Como Fazer Uma Escova Perfeita – Cabelos Cacheados

Sobre Ju Lopes

JULIANA LOPES – Baiana que detesta o calor, advogada, leonina até o último fio de cabelo, hiperativa, escreve sobre quase tudo e é viciada em cosméticos, maquiagem, livros, viagens e boas risadas. Já fez vários cursos, desde Astrologia a Feng Shui, seu hobby é escrever e ela dá pitacooo em tudo aqui no blog. Escreve nas colunas Saúde, Dieta, Beleza, Cabelos, Moda, Tamanho GG, Papo de Mulher, Livros e Tutorial de Maquiagem.

E-mail: Julianalopes@patricinhaesperta.com.br

Visite Minha Página
VER + DICAS

Como vocês sabem, antes de ser lisa  e feliz, eu era uma cacheada infeliz, porque era volume demais, cachos demais, frizz demais  e definição de menos ( não, não conhecia as escovas redutoras de volume!).

Naquela época era inviável viver de escova porque meu cabelo era gigante ( bem mais que hoje) e extremamente volumoso. Ou seja, meu braço não aguentava mesmoooo!

Black November Ofertas Clique.Aqui

Então, quando muito, fazia escova só pra sair mesmo, 2 ou 3 vezes no mês, e olhe lá.

Para conseguir, sozinha e sem perder o braço (olha o drama), escovar aquele cabelão todo, conheci vários truques para facilitar a “missão impossível”.

Quando ia lavar os fios para escovar depois, aplicava uma máscara nutritiva ( aquelas que são ricas em óleos e substâncias umectantes e emolientes), porque isso facilitava a escovação, já que o cabelo ficava mais macio, além de fazer  com que o efeito liso durasse mais tempo.

Se vocês puderem, comprem shampoo e condicionador de efeito liso, porque eles proporcionam peso e reduzem um pouco o volume, o que facilita.

Foto: Reprodução

Após retirar o excesso de umidade dos fios,  aplicava um creme para pentear para deixar os fios mais controlados. Quem quiser pode substituir o creme de pentear por um defrisante, que facilita bemmmm a escovação ( pena que na época eu não conhecia isso!).

Naquela época não utilizava protetor térmico, mas isso  é indispensável, certo?

A forma certa de escovar o meu cabelo, que era cacheado, mas não super crespo, era secando os fios primeiro com o secador ( tipo 30%), e só depois com a escova.

Separava o cabelo em mechas diagonais e, com uma escova redonda bem grande, ia secando da raiz às pontas.

Para evitar o efeito liso espigado, após secar cada mecha, eu enrolava com o dedo e soltava, o que garantia um caimento mais natural.

Depois disso, reparador de pontas ( quem tiver óleo de argan pode e deve usar!), para evitar os arrepiados.

Para fazer o liso durar e não ficar amassado após uma noite de sono, o ideal é usar uma touca (mas só se o marido/namorado/afins não estiver do lado, pelo amor de Deus!), daquelas de meia que a gente fixa com grampos.

No próximo post, a gente conversa sobre como fazer uma escova perfeita em cabelos super crespos, certo?

Beijos

Ju

julianalopes@patricinhaesperta.com.br

Black November Ofertas Clique.Aqui

Sobre Ju Lopes

JULIANA LOPES – Baiana que detesta o calor, advogada, leonina até o último fio de cabelo, hiperativa, escreve sobre quase tudo e é viciada em cosméticos, maquiagem, livros, viagens e boas risadas. Já fez vários cursos, desde Astrologia a Feng Shui, seu hobby é escrever e ela dá pitacooo em tudo aqui no blog. Escreve nas colunas Saúde, Dieta, Beleza, Cabelos, Moda, Tamanho GG, Papo de Mulher, Livros e Tutorial de Maquiagem.

E-mail: Julianalopes@patricinhaesperta.com.br

Visite Minha Página
VER + DICAS
Saiba Mais

#QUEROMUITO

A NOSSA LOJA ONLINE
 Oferta de 30% Progressivas
QUEROMUITO