Isso é Mesmo Déficit de Atenção?

Alguém aqui já ouviu falar de déficit de atenção? Pois isso foi algo que acompanhou por muito tempo…

Desde pequena sempre fui diferente das outras pessoas…Não me interessava pelo que elas se interessavam, não entendia ou via as coisas como elas viam ou entendiam… Eu era extremamente temperamental, observadora, sensível, emotiva e, como dizia minha mãe , “uma onça, arisca, cismada, que ninguém controla!”

Em resumo, sempre fui extremamente difícil, porque o que funcionava com a maioria das pessoas nunca funcionou comigo…Era exatamente o tipo de pessoa que, ainda pequena, só direcionava a energia pro que queria…Enfim, eu era um saci mirim!

Nunca respeitei uma pessoa por isso ou aquilo, eu só sei respeitar quem me respeita.

Não consigo prestar atenção no que as pessoas falam se aquilo não me interessar, e não acho isso nada demais, porque pra mim isso é o lógico.

Eu nunca consegui aprender algo que não quis, só porque tinha que aprender, porque, infelizmente, a minha cabeça não funciona dessa forma e, por isso, uma neurologista disse que eu possuía Deficit de Atenção.

Acho meio burro isso de catalogar, de rotular uma pessoa como tendo deficiência de atenção simplesmente porque ela não aprende o que não tem interesse. Porque a verdade é que eu só me concentro no que me interessa, já que o resto, pra mim, não tem importância. E, mais que isso, quando algo me interessa eu entro em um estado de super atenção , por que eu me concentro de tal forma que o mundo pode cair e eu não me importo.

O que me interessa, eu aprendo com uma rapidez absurda e me concentro absolutamente, então, como dizer que é isso é deficiência de atenção?

Foto: Reprodução

Outra coisa que ninguém nunca entendeu e que, pra mim, é bastante simples é: eu só aprendo pela experiência, e se aprendo jamais esqueço, então, ficar repetindo as coisas não é algo que me faça aprender… Eu nunca consegui aprender nada com alguém me ensinando, só aprendo lendo, fazendo…

Quanto às outras características do Deficit de Atenção, exceto a desorganização, nunca apresentei nenhuma.

O que eu acho, mesmo, é que as pessoas são muito diferentes umas das outras e, por isso, possuem necessidades diferentes.Portanto, catalogar como doença o que é uma “diferença” não me parece uma coisa muito sensata.

Na verdade, acho que a coisa banalizou demais, porque hoje qualquer criança hiperativa (qual não é?) é catalogada como TDAH e entupida de ritalina, que é até hoje o melhor medicamento para controle da doença.

E não, eu não sou contra o uso da Ritalina, porque ela realmente ajuda, mas acho que medicamento, sobretudo os que atuam no sistema nervoso, deve ser de uso restrito.

Nunca me incomodou isso de ahh, você é TDAH, porque isso é uma grandessíssima besteira, até porque isso nunca me atrapalhou em NADA na vida. Sempre fui boa aluna, sempre tive notas muito  boas, fiz faculdade, me formei, trabalho horrores, e isso sem nenhum drama, sem nenhum esforço sobre-humano e sem nenhum remédio.

Acho que, se isso for mesmo Deficit de Atenção, é uma benção, porque enquanto meio mundo de gente fica perdido no meio de milhares de possibilidades, eu direciono certinho pro que é do meu interesse. Agora, me digam, isso é transtorno???Lógicooooo que não!

Depois a gente conversa mais sobre isso, ta? Daí eu falo direitinho da ritalina!

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br / https://www.facebook.com/JuLopesPE

 

Isso é Mesmo Déficit de Atenção?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

6 Comments
  1. Tenho 25 anos e sempre fui diferente, descobri que era TDAH há poucos anos e minha vida mudou muito depois disso, passei a me entender melhor e lidar melhor comigo mesma.
    Sempre achei besteira essa coisa de TDAH, que era coisa de criança sem limite e que o TDAH não conseguia se concentrar em nada, depois de muito ler e pesquisar, entendi que o TDAH pode sim se concentrar, e ter o hiperfoco, mas apenas naquilo que lhe interessa e ativa a parte frontal do cérebro.
    Além disso, quem me ve, tranquila, não acredita que sou hiperativa, mas na verdade minha hiperatividade é mental, estou sempre com a cabeça a mil, pensando mil coisas ao mesmo tempo, além de não conseguir fazer uma coisa de cada vez.
    Tentei tomar ritalina, mas não fez efeito, o que tem funcionado é meu esforço pessoal e autopoliciamento, como por exemplo pra terminar as coisas que eu começo.
    Enfim, tbm não concordo com rótulos, mas concordo que o autoconhecimento influencia direta e positivamente nossa qualidade de vida.

  2. ” Sempre fui boa aluna, sempre tive notas muito boas, fiz faculdade, me formei, trabalho horrores, e isso sem nenhum drama, sem nenhum esforço sobre-humano e sem nenhum remédio.”
    Isso n caracteriza o quadro clínico do tdah, q é o contrário disso tudo e por isso é considerado nocivo para o portador.

    1. Loren, pois é, e mesmo assim uma médica irresponsável me caracterizou como Tdah e, aos 5 anos, queria me encher de ritalina…O que eu pontuo é como os médicos, alguns, não tem a menor noção de diagnóstico, porque é obvio que eu sempre fui “temperamental” e sempre fiz as coisas do meu jeito, mas isso não significa que eu seja tdah…Bjoo

  3. Juu nao acreditoo…achei q era só eu que era catalogada de TDA ou DDA! Esse post caiu pra mim na hora certa, pois eu estou sem saber se uso ou nao a ritalina! um medico amigo meu que, ao conviver comigo por alguns dias, percebeu isso e falou para eu procurar um especialista. Eu sempre tive dificuldade para me concentrar, sempre fui hiperativa e às vezes isso me atrapalha, mas nada q tenha me impedido de ir bem na escola ou entrar na faculdade, mto pelo contrario, sempre acostumei a fazer muitas atividades. Tenho muita dificuldade para programar e concluir minhas tarefas, compromissos…acabo me atrasando na maioria das vezes, mas, diferente de voce, eu sou extremamente organizada com roupas,sapatos, etc; entretanto, com os “fatos da vida” como vc diz, eu ja nao consigo me organizar, que é o que eu acho que mais me atrapalha!

    beijosss

  4. Olha Ju…oq posso dizer é que os pais, professores (ou melhor tios(as), prô e por ai afora), nos dias de hoje acham melhor “catalogar” seus “anjinhos” a educar como se deve de verdade com amor sim e muito carinho…mas também com rigor…porque quem está perdendo es tá guerra são as próprias crianças…cheias de mimos e direitos e sem nenhum dever ou respeito…bjs…gosto demais de vc

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.