Efeitos Colaterais do Ácido Retinóico

Efeitos Colaterais do Ácido
Efeitos Colaterais do Ácido Retinóico

Cinco efeitos colaterais do ácido retinóico

Quem deseja clarear a pele, seja a área do rosto repleta de cicatrizes das acnes ou seja a área das axilas escurecida por causa do atrito dos métodos depilatórios, deve utilizar algum ácido clareador receitado por um dermatologista especializado no assunto. Uma das substâncias mais utilizadas hoje em dia para estas finalidades é o ácido retinóico, que promove a descamação da camada superficial da pele que está manchada e depois promove a renovação celular da região tratada. Como todos os ácidos existentes, este também pode provocar resultados indesejados caso não seja utilizado corretamente. Conheça cinco efeitos colaterais do ácido retinóico:

Alergia

É muito comum você ter alergia à componentes ou alimentos que você sequer sabe que existe. Por causa disso, algumas pessoas podem desenvolver alta sensibilidade ao ácido retinóico, devendo suspender imediatamente a aplicação tópica do produto na pele. Uma alergia geralmente é caracterizada por bolhas, coceira ou vermelhidão. Então, antes de usar o ácido retinóico para tratar algum problema de pele, como cicatrizes de acne, manchas, rugas ou linhas de expressão, teste o componente químico no seu antebraço. Caso sinta algum dos sintomas das alergias comuns, tal como as bolhas, a coceira e a vermelhidão, não inicie o tratamento.

Ardência

Quando você inicia a primeira aplicação de ácido retinóico, a sua pele está mais grossa, motivo pelo qual as camadas superficiais mais resistentes farão que você não sinta nada com o início do tratamento, causando a impressão de que não está acontecendo nenhum resultado. Nas aplicações seguintes, sentir ardência é normal, pois a sua pele estará mais fina devido à descamação das células imperfeitas que dão origem à renovação celular livre de problemas. Contudo, uma ardência muito mais forte após o uso do ácido retinóico pode significar uma intolerância aos componentes químicos, fazendo com que haja uma leve queimadura.

Hiperpigmentação

Quando você não segue a recomendação dos fabricantes de ácido retinóico, como, por exemplo, não usar protetor solar por cima da região tratada, promover atrito com métodos depilatórios e não aguardar um tempo antes de usar desodorante, você pode acabar fazendo com que a região tratada ganhe uma hiperpigmentação, ou seja, ao invés da mancha clarear, ela acaba escurecendo ainda mais. Aí não adianta aplicar mais uma camada de ácido retinóico por cima para reverter a situação, não é mesmo? No caso das inflamações das espinhas, a piora do quadro é normal, pois o produto faz as acnes explodirem.

Organismo

Caso você inicie um tratamento clareador com ácido retinóico e sinta algo mais forte do que bolhas, coceira ou vermelhidão, você pode ter alergia a outros componentes presentes na fórmula do produto, motivo pelo qual o teste de prova é sempre recomendado antes da aplicação. Neste caso, a alergia é sentida no organismo, podendo provocar dor articular, dor de cabeça, dor no fígado, náuseas, queda capilar ou zunido. São raros os casos de pessoas que possuem alergias que são sentidas no organismo, reforçando a ideia de que o ácido retinóico precisa ser receitado antes de começar a ser usado.

Vermelhidão

Quando você começa a usar ácido retinóico para clarear cicatrizes de acne e manchas muito escuras, o fato da região ficar avermelhada é completamente normal devido ao fato do produto ser forte, causando uma sensibilidade inicial. Mas, caso a vermelhidão persista em mais aplicações tópicas do produto, você deve abortar o uso e passar alguns dias hidratando a região tratada com bepantol. No caso das cicatrizes de acne, as espinhas são tratadas, então é normal ocorrer uma piora das cicatrizes vermelhas no início do tratamento. No caso das manchas muito escuras, elas irão passar do marrom ao vermelho para depois passarem para a cor da sua pele.

Efeitos Colaterais do Ácido Retinóico
4.5 (89.14%) 35 Votos

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

3 Comments
  1. Olá,
    Usei ácido retinoico receitado pelo dermato e com fórmula, após 2 semanas de uso tive queimadura na pele que estou tratando com antialérgicos e protetor solar no local.
    Há alguma dica para a pele se recuperar mais rapidamente?
    Bjs!

  2. Sair rápido acho difícil, isso aconteceu comigo duas vezes, como queimadura e vermelhidão na pele. Na adolescência tive muita acne no rosto e pescoço, fazia o uso de Differin, me expus ao sol, a pele acabou ficando vermelha e na região do pescoço da vermelhidão foi para manchas escuras
    Demorou meses para sair, mais ou menos 6 meses, mas saiu, este ano usei vitanol A em estrias, no entanto parte de minha pele ficou vermelha e escura. Rejeição aos componentes da fórmula. A pele ainda está escura há mais de um mês, o que está me ajudando é bicarbonato de sódio e limão, claro uso durante a noite. Na primeira aplicação notei um leve clareamento, não sei se todos podem fazer uso, pois cada um tem um tipo de pele diferente. Argila também auxilia no combate às manchas como argila preta, branca e verde.

  3. Patrícia Claro disse:

    Usei o acido retinoico num peeling, no ambulatório de uma Universidade, tive náuseas, mal estar e uma sensação de queimadura insuportável,no momento da aplicação e
    agora com 4 dias de aplicação estou com muita ardência meu rosto ficou escuro em algumas áreas a pele descamou um pouco, meus lábios incharam e tenho dificuldades pra abrir a boca, minha pele realmente queimou.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.