Líquido ou em Barra: Qual é o Melhor Sabonete?

O sabonete é um produto que faz parte da vida de todo mundo, mas qual é a melhor versão: líquido ou em barra?

De modo geral, o sabonete líquido é, sim, muito melhor que o sabonete em barra, por vários motivos.

Primeiro, tem a questão da higiene, pois como a versão em barra é “manipulada” diretamente com as mãos o tempo todo e quase sempre por várias pessoas, o risco de “contaminação” é muito maior do que a versão líquida, que não tem contato direto com as mãos nem com o ambiente, sendo, por isso, muito mais higiênico.

Sabonete não se divide, é de uso individual, mas como nem sempre as coisas acontecem como deveriam, a versão em barra acaba sendo bem menos higiênica.

Outra diferença importante diz respeito à diferença de pH entre as duas versões. O sabonete líquido, de modo geral, possui um pH neutro e, mesmo que não seja, ele quase nunca é alcalino, como acontece com a versão em barra, então dá para acrescentar outros princípios ativos que tratam a pele, como aminoácidos, extratos vegetais, ácidos, óleos essenciais e vitaminas, por exemplo. E isso faz toda diferença no resultado final, pois além de limpa a pele estará tratada.

sabonete-em-barra

Essa formulação mais neutra é ótima para quem tem pele sensível, que fica irritada com facilidade, pois, ao contrário dos sabonetes em barra, eles dificilmente contêm substâncias abrasivas e são feitos com ingredientes de baixo potencial irritativo. Lógico que para cada tipo de pele existe um sabonete específico e uma pessoa de pele sensível não deve usar sabonete para pele oleosa, por exemplo, porque pode conter substâncias  potencialmente irritativas, mas, de modo geral, os sabonetes líquidos são menos irritativos e mais benéficos para a pele sensível que os sabonetes em barra.

As meninas de pele seca também se beneficiam mais com esse tipo de sabonete, pois podem conter mais substâncias hidratantes e emolientes, além de óleos vegetais, que limpam suavemente ao tempo em que hidratam a pele.

Para as meninas de pele oleosa, a vantagem é que a possibilidade dele deixar a pele “repuxando” é bem menor, mas isso não significa menos eficácia.

Quase sempre são mais caros que as versões em barra e, por isso, muita gente evita comprar. Mas o custo benefício compensa, pois eles tendem a render muito mais! O que acontece é que no uso do sabonete líquido há menos desperdício e no sabonete em barra há perda tanto por causa da água, tanto por causa do vapor do chuveiro. Ou seja, a versão em barra, apesar de mais barata, acaba saindo mais cara, pois a gente gasta mais.

Além disso tudo, a grande maioria pode ser utilizada tanto no rosto quanto no corpo, justamente por serem mais neutros, o que significa que nem ressecam demais, nem deixam a pele oleosa demais. Os sabonetes em barra, ao contrário, devem ser de uso específico para o rosto ou para o corpo.

E, por fim, tem a questão do cheiro. É que os sabonetes líquidos costumam ser mais suaves em relação à fragrância e isso é ótimo porque não mistura com o cheiro do perfume, por exemplo. Além disso, menos fragrância significa menos irritabilidade, o que é excelente para quem é mais sensível.

Beijos

Ju Lopes

Líquido ou em Barra: Qual é o Melhor Sabonete?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Sobre Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. 👯 Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas 😘

Minha Página
Saiba Mais

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

contato@patricinhaesperta.com.br / redacao@patricinhaesperta.com.br

* Saiba como escrever para o site PatricinhaEsperta CLIQUE AQUI.

Para Que Serve O Hidratante Facial, Afinal?
Óleo de Amêndoas: Cuida do Cabelo, da Pele e Evita Estrias!
Tags: , , , ,

Faça seu comentário aqui

RSS 2.0

Deixe um comentário

Uma resposta para “Líquido ou em Barra: Qual é o Melhor Sabonete?”

  1. Camila Nietzsche disse:

    Gostei da reportagem, embora tenha muitas repetições no texto, por exemplo: A palavra irritativo no 6º parágrafo e a expressão “de modo geral” por todo o texto. Bjks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.