Por Que Fazer Concurso Público?

Já faz um tempo que queria abordar esse tema aqui no Patricinha Esperta (PE para os íntimos…hehehe), porque uma parte grande das pessoas que eu conheço fizeram, estão fazendo ou pretendem fazer concurso público, inclusive eu ( relaxem que jamaissssssssssssssssssssss deixarei de escrever aqui!). E se é algo que faz parte dos nossos dias, que está conosco todo o tempo e que, sim, nos angustia, a gente tem que papear sobre, né?

Acredito que todas as pessoas que fazem concurso público possuem um objetivo básico: ESTABILIDADE. Porque, digam o que disserem, ter a certeza de que chovendo ou fazendo sol, com tsunami ou vendaval, aconteça o que acontecer, você irá receber todo mês seu santo dinheirinho dá uma segurança enorme.

Além do salário certo, ter horários definidos, plano de saúde, aposentadoria, férias, finais de semanas e feriados pesa muito na decisão.

Foto: Reprodução

Claro que, pra gente hiper ativa como eu, tem a parte complicada, que é a rotina. Ir todos os dias para o mesmo lugar, no mesmo bat  horário, fazer as mesmas coisas pode sim ser complicado. Além disso, muitas vezes o serviço público não funciona, mas ainda acho que esses detalhes são insignificantes e contornáveis  diante da infinidade de benefícios.

Eu, na verdade, nunca soube o que  ” queria ser quando crescer”, porque tinham tantassssssss coisas pra ser, que ser uma coisa só me parecia muito chato.!Mas gostava do fato de ver que, mesmo nos piores momentos país, mesmo com greve, recessão, crise econômica, desemprego e inflação nas alturas, minha mãe estava tranquila, pois, funcionária pública, podia chover canivete que o dinheirinho dela iria entrar na conta no dia certo e nada, nesse sentido, nunca iria pegá-la desprevenida.

Isso dá uma segurança gigantesca. A segurança de saber que a gente SEMPRE vai poder contar com aquilo. E pra mim, que sou extremamente controladora, isso parecia o caminho certo.

Foto: Reprodução

Apesar de tudo isso, estudar pra concurso é extremamente complicado, porque envolve tantos fatores, muitas vezes desanimadores, que a gente pensa muitas vezes em desistir. Pra mim a sensação é essa: Ju lutando contra Ju todos os dias. Mas, como bem disse minha escritora musa, Clarice Lispector, eu sou mais forte que eu

E é isso que a gente tem que ser, até passar. Porque não é fácil trabalhar o dia inteiro, cuidar de cachorro, casa, filho, marido e de noite ainda ter força pra encarar, de cuca fresca,  um curso para concurso… Eu, que não cuido de casa, nem de filho e nem de marido,  chego no curso todos os dias querendo cama, mas, competitiva que sou ( leoninaaaa), fico até o último segundo, anoto tudo e brigo com cada parte do meu corpo e da minha mente que clama por descanso para que eu possa aprender e absorver tudo aquilo.

Não é fácil… E é preciso MUITA disciplina, dedicação, esforço e muito, muito  foco!

Mas vai compensar, porque, cedo ou tarde, a gente vai passar!

Vou falar sobre esse tema pela menos umas duas vezes por semana, tá?

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

https://www.facebook.com/JuLopesPE

Por Que Fazer Concurso Público?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

7 Comments
  1. É Ju, com certeza a ESTABILIDADE é algo que só o funcionário público brasileiro tem!!! E infelizmente, por conta disso, depois do ESMERO ABSURDO para entrar, eles mesmos é que iniciam as “greves, manifestações, algazarras e paralisações” ABSURDAS também, para melhorar o salário, que aos olhos deles, sempre é “ruim”… Não consigo entender porque tanto esforço para ganhar “mal”. Não estou julgando TODOS! Mas infelizmente grande parte é assim! Que você consiga sua vaga, seu sonhado emprego estável, mas que mesmo a “rotina chata” ou o salário “baixo” não te façam fazer parte daquele tipo de “FUNCIONÁRIO PÚBLICO PADRÃO”:http://www.simonealine.com/2011/09/funcionario-publico-padrao.html

  2. Adoreei *-* Ótimo assunto para se abordar 🙂 Também invisto em concurso, mas anda cada dia mais complicado. Tô na faculdade pela manhã, de tarde no trabalho e então nao me resta quase nada pra estudar =/ Esse ano tô querendo me dedicar mais, sair do trabalho e ficar na faculdade e estudando =D É mais válidoo!

