Jump – a um salto do peso ideal

Jump – Um salto do peso ideal – Descubra como chegar lá!

Jump
Jump – a um salto do peso ideal

O próprio nome diz: ‘Jump’ – denominação em inglês que, traduzido para o português, quer dizer salto ou pulo. E esse é o desejo de quem pratica esse esporte: saltar para conseguir o peso desejado, saltar para obter o condicionamento ideal.

O Jump é considerado um exercício aeróbico, onde os praticantes realizam coreografias e saltam em cima de uma pequena cama elástica. Cada movimento sobre o mini trampolim tem uma finalidade específica, por isso deve ser bem orientado por profissionais da área para que possa conseguir o resultado esperado e, principalmente, para que não sofra nenhum dano físico com os movimentos.

A eficácia do Jump

A opção pela prática do Jump é uma sábia escolha se o objetivo é perder peso e melhorar o condicionamento físico. Há pesquisas realizadas por profissionais da área de Educação Física que comprovam uma média de 550 calorias queimadas a cada 40 minutos de treino nessas mini camas elásticas.

Além de emagrecer, a prática constante do Jump ajuda a manter um bom condicionamento físico, que é a capacidade do coração, vasos sanguíneos, pulmões e músculos suportarem tarefas diárias e ocasionais ou desafios físicos inesperados com o menor grau possível de desconforto e cansaço.

Quem pode praticar Jump?

Não existem muitas restrições para prática de Jump. Mas alguns cuidados precisam ser observados! Questões como labirintite, problemas nos membros inferiores, coluna ou articulações e gravidez são alguns impeditivos para fazer aulas de Jump.

Outros fatores também devem ser observados, como: idade, peso (obesidade), pressão arterial e condicionamento físico de uma forma geral, para que possam ser avaliados e acompanhados por um profissional de saúde. Nesses casos, a presença de um Personal Trainer é fundamental para montar os treinos de acordo com as possibilidades do aluno.

Onde praticar Jump?

Existem aulas específicas nas academias e são muito concorridas. A propósito, a procura por treinos com Jump está cada vez maior, principalmente entre as mulheres. Isso se deve ao fato de ser praticado em grupo, geralmente com música e deforma bem animada – um verdadeiro lazer! Sem contar que o corpo fica todo trabalhado, principalmente as pernas e o bumbum, que ficam de fazer inveja a qualquer um!

Também é possível praticar Jump em casa e nem é muito caro o aparelho para comprar. Basta separar um horário diário e, de preferência, alongar o corpo antes e depois do exercício, principalmente as pernas e pés. Para fazer tudo certinho, busque orientação com algum profissional da área. E, não esqueça, antes de iniciar qualquer atividade física, procure um médico para atestar sua capacidade de praticar tal esporte.

Dicas para aula de Jump

Alguns cuidados são fundamentais na prática do Jump. Por exemplo:

  1. Não faça aulas sem sapatos; use sempre um tênis confortável, adequado para o exercício;
  2. Como é uma prática saltitante, o ideal é usar um sutiã ou – de preferência – um top (até mesmo dois!) bem reforçado;
  3. A posição ideal do corpo é com o abdômen contraído, o tronco um pouco para frente e as pernas firmes, sem fazer hiperextensão dos joelhos;
  4. Aprenda os movimentos ensinados pelo professor ou Personal Trainer e não fique frustrada se não conseguir fazer logo tudo de cara. O importante são as pernas em primeiro lugar, depois pode ir se adequando ao resto (braços e coreografias);
  5. Evite dar pulos; o movimento correto é empurrar a lona da cama elástica com os pés. Dessa forma, naturalmente o seu corpo será ‘jogado’ para cima e a tensão que suas pernas devem fazer será sempre para baixo, trabalhando a musculatura com mais intensidade e sem perigo de distensão, por isso também os pés precisam estar apoiados na lona, nada de ponta de pé!

O Jump e os seus benefícios!

Por ser uma atividade de alto gasto calórico, o Jump é muito procurado para perder peso. Mas além de emagrecer, o Jump também oferece outros benefícios, tais como:

  • A redução de celulites;
  • Melhora da circulação linfática;
  • Definição da musculatura, principalmente das pernas e glúteos;
  • Tonificação dos músculos;
  • Melhora da coordenação motora e equilíbrio;
  • Emocionalmente, reduz o estresse, a ansiedade e libera tensões por meio do relaxamento muscular;
  • Maximiza a resistência física, por consequência da melhora do desempenho do sistema cardiovascular.

A melhor parte do Jump…

De todos os benefícios que o Jump proporciona a saúde, os quais já estamos bem cientes, o principal é a diversão! O fato de pular em cima de uma cama elástica, além da sensação de liberdade que o corpo vivencia, existe uma referência a qual quem pratica o Jump é remetida: a volta a infância! É inevitável o clima de brincadeira de criança, sempre que o seu corpo é jogado para o alto, causando uma adrenalina que relaxa e diverte.

E se todo exercício for encarado com prazer, embalado por uma boa música, os treinos tendem a se tornar momentos de real prazer. E ao experimentar uma atividade física que regula a emoção e a percepção da dor, o cérebro libera uma substância natural, que causa redução do estresse, ansiedade e tensões de uma forma geral. Estamos falando da ‘endorfina’ – hormônio do bem estar e plenitude!

Lembre apenas que para usufruir de todos esses benefícios do Jump, a prática precisa ser regular e bem orientada por profissionais da área, tá? No mais, salte, emagreça e divirta-se!

Jump – a um salto do peso ideal
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.