LIVRO: A Cientista Que Curou Seu Próprio Cérebro

O livro de hoje é um relato de Jill Bolte Taylor, uma neurocientista do Banco de Cérebros de Harvard, sobre a destruição do que foi, durante anos, seu objeto de estudo: a anatomia cerebral e a interligação entre os hemisférios direito e esquerdo.

Jill, que passou a vida estudando o cérebro humano, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (derrame) e em quatro horas viu seu cérebro se deteriorar, o que resultou na perda total da capacidade de falar, andar, ler, escrever e lembrar-se de qualquer fato de sua vida.

Não é um livro científico, nem de autoajuda, mas tem um pouco dos dois, porque foi a experiência de uma pessoa altamente capacitada (parte científica) que teve que reaprender TUDO do zero com meios muito pouco convencionais.

Esse livro é uma preciosidade justamente por fazer cair por terra muitas das “verdades” científicas atuais. Quem tem algum conhecido/parente/amigo que já passou por algum problema cerebral já deve ter ouvido, por exemplo, que a recuperação do cérebro pára após os seis meses. Pois a recuperação de Jill durou anos e o cérebro não parou e continuou a responder, tanto que ela se recuperou completamente e dá aulas de neuroanatomia.

Outra coisa que a experiência dela mostrou é que a hiper estimulação não é benéfica nesse caso e que o sono, ao contrário do que dizem, é o melhor remédio para a recuperação do cérebro justamente para que ele não precise ter o trabalho de processar a estimulação excessiva.

Isso mostra o quão pouco sabemos sobre o cérebro e como determinadas verdades devem ser encaradas com parcimônia.

No livro, a autora conta todo o processo de recuperação e propõe meios de silenciar o cérebro e aprender a viver de forma diferente.

Para isso, ela propõe atividades sensoriais com aromas e sons, meditação, oração, dentre outras coisas.

É uma história bem envolvente, que mostra, dentre outras coisas, o incrível poder de recuperação, ainda desconhecido, do cérebro humano.

Recuperação após o derrame:

10/12/1996: Jill sofre um AVC.

17 Dias: Submete-se a uma cirurgia, que tira um coágulo do tamanho de uma bola de golfe.

5 Semanas : Recupera o diálogo interno – a capacidade de “ouvir” os próprios pensamentos.

3 Meses: Volta a dirigir.

4 Meses: Consegue dar uma palestra de 20 minutos, que havia sido agendada antes do derrame. Para isso, estuda vídeos antigos de suas próprias palestras de passa um mês treinando.

2 Anos: Tenta reconstruir as lembranças relativas à manhã do AVC. É contratada pelo Rose Hulman Institute of Technology, em Indiana, para lecionar nos cursos de anatomia e fisiologia e de neurociência.

3 Anos: Volta a jogar paciência.

4 Anos:  Após quatro anos andando 5km por dia, com pesos nas mãos, consegue caminhar com um ritmo estável. Recupera a capacidade fazer operações matemáticas simples, como somar, subtrair e multiplicar.  Consegue realizar tarefas simultâneas, como falar ao telefone e cozinhar ao mesmo tempo.

5 Anos: Consegue realizar contas matemáticas de divisão. Ao final do ano, consegue pular de pedra em pedra na praia sem olhar para onde os pés estão pisando.

6 Anos: Alcança uma meta antiga: ter energia suficiente para subir os degraus das escadas de dois em dois.

7 Anos: Começa a dar aulas no Departamento de Cinesiologia da Universidade Indiana. Reduz a necessidade de sono noturno de 11 horas para 9 horas e meia. Volta a ter sonhos com estrutura narrativa.

8 Anos: Experimenta uma mudança na percepção do próprio corpo e declara que “embora tenha comemorado voltar a ser alguém sólido, senti falta de me perceber como fluida. Sinto falta da lembrança constante de que somos todos um.

Quem quiser pode baixar o livro GRATUITAMENTE AQUI. Quem não conseguir basta me mandar um e-mail que  envio o PDF, tá?

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

LIVRO: A Cientista Que Curou Seu Próprio Cérebro
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

4 Comments
  1. Oi Ju!

    Não consegui baixar o livro… Você pode me enviar o PDF, por favor?!

    Obrigada
    Bjs

  2. Olá!
    Não consegui baixar o artigo..
    Fiquei super interessada em ler o livro…

    Vc pode me mandar por e-mail…
    Att
    Lu

  3. Não consegui baixar! Vc pode me enviar, por favor? Sofri um Avc aos 36 anos e tenho sequelas até hoje. Já fazem 5 anos e meio.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.