  3. Oi Ju,
    Eu sou funcionária pública, Agente Administrativo. Não sei entre as outras categorias, mas eu como Agente Administrativo reclamo de meu salário sim! É um direito meu e de todo e qualquer funcionário. Reclamo pelo fato de que, por ser um concurso em que só necessita de Ensino Médio, os outros cargos e chefias acham que podem nos fazer de escravos!!! Um Agente Administrativo tem que fazer TUDO! E ai de quem disser perto de mim que funcionário público não trabalha! rsrs… Já até comprei briga por isso, rssss… É fato que existem uns e outros, mas pelo menos aqui em minha cidade (que prefiro não dizer o nome pra me preservar) muitos são os que dão o sangue pelo emprego.
    E vou dizer mais, existe sim o lado ruim da coisa. Essa estabilidade tão boa, pode ser mto ruim também, pois ficamos com medo de arriscar qualquer outra oportunidade que apareça que não seja um concurso e acabamos estagnados por muito tempo! No meu caso, 5 anos e pouco… Infelizmente em minha cidade não tem um cursinho bom para concurso, pq senão seria a primeira da fila, rsrs…
    Enfim, já falei demais, rsrs…
    Beijossss…. =*

  4. Ju PARABÉNS!!!
    Pela força de vontade que esta tendo e que ainda vai descobrir em vc!!!
    Eu e meu namorado estamos nessa luta e não é fácil,ainda mais aqui no Rio de janeiro que parece que tem mais gente do que trabalho!
    mas enfim a luta é grande para todos, a única certeza que tenho é que assim como nascemos morreremos,então sebo nas canelas e vamos viver e ser felizes enquanto pudermos de preferencia com estabilidade,pq não se sabe quando nossa hora vai chegar,rsrsrs!!!

  5. Ju, eu sei o que vc ta passando. Larguei tudo: trabalho, familia, vendi carro e estou investindo há 1 ano em estudos e concursos, estudando de segunda a sábado das 08:00 as 22:30 h, com intervalos apenas para comer e dormir. Desanimei quando nao consegui em um concurso nem passar na primeira fase, mas fui atras e passei em outro. E ainda to nessa, estudos, estudos e mais estudos. As vezes me sinto um zumbi, pq me afastei de tudo, amigos, festas de familia, trabalho. A unica coisa que me anima é, além da estabilidade e o salário é saber que poderei dar uma vida bem mais tranquila pra minha filha, que tem apenas 2 anos, que mal me ve nos fins de semana, pois estou tão cansada e de saco cheio de pensar, que só quero descansar. E ainda tem a familia que é totalmente contra, pois acha que só ficar estudando não vai me levar a lugar nenhum, pois acham que não estou fazendo nada. Estou lutando contra o mundo e contra todos e como diz vc até contra mim mesma, rs. Mas para conseguir só dependo de mim, e tenha a certeza que irei conseguir.
    Grandes beijos e continue na luta.

    1. Ka, vc vai conseguir sim! E vai valer a pena…CERTEZA!

  6. Hoje que vi esse post.
    Estou nessa luta interna há alguns meses, na verdade há dois anos. E em vários momentos quero desistir… Sempre fui aluna “profissa” e não que acreditasse que seria moleza, mas eu acreditava que sabia estudar até entrar num cursinho e demorar quase um ano para entender que estudava errado. Ainda não aprendi tudo, mas luto a cada dia.
    Força! Perseverança! É só o que precisamos. Adorei (MUITO) ler sobre isso!!!
    BJks

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.