Tipos De Leite: Qual O Melhor Para Você?

Sobre Kalina Amaro

Kalina Amaro - É jornalista, blogueira, louca por cosméticos e compras. Dedica a sua vida à produção de conteúdos sobre cabelos e beleza.

Visite Minha Página
VER + DICAS

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

Anunciar: anuncie@mulhernetwork.com.br

Administrativo: natielileal@mulhernetwork.com.br

Blogueira: contato@mulhernetwork.com.br

Ou ligue

019 – 41413709

São inúmeros os tipos de leite que existem, e hoje vamos “desvendar” cada um deles para que vocês saibam escolher o melhor para cada situação!

Leite Integral

O leite integral é o mais conhecido, vendido e consumido em todo o mundo, independente do tipo (A, B e C). Ele é tido como integral devido a sua quantidade de gordura, vez que, nesse tipo de leite, não há remoção da gordura por nenhum tipo de processo químico.

Leite Integral Tipo A

O leite tipo A são os que possuem uma menor quantidade de bactérias, que não são “maléficas”, mas naturais do leite,  após o processo de pasteurização. Via de regra, ele precisa ser consumido em até quatro dias após ser embalado.

Leite Integral Tipo B

O leite integral tipo B possui mais bactérias que o leite tipo A, devendo ser consumido em um prazo de até três dias após ser embalado, o que denota uma vida útil bastante curta.

leite emagrece

tipos de leite

Leite Integral Tipo C

O leite integral tipo C é o mais rico em bactérias  e o seu consumo deve ser feito em até dois dias após a embalagem.

Esse tipo de leite é bastante indicado para crianças acima de dois anos de idade, para “alimentar” seu sistema nervoso e auxilia-las no crescimento, vez que é rico em gorduras, alimento para o sistema nervoso e vitaminas.

Já para quem está de em dieta de perda ou manutenção de peso, esse não é o leite mais indicado, assim como para quem possui o colesterol alto, já que ele contém muita gordura saturada (4,2 gramas de gordura saturada e 6,4 gramas de gorduras totais para um copo de 200 ml de leite, que conta com 120 calorias, em média).

Leite Semi-Desnatado

Esse tipo de leite possui uma redução na quantidade de gorduras que chega a 50% se comparado a versão integral, mas conserva as mesmas quantidades de proteínas e de cálcio, sendo uma boa opção para quem precisa manter o peso.

Quando comparado ao leite desnatado, que falaremos a seguir, nota-se que a versão semi-desnatada, por conter uma quantidade maior de gorduras, promove uma maior sensação de saciedade. A quantidade de calorias desse tipo de leite é de 90 para cada 200 ml, com níveis de gordura total que chegam a 3,1 gramas e gorduras saturadas de 1,7 gramas.

Leite Desnatado

O leite desnatado se diferencia pela redução total de gorduras se comparado a versão integral, sendo, por isso, uma opção indicada para quem precisa perder peso e para quem tem níveis altos de colesterol.

Apesar de não oferecer a mesma saciedade que o leite semi-desnatado, esse leite, supostamente, não causa a inflamação que leva ao aumento de peso.

As versões desnatadas que são enriquecidas com cálcio, vitaminas e minerais são bem indicadas para as mulheres que estão entrando ou já se encontram na menopausa, para ajudar a prevenir a osteoporose, já que nessa fase da vida há uma redução na absorção do cálcio.

Em cada copo contendo 200 ml de leite desnatado encontra-se 70 calorias e zero de gorduras saturadas e totais.

Leite Isento de Lactose

O leite sem lactose é indicado para pessoas que tenham intolerância à lactose, que é o açúcar do leite. Apesar de não conter lactose, esse tipo de leite contém gorduras, e, por isso, não são de consumo livre.

Aqui vale salientar que existem dois tipos de leite sem lactose, o integral e o semi-desnatado. Nesse tipo de leite, para cada 200 ml consumidos, conta-se 82 calorias, 1,5 gramas de gordura saturada, 2,4 gramas de gordura total e 6,2 gramas de proteína, mas zero gramas de lactose.

