O Profeta, de Khalil Gibran – LIVRO

Meninas, tudo bem???

Olha, algumas pessoas ainda não receberam o livro de Mirdad e outras não receberam resposta para seus e-mails porque meu not entrou em crise existencial e não quer responder mais!

Juro valendo que ele simplesmente não quer mais ligar e como estou viajando ( amanhã conto todosssss os babados para vocês!) não tenho como pegar o arquivo do livro ( que tenho salvo no computador de casa) e nem tenho como passar muito tempo com o not alheio ( namorado é um anjo, mas não posso abusar, né?) para responder e-mails, tá?

Mas amanhã eu chego em casa e tudooo volta ao normal, viu? Todo mundo terá respostas e livro, ok?

O livro de hoje é bem conhecido e o autor é um daqueles gênios que Deus teve a gentileza de nos presentear. Ahhh é, pra mim essas pessoas super inspiradas, criativas e que falam de forma a tocar o nosso coração, são mesmo presentes divinos. Só pode!

Pois bem, Gibran escreveu vários livros, mas O Profeta é, sem dúvida, o mais belo de todos.

Esse livro vem em forma de questionamentos e respostas sobre os mais diversos temas: alegria, tristeza, paixão, amor, filhos, trabalho, crime, castigo, leis, amor e amizade, dentre outros.

É um livro simples e profundo, como todas as coisas que são verdadeiramente belas. Vale MUITO à pena ler e ter guardadinho para quando a gente precisa de inspiração, direcionamento, conselhos…

Vejam alguns trechos:

1- ” Amai-vos um ao outro, mas não façais do amor um grilhão: que haja antes um mar ondulante entre as praias de vossas almas. Enchei a taça um do outro, mas não bebais na mesma taça. Dai de vosso pão um ao outro, mas não comais do mesmo pedaço.Cantai e dançai juntos, e sede alegres, mas deixai cada um de vós estar sozinho, assim como as cordas da lira são separadas e, no entanto, vibram na mesma harmonia. Dai vossos corações, mas não os confieis à guarda um do outro. Pois somente a mão da vida pode conter vossos corações.”

2- ” E eu vos digo que a vida é realmente escuridão, exceto quando há um impulso. E todo impulso é cego, exceto quando há saber. E todo saber é vão, exceto quando há trabalho.E todo trabalho é vazio, exceto quando há amor. E quando trabalhais com amor, vós vos unis a vós próprios, e uns aos outros, e a Deus.”

3- “E que é trabalhar com amor? É tecer o tecido com fios desfiados de vosso próprio coração, como se vosso bem-amado fosse usar esse tecido. É construir uma casa com afeição, como se vosso bem-amado fosse habitar essa casa. É semear as sementes com ternura e recolher a colheita com alegria, como se vosso bem-amado fosse comer-lhe os frutos. É pôr em todas as coisas que fazeis um sopro de vossa alma, e saber que todos os abençoados mortos vos rodeiam e vos observam.”

4- ” O trabalho é o amor feito visível.”

5- ” “Vosso amigo é a satisfação de vossas necessidades. Ele é o campo que semeais com carinho e ceifais com agradecimento. É vossa mesa e vossa lareira. Pois ides a ele com vossa fome e o procurais em busca de paz. Quando vosso amigo expressa seu pensamento, não temais o ‘não’ de vossa própria opinião, nem prendais o ‘sim’.

E quando ele se cala, que vosso coração continue a ouvir o seu coração, porque na amizade, todos os desejos, ideais, esperanças, nascem e são partilhados sem palavras, numa alegria silenciosa. Quando vos separais de vosso amigo, não vos aflijais. Pois o que amais nele pode tornar-se mais claro na sua ausência, como para o alpinista a montanha aparece mais clara, vista  da planície. E que não haja outra finalidade na amizade a não ser o amadurecimento do espírito.

Pois o amor que procura outra coisa a não ser a revelação de seu próprio mistério não é amor, mas uma rede armada, e somente o inaproveitável é nela apanhado. “

6- “E que o melhor de vós próprios seja para vosso amigo. Se ele deve conhecer o fluxo de vossa maré, que conheça também o seu refluxo. Pois, que achais seja vosso amigo para que o procureis somente a fim de matar o tempo? Procurai-o sempre com horas para viver: o papel do amigo é de encher vossa necessidade, não vosso vazio.”

7 – “ Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.”

8- “ A simplicidade é o último degrau da sabedoria.”

9- “ Anda, parar é covardia e olhar para a cidade do passado é ignorância.”

10 – “Quando o amor vos chamar, segui-o, embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados; e quando ele vos envolver com suas asas, cedei-lhe, embora a espada oculta na sua plumagem possa ferir-vos; e quando ele vos falar, acreditai nele, embora sua voz possa despedaçar vossos sonhos como o vento devasta o jardim.

Pois, da mesma forma que o amor vos coroa, assim ele vos crucifica. E da mesma forma que contribui para vosso crescimento, trabalha para vossa poda. E da mesma forma que alcança vossa altura e acaricia vossos ramos mais tenros que se embalam ao sol, assim também desce até vossas raízes e as sacode no seu apego à terra. Como feixes de trigo, ele vos aperta junto ao seu coração. Ele vos debulha para expor vossa nudez. Ele vos peneira para libertar-vos das palhas. Ele vos mói até a extrema brancura. Ele vos amassa até que vos torneis maleáveis. Então, ele vos leva ao fogo sagrado e vos transforma no pão místico do banquete divino.

Todas essas coisas, o amor operará em vós para que conheçais os segredos de vossos corações e, com esse conhecimento, vos convertais no pão místico do banquete divino.”

11 – “Todavia, se no vosso amor, procurardes somente a paz do amor e o gozo do amor, então seria melhor para vós que cobrísseis vossa nudez e abandonásseis a eira do amor, para entrar num mundo sem estações, onde rireis, mas não todos os vossos risos, e chorareis, mas não todas as vossas lágrimas.”

12  – “ O amor nada dá senão de si próprio e nada recebe senão de si próprio.O amor não possui, nem se deixa possuir. Pois o amor basta-se a si mesmo. Quando um de vós ama, que não diga: “Deus está no meu coração”, mas que diga antes: “Eu estou no coração de Deus.”  E não imagineis que possais dirigir o curso do amor, pois o amor, se vos achar dignos, determinará ele próprio o vosso curso.”

Quem quiser ler esse livro pode me enviar um e-mail, tá? Amanhã mesmoooo eu envio para vocês o PDF dele!

Beijos

Ju

@JuLopesL / JuLopesPE  (Facebook)

julianalopes@patricinhaesperta.com.br

O Profeta, de Khalil Gibran – LIVRO
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.