História do Pó Compacto

pó

A maquiagem foi desenvolvida há séculos antes de Cristo pelos homens aristocráticos. Contudo,  o uso do pó de arroz, como era chamado o pó compacto antes, por causa da mistura de farinha de arroz e massa de argila como únicos ingredientes, só se popularizou a partir do século 9, no Japão. Até então, em qualquer país, apenas os homens que estavam no poder podiam fazer o uso dos cosméticos para se diferenciarem do restante da população. A moda era realçar mais as bocas e os olhos do que a própria pele. Mas, as mulheres destes nobres também entraram na moda.

Entre os séculos 9 e 12, as mulheres da nobreza também se adaptaram ao uso da maquiagem e passaram a usar o pó de arroz para deixar as suas peles pálidas e brancas. Como havia, nesta época, muito preconceito contra negros e pobres, o padrão de beleza ideal neste período era deixar o rosto com a cor do próprio arroz, praticamente. Posteriormente, os egípcios, os gregos e os romanos desenvolveram ativos à base de chumbo e leite para deixar o pó de arroz ainda mais claro, com a intenção de que o produto deixasse a pele branca e não rosada.

A preocupação exclusiva em se diferenciar de outras classes sociais deixou de acontecer no início do século 20, algum tempo depois do fim do período da escravidão. A partir de então, os produtos de maquiagens passaram a ser utilizados para embelezar a pele e não por status. Com o intuito de oferecer um visual mais harmonizado, surgiu então o blush para devolver o rosado natural da pele. A partir de então o pó de arroz voltou a ter várias cores de acordo com a tonalidade de pele de cada pessoa, passando a se chamar simplesmente pó compacto ou pó facial.

Atualmente a fórmula do pó compacto é formado por ingredientes, como, por exemplo, carbonato de cálcio, micropartículas de sílica, micropartículas de dióxido de titânio, micropartículas de talco e óxido de zinco. A escolha dos mesmos, além da qualidade da aplicação, visa não causar imperfeições no rosto das mulheres. Contudo, ao usar pó compacto excessivamente sem cuidados de limpeza posteriores, pode-se estimular o surgimento de acne no rosto. Os pós faciais mais modernos contam ainda com ativos, tal como o ácido salícilico, que corrigem o brilho, as espinhas e a oleosidade do rosto, que são o trio inimigo das mulheres atuais.

Também existem hoje em dia pós faciais que já são misturados juntamente com corretivos e bases, de modo que as mulheres não necessitem aplicar três produtos de maquiagem separadamente. Contudo, o produto nesta versão confere um look mais pesado que é indicado para a noite, bem como para as peles mais brilhosas e oleosas, pelo fato de durarem mais tempo no rosto do que os pós compactos habituais. Outros tipos de pós disponíveis no mercado da beleza são o pó iluminador e o pó bronzeador, que respectivamente conferem um aspecto luminoso e bronzeado para a pele das mulheres mais vaidosas.

O pó de arroz deixou de se chamar por este nome por causa da mudança dos ingredientes da sua fórmula, passando a se chamar pó facial. Como o pó compacto se refere ao modo de embalação do produto, de forma compacta, este não é o novo nome oficial do produto de maquiagem. Há também no mercado o pó solto, que como o próprio nome já diz, possui pós soltos dentro da embalagem, ao contrário do pó compacto. Já o produto mais preocupado com as imperfeições da pele recebeu o nome de pó mineral, podendo ser encontrado compacto ou ainda solto.

ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Sobre Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. 👯 Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas 😘

Minha Página
Saiba Mais

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

contato@patricinhaesperta.com.br / redacao@patricinhaesperta.com.br

* Saiba como escrever para o site PatricinhaEsperta CLIQUE AQUI.

História do blush
Diferença entre BB Cream, CC Cream e DD Cream
Tags: ,

Faça seu comentário aqui

RSS 2.0

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.