de manter todas as roupas e demais objetos livre da indesejada poeira e longe do desbotamento, já que a luminosidade será isolada. Enquanto o aberto exige muita organização, então por favor, se você não é organizada, mantenha as portas fechadas.

A facilidade da ausência das portas se dá por conta da melhor visualização dos itens, do ar moderno inerente ao armário aberto e também por conta do mal cheiro provindo do mofo, que neste caso aparece muito pouco, já que há ventilação no armário.
O criado mudo é o amigo fiel de todas as noites, um dos itens mais práticos do quarto. Mas infelizmente nem sempre há espaço para ele ficar ao lado da cama sem atrapalhar abertura das portas, então o que fazer? Converse com o marceneiro ou a loja especializada que fará os móveis da sua casa e peça para desenvolver uma cabeceira com nicho integrado, elas facilitam e muito a vida de quem não dispõe de muito espaço e garantem a mesma função do criado mudo.

Blogportobello_Quadros_71

Aonde colocar os quadros?

Geralmente as mulheres são as mais indecisas e os homens ficam aguardando elas decidirem em qual parede colocar o quadro, qual a altura ideal e outras questões. Então para facilitar a sua vida siga as dicas que vão esclarecer as dúvidas mais comuns para evitar os furos errados e o arrependimento que vem depois deles. Uma das medidas que sempre dão certo, e por isso são usadas como padrão, indica a distância de 1,60 m do piso para o meio do quadro. Explicando melhor, o centro do item deve estar na distância indicada, pronto agora você já pode furar sua parede sem medo.

Quando eles estiverem expostos sob algum móvel como por exemplo, um sofá ou uma mesa, a regra é que ele esteja a 30 centímetros acima do móvel. Partindo do princípio de que o teto tem altura considerada normal, para que não fique muito próximo ao teto. As profissionais ensinam um truque muito válido, antes de fazer a composição, corte um jornal do mesmo tamanho do quadro que deseja pendurar e coloque-o no local escolhido grudado com fita crepe. E pronto, está dado fim a dúvida cruel e aos consertos desnecessários, uma vez que podem ser evitados desde o início.

Os quadros mais leves podem ser colados na parede com o auxílio de uma boa fita dupla face. Os mais pesados pedem os tradicionais parafuso e bucha. Assim não há risco de queda do item, é sempre melhor prevenir do que remediar.

fotos-cozinhas-americanas-modernas

Não esqueça das tomadas

Já percebeu que por muitas vezes ela fica esquecida e só depois dos móveis dispostos nos locais escolhidos, é que lembramos das tomadas. Quem nunca passou por isso?

Se a casa ainda está na planta, as chances de erro são bem menores, então já comece a pensar na disposição dos seus móveis o quanto antes. Use da expertise do arquiteto para te ajudar nesse trabalho. Se a casa já estiver pronta, o jeito é se adequar à ela. Comece fazendo uma lista dos eletrodomésticos que você tem e que ficarão no dispostos no local. O ideal é seguir a mesma medida das tomadas existentes, mas se a reforma for drástica e muitos detalhes serão mudados, inclusive as tomadas, siga as alturas padronizadas para não ocorrer erro.

Quando as tomadas forem baixas, instale em 30 cm de distância do chão, as de altura média, podem ser instaladas de 1m a 1,30 m de distância, enquanto as mais altas, pedem 1,90. Lembre-se que nem todas as tomadas são iguais, por mais que elas se pareçam muito, elas possuem diâmetros diferentes, o que pode ser um grande problema quando não observado. Alguns aparelhos, só se encaixam nas de tamanhos maiores, de 20 amperes.

Algumas vezes é preciso cortar o frontão, aquele acabamento em granito que fica em volta da pia. Por isso analisar a altura das tomadas é sempre essencial, calcule a altura para que fique acima do granito, ou dependendo da situação, abaixo dele.

Luminária

luminárias-de-vidro-glo-da-italiana-penta

O toque especial das luminárias é sempre bem-vindo dentro de casa. Elas garantem um charme a mais e conseguem transformar o ambiente facilmente. E é por isso, que precisamos levar em conta algumas recomendações do tipo verifique o espaço antes de furar o teto. Na lista dos erros mais comuns, está luminária que depois de instalada, se colocada da forma incorreta, pode acabar batendo numa porta, por exemplo. Portanto, abra as portas que estão próximas ao local escolhido para a reluzente, veja o espaço que ela faz ao ser aberta e só depois comece os furos. Se realmente não há para onde correr e você não quer abrir mão de um ponto de luz destacado, recorra ao estilo embutido, junto ao teto, elas não vão ser incomodadas.

Também pode acontecer de furar o local errado quando ela está posicionada em cima da mesa. Sinceramente não fica muito legal, sempre que possível, disponha a luminária ao centro da mesa, se não, recorra à um espaço mais adequado.

Na hora definir o projeto

É nesse momento que muitos dos transtornos podem ser evitados. Seja muito realista com o profissional que está realizando o projeto da sua casa, descreva todas as suas necessidades e como é sua rotina no dia a dia. A função dele é tentar dar vida à um projeto com a sua cara, que se adequa muito bem à sua realidade de vida.

Dicas para não errar no planejamento da casa
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.