Já nos leites de baixa lactose a quantidade calórica é maior (120 calorias por 200 ml), e há 0,9 gramas de lactose.

Leite de Soja

Esse tipo de leite é feito com o extrato hidrossolúvel de soja e contém um valor nutricional bem alto, sendo rico em proteínas, o que é essencial, por exemplo, para vegetarianos, veganos e pessoas que tenham intolerância a lactose.

Eu não tomo leite porque nunca gostei, mas como sou vegetariana, quando preciso fazer algo que tenha leite, recorro ao leite de soja, mas sempre escolho as versões enriquecidas com cálcio, já que esse tipo de leite possui baixos teores de cálcio.

Em relação ao leite integral, o leite de soja é bem parecido em relação ao teor de proteínas, contando, ainda, com baixos níveis de gordura saturada, sendo, por isso, uma boa opção para quem sofre com colesterol alto.

No mais, a soja é indicada para reduzir o risco de inúmeras doenças e reduzir os sintomas da menopausa, e o ideal é que o leite seja feito de soja orgânica, que não contém altos teores de pesticida.

Para cada 200 ml de leite de soja temos 84 calorias, 5 gramas de proteína, 3 gramas de gorduras totais e 0,4 gramas de gordura saturada.

Leite de Quinoa

Leite de Quinoa

Leite de Quinoa

A quinoa ganhou fama tempos atrás como o alimento mais completo do mundo devido ao seu alto valor nutritivo, e o seu leite, apesar de não ser completo como o leite “de vaca”, é rico em aminoácidos, em minerais e em proteínas, sendo considerado um alimento de alto valor nutritivo.

Como se sabe, a quinoa é um alimento de origem vegetal tido como completo, já que, dentre todos os cereais, é o que contém o maior nível de proteínas, além de conter 5,5 gramas de metionina para cada 100 gramas de grãos. A metionina é um aminoácido essencial que deve ser consumido por via alimentar ou por suplementação, já que o organismo não o produz, então o leite de quinoa seria uma ótima forma de ingerir esse aminoácido.

No mais, trata-se de um carboidrato de baixo índice glicêmico, o que significa que não provoca picos de insulina, e garante a saciedade por muito mais tempo. Além disso, contém  bastante ferro, que é a base para um sistema imunológico forte.

A parte boa é que o leite de quinoa pode ser feito em casa mesmo e de forma bem simples! Basta colocar  cinco colheres (das de sopa) do grão da quinoa pra ferver por quinze minutos em 1 litro de água filtrada. Feito isso, basta bater no liquidificador, coar em peneira fina (as de tecido são as melhores, e pronto, o leite está em ponto de consumo!

Leite de cabra

Eu não suporto leite, não posso nem sentir o cheiro, e acho que isso é trauma de infância! Como nasci fraquinha e pequena (nasci com 2 kg), e também não aceitei o leite materno (só mamei por treze dias), minha avó convenceu minha mãe de que eu deveria tomar leite de cabra pra “ficar forte”, e eu tomei esse leite do cheiro ruim (#trauma) por mais de três anos. Não lembro dos fatos, mas do cheiro não esqueço jamais!

Mas, a verdade é que o leite de cabra é bem mais forte que o leite integral, contendo, também, um maior teor de gorduras, não sendo, por isso, indicado para pessoas que tenham problemas de colesterol alto.

Uma coisa interessante sobre o leite de cabra é que as pessoas que têm intolerância à lactose geralmente toleram mais esse tipo de leite, e a razão para isso, desconfia-se, está na gordura presente nesse leite, que contém um maior teor de glóbulos pequenos dessa gordura, o que, supõe-se, explica uma maior facilidade em relação a digestibilidade.

No mais, o leite de cabra possui mais que o dobro de  ácidos graxos de cadeia curta, o que ajuda muito as células intestinais, e contém ainda, bastante vitamina B6, B12, ferro e cálcio.

Muita gente acredita que não, mas esse é um tipo de leite muito indicado para crianças, sobretudo as que têm problemas na digestão do leite de vaca.

Leite de arroz

O leite de arroz não é muito consumido aqui no Brasil, mas tem um apelo forte entre os veganos, já que não possui origem animal. É indicado também para quem possui intolerância à lactose.

