Qual o melhor peeling para você?

Tirar manchas do rosto, minimizar as cicatrizes da acne, tirar cravinhos e espinhas e clarear a pele. O peeling é o tratamento mais indicado para estas situações. Mas, para cada uma, tem um procedimento diferente que exige avaliações e cuidados diferenciados. Mas, em todos eles, só tem uma recomendação igual: evitar o sol depois do tratamento. De resto, basta você ficar tranquila e escolher clínicas conhecidas com profissionais especializados para fazer o procedimento. Cada pele tem um peeling diferente e para descobrir qual o melhor para você, é preciso uma consulta com o dermatologista ou esteticista especializado.

Quanto antes você começar a cuidar da pele, menos terá marcas do tempo e manchinhas do sol. Mesmo com ou sem o peeling, é preciso passar protetor 30 no rosto, faça chuva ou faça sol! Mas escolher o tratamento depende de uma série de fatores: o tom da pele, o objetivo do tratamento, a elasticidade do rosto e assim vai. Por isso a importância desta avaliação antes de qualquer coisa.

O peeling utiliza ingredientes químicos que agem sobre o problema, como os sinais e as rugas, a perda do colágeno ou as manchas de sol ou cigarro. A aplicação pode ser a laser ou com máscaras de tratamento. Essas substâncias geralmente contêm na fórmula diferentes tipos de ácidos e agentes que conseguem esfoliar o rosto, sem ser tão agressivo. Esse processo remove as células mortas da pele e promove a renovação da pele, além de estimular a produção de colágeno, deixando o rosto mais esticadinho, sem partir para um processo cirúrgico.

peeling - Qual o melhor peeling para você?

O tratamento pode gerar um pequeno incômodo durante a aplicação, que sempre é seguinda por um tônico para fortalecer a pele. Você poderá sentir sua pele vermelha por algumas horas depois da aplicação e, dependendo do peeling, o rosto pode chegar a descamar por alguns dias. O tratamento leva em média uma hora, mas o processo de revitalização do rosto pode chegar a uma semana, até que a pele volte ao normal. É indicado, em todos os casos, fazer uma hidratação depois da aplicação do peeling, já que a pele estará seca e precisando de nutrientes.

Existe o peeling superficial que é usado em mulheres que têm problema de ressecamento no rosto e pele muito cansada, com olheiras e pequenas manchas, sem brilho e com algumas espinhas. Já para as mulheres que possuem cicatrizes de acne, marcas de expressão mais profunda e manchas amarronzadas, é recomendado o peeling de nível médio. Já para as mais velhas, que possuem marcas ou cicatrizes profundas, é indicado o peeling de classificação profunda.

É importante saber que para cada um destes níveis de peeling existe várias opções. Por exemplo: para o peeling superficial, que lixa a pele e remove as camadas de células mortas, ativando a elastina e renovando o brilho, existe: enzimático, vegetal e químico. Cada um com ativos diferentes, como óleos vegetais, extratos de frutas, extratos do mar morto ou de algas, mas todos com a mesma função. Existe, ainda, o peeling de diamante, cristal, o químico profundo, entre outros. Tudo vai depender da consulta com o profissional e a avaliação da sua pele.

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kika @blogdakika

Patricinhaesperta.com.br

Eu acredito na beleza, na beleza que vem de dentro para fora. Na beleza de quando a gente olha no espelho e se senti feliz em não seguir padrões - só feliz com nós mesmas. Acredito em almas bonitas e na beleza da natureza. Amo os animais e as flores. Adoro uma boa vaidade também, afinal, um bom batom vermelho e as unhas feitas deixam os dias mais coloridos. Vem comigo que vou te mostrar um pouco do meu mundo.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.