in

Quando aprendi que precisava me amar

Oi meninas!

Na vida corrida que levamos, nem sempre conseguimos parar e reparar no que realmente é importante para nossa felicidade. Costumamos ter medo da solidão, de olhar para nós mesmos, de reconhecer erros, defeitos, falhas, fraquezas e aceitar que somos assim mesmo, imperfeitos, cheios de rupturas e espaços vazios a serem preenchidos.

Nem sempre conseguimos acalentar e alimentar nossa alma e nosso coração com coisas verdadeiras, e vamos nos iludindo, acreditando em tudo que o mundo oferece quando na verdade tudo que precisamos é amar a nós mesmos, valorizar, aprender e descobrir quem realmente somos.

meamar - Quando aprendi que precisava me amar

Eu costumava ser daquelas pessoas que fogem de si mesmas e acabei mergulhando em uma vida que não me preenchia em nada e que não ia dar em nada. No dia em que descobri que eu precisava me amar, que eu precisava me pôr em primeiro plano, aprendi tantas coisas que hoje sou uma outra pessoa, não completamente realizada, pois ainda é cedo para tantos outros planos que permeiam minha alma, mas sei que estou no caminho certo.

Quando aprendemos a nos amar, precisamos nos livrar de coisas que nos mantém para trás. Temos que dar adeus a pessoas tóxicas, transformar atitudes e comportamentos autodestrutivos em ações positivas e buscar sempre as alternativas saudáveis para nós. É preciso abrir mão de muitas situações e pessoas que nos mantém presas em eternos ciclos repetitivos, que nos mantém paradas, que sugam nossa energia.

Não é fácil, não é de um dia para o outro. Eu tive que abrir mão de projetos, de amizades de longa data, de crenças que eu tinha sobre mim mesma e sobre as pessoas que me cercavam. Tive que abrir os olhos e aceitar que muito do que pertencia à minha vida na verdade já não me servia mais, já não tinha mais sentido, já não se encaixava mais naquilo que eu queria para mim e que eu, com minha muita falta de amor por mim mesma, insistia em manter por perto.

Quando aprendi que precisava me amar, passei a me observar, a amar meu corpo assim mesmo, a reconhecer meus potenciais, meus limites. Passei a me ouvir, a perceber que sou alguém especial, alguém importante e que, sem mim, minha vida não faz sentido. Devo ser, então, a principal atriz do palco da minha vida e não deixar que outras pessoas guiem e decidam o meu rumo, não posso deixar que passem por cima de quem eu sou, não posso abrir mão daquilo que é mais importante: meu amor por mim.
meamar2 - Quando aprendi que precisava me amar

Quando nos amamos, estamos prontas para amar outras pessoas de verdade, para aceitar o próximo e desenvolvemos a compreensão, a humildade e a empatia. Quando nos amamos, estamos mais preparadas para lidar com nossos relacionamentos, com nossos planos, sonhos e, principalmente, a lidar com as perdas e com os obstáculos da vida. Quando nos amamos, irradiamos luz, alegria, sorrisos e energia positiva.

Esse caminho da descoberta de si mesma, do amor-próprio, é longo, mas o mais importante é dar os primeiros passos. Sei que ainda há muitos medos a serem vencidos, muitas crenças a serem derrubadas e que muito do que vivi ainda precisa ser elaborado. Mas sei, também, que meu amor por mim só me trará coisas positivas, então, por mais difícil que seja, é uma jornada que merece ser vivida.

Meninas, mergulhem nessa jornada também! Vamos aprender a nos amar, a sermos verdadeiras conosco, com quem somos e com o que sentimos. Vamos ser felizes de verdade e não meras marionetes da vida!

Beijos!
Amanda Carvalho (amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima. Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas.

Comentários

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando ...

0

Comente Pelo Facebook

0 Comentários pelo Facebook

dasda 800x545 - Ter ou Não portas no closet? Eis a questão

Ter ou Não portas no closet? Eis a questão

magra gorda - As festas acabaram

As festas acabaram