in

Como é feita a reconstrução capilar?

Entender a importância da reconstrução capilar é o primeiro passo para conseguir recuperar os seus cabelos secos e ressecados. O problema de falta de brilho e fio espigado atinge principalmente mulheres de cabelos cacheados, com química, como tintura, alisamento, relaxamento ou permanente. E é a reconstrução capilar um dos tratamentos mais indicados para reverter este quadro.

A técnica é uma hidratação profunda, que consegue repor as camadas do fio que estão fracas e sem nutrientes. A técnica da marca Onduladus, Barbara Moura, explica que o processo de tratamento tem como objetivo revitalizar o cabelo, evitando ainda mais a perda de nutrientes.

Depois do processo de aplicação da reconstrução capilar, seu cabelo ganhará vitaminas e minerais, responsáveis por devolver o brilho, a maciez e a flexibilidade. “É um tratamento que vai desde a raiz até as pontas e age de fora para dentro, preenchendo o espaço das camadas danificadas. A reconstrução capilar é indicada para mulheres que passam por processos químicos, que usam muita chapinha e que têm cabelos cacheados, que é o tipo mais seco”, afirma a profissional.

reconstrucao - Como é feita a reconstrução capilar?

Ou seja, a principal função da reconstrução capilar é acabar com o aspecto opaco, poroso e áspero do cabelo. A melhor época para se fazer este tratamento é agora! De acordo com a especialista, depois do verão o cabelo está precisando de hidratação profunda e nada melhor que recompor a fibra, com um tratamento profundo. “Com as camadas preenchidas novamente com vitaminas, complexos de silicone, queratina e colágeno, como é a fórmula da reconstrução capilar, o fio terá novamente flexibilidade e resistência, evitando a quebra e o efeito espigado”, explica Barbara.

A consultora conta que o tratamento é como se fosse uma injeção de proteínas, vitaminas, aminoácidos e minerais em cada fio do cabelo. “Todos esses nutrientes são fundamentais para a saúde do cabelo. E com o passar do tempo, depois de químicas e tinturas, esses nutrientes vão se perdendo e o cabelo fica opaco, espigado e seco”, afirma.

O tratamento de reconstrução capilar sempre é feito no salão. Para quem sofre com o ressecamento e está com o cabelo poroso e quebradiço, é recomendado uma aplicação a cada 45 dias. Depois, pode diminuir para a cada dois meses. As mulheres que não estão com os fios tão danificados, mas querem melhorar a saúde do cabelo e evitar o ressecamento, pode fazer a cada dois meses um tratamento. “É aplicado um xampu de limpeza profunda na primeira lavagem, que vai tirar todos os resíduos do cabelo e ajudar a abrir os poros, deixando o produto penetrar melhor”, explica a profissional.

Depois é aplicado uma dose volumosa de queratina que devolve principalmente a elasticidade e o brilho do cabelo. Essa dose de queratina contém proteínas e mineiras que vão começar a reconstruir o fio. O tempo de espera para o produto agir depende sempre do comprimento do cabelo, mas nunca é menos de 40 minutos. Depois, é passado um creme rico em vitaminas que ajudam a fixar a queratina no fio e devolver o aspecto macio, acabando de vez com o ressecamento. O resultado é visto logo depois da lavagem, onde o cabelo fica brilhoso e com movimento suave.

Escrito por Kika @blogdakika

Eu acredito na beleza, na beleza que vem de dentro para fora. Na beleza de quando a gente olha no espelho e se senti feliz em não seguir padrões - só feliz com nós mesmas. Acredito em almas bonitas e na beleza da natureza. Amo os animais e as flores. Adoro uma boa vaidade também, afinal, um bom batom vermelho e as unhas feitas deixam os dias mais coloridos. Vem comigo que vou te mostrar um pouco do meu mundo.

Comentários

Comente
  1. DÁ PRA FAZER EM CASA, COM QUAIS PRODUTOS,DIVA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando ...

0

Comente Pelo Facebook

0 Comentários pelo Facebook

mascara cilios - Qual a forma certa de aplicar máscara para cílios?

Qual a forma certa de aplicar máscara para cílios?

autoestima - Como anda a sua autoestima?

Como anda a sua autoestima?