Formol X Alisamento X Cabelos

Alguém aqui assistiu a reportagem do Fantástico domingo? A reportagem falava do uso irregular do formol em alisamentos

Vários testes foram feitos com os produtos usados e os resultados são absurdos…Confiram alguns trechos da reportagem:

“Uma cabeleireira admite: “Quando o cliente pergunta se tem formol, a gente responde: ‘Não tem, é proibido, a gente não usa formol’. Mas na verdade tem formol, sim”.

“Atenção, mulheres: 0,2% de formol não alisa cabelo. Se a mistura alisar, é porque tem mais formol do que devia. As equipes do Fantástico foram às ruas comprar alguns dos produtos mais usados nesse tipo de alisamento.

Começamos em uma feira internacional de estética, em outubro passado, no Rio de Janeiro. “É a mais conhecida de todo o Rio de Janeiro”, comenta o vendedor. Ele diz que o produto tem só o formol liberado: “0,2%”.

Já em outro estande, a resposta é outra. “A empresa fala que é 2%. Então, eu passo que é 2%, mas eu acredito que seja mais”, conta a vendedora.

Foto: Reprodução

Os produtores do Fantástico foram também aos salões e compraram os alisantes direto dos cabeleireiros. Em Madureira, no subúrbio carioca, a cabeleireira separa o produto na hora. “Esse tem formol bem pouquinho. Não é aquilo que mata o povo”, diz.

Em um salão em Ipanema, a conversa dura poucos minutos na frente das clientes. “O produto está aqui dentro. Só que o produto que está aqui dentro não é o que está na embalagem”, revela um cabeleireiro.

Mas por que não vem na embalagem dele? “Porque esse é o produto que um químico faz. Isso normalmente se compra em fábrica. Eles são muito fracos. São muito fracos”, alega o cabeleireiro.

Nós trouxemos todos os produtos para serem analisados no instituto de química da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A metodologia usada é a mesma recomendada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esse tipo de produto. A implantação do método e os testes levaram quatro meses, e os resultados são assustadores.

Vamos ver o resultado de um produto comprado pela produtora do Fantástico no próprio salão de beleza em Ipanema, na Zona Sul do Rio. O resultado: 6,66%, mais de 30 vezes o valor permitido. Voltamos ao salão.

“A gente não trabalha mais. Todos os nossos produtos não têm nada de formol”, garantiu o cabeleireiro. “Mas você fazia até pouco tempo atrás”, pergunta a repórter. “Todo o Rio de Janeiro fazia”, responde o cabeleireiro. O Fantástico insiste. “Não vou falar mais nada. Já falei tudo”, diz o cabeleireiro.

O resultado do teste do alisante comprado no salão de Madureira. Pode matar, sim. O produto dela tem quase 18 vezes o permitido. “Eu não sabia. a gente compra de um fornecedor. Então, a gente não tem como ver se o negócio tem formol, se não tem formol”, alega a cabeleireira.

E o produto que deixou a Mariluz no hospital? Em Cuiabá, a equipe de reportagem do Fantástico pediu à cabeleireira que atendeu a comerciante uma amostra da mistura que foi usada. O resultado: 24 vezes o permitido.

“Isso aqui para mim também é uma surpresa, porque eu não tenho como analisar o produto. A gente usa o que é vendido”, justifica a cabeleireira Cristiane Maldonado.

Não é o que diz o que diz o Instituto Nacional de Câncer. “Todo cabeleireiro sabe que tem formol pelo cheiro”, afirma Ubirani Barros Otero, epidemiologista do Inca. “

A minha opinião sobre isso é a seguinte: se tem formol não use e ponto final. Não tem isso de que é na dosagem permitida…Porque? Porque desde 2004  o formol foi classificado como cancerígeno. Não é suposição, é FATO!

Então, assim, se você sabe que, COMPROVADAMENTE,  uma coisa causa câncer, você vai usar pra que? Tá louca é? Fico super brava com isso, porque é muita inconsequência, sabe? Quando alguém me fala que usou escova com formol dá vontade de puxar os cabelos… Ops, é a TPM, tô agressiva hoje! hahaha

Falando sério…Um tempo atrás eu  fiz um post aqui falando que os salões batizam as escovas com formol e muita gente se manifestou dizendo que já tinha passado por isso.

Eu acho de uma irresponsabilidade tão grande dos cabeleireiros, sabe? Como pode uma coisa dessas? Como pode você chegar em um salão e pedir um procedimento sem formol e, no fim, acabar com o couro cabeludo queimado, com o cabelo arrebentado? Gente, formol pode matar, sabiam disso?

Isso, pra mim, não é cabeleireira, é bandida. E se acontecer comigo eu processo e ponto final.

Já tenho até uma técnica: chego no salão e peço a a tal escova, aviso que sou alérgica ao formol e conto (uma “mentirinha”) que da última vez que fiz a escova a  cabeleireira batizou o produto, eu quase morri, processei a dita cuja e ela me pagou uma fortuna. Funciona, viu? Brasileiro só entende as coisas quando o bolso pesa!

 Depois que comecei a dizer isso, nunca mais ninguém colocou nada em meu cabelo…Como eu sempre digo, criatividade é tudo na vida!

Beijos

Ju

[email protected] /https://www.facebook.com/JuLopesPE

Produtos Para Cabelos em Oferta

Loja segura! Garantia do site PatricinhaEsperta.com.br