Limpeza de pele sem usar as mãos e sem sentir dor!

Depois da Páscoa, depois do verão, depois de uma semana de férias, antes de uma festa badalada como um casamento ou formatura. Não tem data certa para fazer uma limpeza de pele no seu rosto, mas uma hora ou outra ela precisa ser feita. E, como na maioria das vezes, vai doer um pouquinho. Aperta aqui, aperta ali, espreme na testa, no canto do nariz e no queixo. Não adianta fugir: no final da sessão, muitas mulheres ficam vermelhas e com o rosto inchado.

A boa notícia é que essa tortura está com os dias contatos. Isso porque a novidade do momento no mundo da beleza e da limpeza de pele é um equipamento que substitui a mão da esteticista na hora do procedimento, amenizando a dor e a vermelhidão. Quem tem acne vai agradecer por esta novíssima tecnologia. Quanto mais espinhas e inflamações uma mulher tem no rosto, mais ela vai sofrer na hora da limpeza de pele. E com esse aparelho pode ser tudo muito diferente!

A dor conhecida durante as sessões de limpeza de pele até então é causada pela extração de comedões, chamados popularmente de cravinhos, com uma ponta preta que marca a pele. Quando eles são retirados, geralmente a pele fica vermelha e também com os poros abertos, deixando o rosto mais marcado. A partir de agora, deitar na maca da clínica de estética não vai ser tão dolorido assim. Em vez das mãos e unhas depois dos cremes e esfoliantes, vem um aparelho que limpa com profundidade a pele, sem nenhum jogo de espreme-espreme.

limpeza-pele

Um dos tratamentos que estão ganhando várias adeptas é a limpeza 3D. Mais conhecida como um peelig ultrassônico e bem poderoso, que utiliza uma espátula vibratória para arrancar os cravinhos e também as espinhas mais inflamadas, sem nenhum apertão. Esse aparelho promove uma limpeza profunda com a ajuda de uma esfoliação leve, que não arranca nenhuma camada da pele, a não ser as células mortas, promovendo uma renovação celular.

E o melhor de tudo: esse peeling não causa nenhuma dor na hora do procedimento. A espátula utilizada no procedimento consegue estimular o colágeno e deixar a pele mais firme. Isso porque ela aumenta a circulação na região do rosto e também deixa a pele mais hidratada e com menos oleosidade.

Outro tratamento que não causa vermelhidão, dor e nenhum incômodo é o lifting com luvas que conseguem emitir uma corrente elétrica na pele. Esse tratamento é ideal para quem sofre com acne e também que já tem rugas ou marcas de expressão mais fortes no rosto. É ótimo para fazer a limpeza e também estimular a circulação, melhorando a aparência da pele, estimulando a produção de colágeno e também eliminando manchas. Depois destas luvas serem aplicadas, é aplicado cremes que acalmam a pele e cicatrizam pequenas imperfeições como espinhas e rugas.

A limpeza com laser, conhecida entre os especialistas de fotônica, é conhecida na Europa e nos Estados Unidos e agora que chegou no Brasil. É uma limpeza feita através de laser, com ajuda de lâmpadas de LEDs, que emitem cores (azul e vermelho) no rosto, dilatando os poros. Depois, a limpeza dos cravos e espinhas fica mais fácil e menos dolorida. A limpeza desta sujeira da pele pode ser feita com as mãos, mas no caso, sem dor, e também com um aparelho a vácuo.

Limpeza de pele sem usar as mãos e sem sentir dor!
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Kika - Sou blogueira há 10 anos, dedico a vida a produção de conteúdos sobre beleza e cabelos. Amo, amo, o que faço, por isso... com muito amor <3 compartilho dicas no PatricinhaEsperta e CabelosLoiros. Insta: @blogdakika E-mail: kika@patricinhaesperta.com.br Lindona, se gostou, clica na estrelinha acima e vote ;-) Compartilhe com suas amigas. Beijos no coração.

3 Comments
  1. Claudia Anderson disse:

    oba, quero experimentar………..

  2. Aline f da silva ribeiro disse:

    Eu adorei as dicas vou tentar fazer em casa

  3. Aline Ribeiro disse:

    Adorei as dicas vou fazer em casa , gostaria de receber mais dicas no meu e-mail

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.