Trata-se de um leite rico em carboidratos, pobre em proteínas e com poucas gorduras, sendo, quase sempre, enriquecido com cálcio, já que naturalmente esse tipo de leite não possui cálcio. A parte ruim é que quase sempre é enriquecido com açúcar e possui um índice glicêmico alto, o que nunca é uma coisa boa.

Assim como o de quinoa, o leite de arroz pode ser feito em casa mesmo. Basta colocar duas xícaras grandes de arroz sem lavar em dois litros de água, com uma pitada de sal e meia fava de baunilha e deixar ferver por 15 minutos. Depois disso, bata tudo no liquidificador e peneire numa peneira de tecido.

Ele pode permanecer na geladeira por até três dias, então nada de exagerar nas quantidades!

Em 200 mil de leite de arroz a gente encontra apenas 0,2 gramas de gordura saturada e 91 calorias.

Leite Biofortificado

O leite biofortificado é aquele que, como o próprio nome diz, é fortificado com nutrientes como vitaminas, sobretudo a vitamina C e a vitamina E o cálcio e o ferro.

Ele é bem útil para prevenir carências nutricionais em pessoas de todas as idades, e é facilmente encontrado em supermercados.

happy young woman drinking milk over grey background

happy young woman drinking milk over grey background

Benefícios do Leite

O leite, sobretudo o de vaca, é considerado por muitos como um alimento essencial, já que é rico em vitamina A, em vitamina B, em cálcio, em fósforo e em manganês, por exemplo. A vitamina A é essencial para o crescimento, enquanto a vitamina B auxilia na regulação da utilização de nutrientes (açúcares, proteínas e gorduras) no nosso organismo. O fósforo, por sua vez, ajuda na formação dos ossos, assim como o cálcio, e o manganês é essencial para o organismo e para o funcionamento cerebral.

Cerca de 90% do leite é composto por água, ao menos o leite de vaca e de cabra, e os 10% restantes são compostos por carboidratos, gorduras, proteínas e sair minerais.

Contudo, o leite é mais conhecido como importante fonte de cálcio, que é mineral responsável pela saúde óssea, pela prevenção de doenças como a osteoporose, pelo correto funcionamento do intestino e também pela manutenção do peso, dentre outras coisas.

SAIBA MAIS: Leite Faz Bem ou Faz Mal?

Ajuda na Manutenção do Peso!

Mas, como assim que o leite ajuda na manutenção do peso? Ajuda na medida em que ele age inibindo a absorção de gordura e a eliminando em parte, o que garante uma boa ajuda nos processos de emagrecimento.

A recomendação diária é de um a dois copos de leite ao dia, além do consumo de alguns produtos derivados do leite para se ter uma ingestão adequada de cálcio, de 1000 mg por dia.

Leite e seus nutrientes

Ajuda a Dormir Mais e Melhor

Quem tem problemas relacionados ao sono pode se valer do leite como fiel aliado. Isso porque ele ajuda a manter o sono tranquilo, sobretudo se for morno, já que acalma e relaxa.

As mães e avós com certeza não sabiam que isso acontece porque ele contém triptofano, mas todas elas recomendam um “leitinho quente” antes de dormir, não é mesmo?

Bom, mas pra ajudar nesse relaxamento, o leite precisa ser morno e precisa contar com a ajuda de um tantinho de chocolate em , de mel ou de alguma outra fonte de açúcar, que potencializa a ação do triptofano!

SAIBA MAIS: Aprenda a Receita de Pão Germinado Sem Lactose e Glúten

Sobre Kalina Amaro

Kalina Amaro - É jornalista, blogueira, louca por cosméticos e compras. Dedica a sua vida à produção de conteúdos sobre cabelos e beleza.

Visite Minha Página
VER + DICAS

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

Anunciar: anuncie@mulhernetwork.com.br

Administrativo: natielileal@mulhernetwork.com.br

Blogueira: contato@mulhernetwork.com.br

Ou ligue

019 – 41413709

Saiba Mais

#QUEROMUITO

A NOSSA LOJA ONLINE
 Oferta de 30% Progressivas
QUEROMUITO