Transtornos Alimentares II – Compulsão Alimentar

Oi mulherada!

Alguém ai consegue passar o dia inteiro seguindo a dieta, mas quando chega um certo tempo você come que nem uma vaca, compulsivamente e simplesmente não consegue mais parar? Pois pode ser que você sofra de um Transtorno Alimentar bastante comum, a Compulsão Alimentar ou Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica.

O termo Compulsão é usado para designar atos em que a pessoa se sente internamente obrigada a realizar, sob risco de que, se não o fizer, surgirá um intenso sentimento de angústia. Assim, a Compulsão Alimentar ou TCAP é um desejo incontrolável de comer exageradamente, mesmo sem fome, seguida de uma “ressaca moral”, ou seja, sentimentos de culpa, remorsos, vergonha, nojo, angústia, auto-críticas e auto-reprovação.

O diagnóstico inclui:

1. Ingestão rápida, impulsiva, episódica e sem controle de grandes quantidades de alimentos em um período de tempo relativamente curto ( estimado em 2 horas);

2. O episódio termina apenas quando há desconforto físico (por exemplo, dor abdominal)

3. Sentimentos subseqüentes de culpa, desprezo por si ou remorso.

Os episódios devem ocorrer com a freqüência de 2 vezes por semana, durante 6 meses, associados à perda de controle e não devem ser seguidos de tentativas de perda de peso ou compensação ( por exemplo, uso de laxantes ou forçar o vômito, pois já caracteriza a Bulimia, que falarei no próximo post).

Portanto, não vamos confundir Gula com Compulsão. A gula é aquela vontadezinha de comer um pedaço de pizza a mais ou repetir aquele sorvete delicioso, ou seja, algo que te satisfaz e que você pode se permitir, sem sentir remorsos.

Na compulsão, a pessoa praticamente engole a comida, não sente o gosto, não mastiga direito, não se satisfaz de modo algum e é movida por uma angústia e desespero para preencher um vazio que, na verdade, é emocional.

Pessoas que sofrem com essa doença são aquelas que já tentaram inúmeras dietas (principalmente as restritivas) e desistiram por falta de resultados, apresentam maiores consumos de calorias, tem um histórico de oscilações de peso (o chamado efeito sanfona), baixa auto-estima, se preocupam muito com a imagem corporal e podem ou não serem obesas. Como o consumo de calorias é maior a cada episódio pode ser que resulte em obesidade, porém, além de não ocorrer somente em pessoas obesas, a obesidade também não é critério para o diagnóstico.

Quanto às causas, pode ser por fatores fisiológicos e psicológicos, como a realização de dietas restritivas e repetidas, ansiedade, estresse, perdas, frustrações, sentimento crônico de vazio, estilo de vida, auto imagem distorcida e um forte desejo de emagrecer. Além disso, existem fatores orgânicos como a diminuição da serotonina, um neurotransmissor responsável pela sensação de saciedade, de prazer e de bem-estar.

No ramo das compulsões, ainda encontramos o Transtorno Alimentar Noturno, que é uma compulsão alimentar que ocorre durante a noite e madrugada. Ou seja, a pessoa literalmente assalta a geladeira, despertando várias vezes durante a noite só para comer e há uma piora importante do humor durante o período nortuno. Na verdade, esse transtorno alimentar é também um transtorno do sono e do humor, que leva a pessoa a comer mais de 55% das calorias totais de um dia entre as 20h e as 6h.

O tratamento é feito com acompanhamento psicológico, nutricional e médico. Em alguns casos, se faz necessário o uso de medicamentos e os mais utilizados agem nos níveis de serotonina (fluoxetina, sertralina, paroxetina, sibutramina) e devem ser obrigatoriamente prescritos por um médico.

É um transtorno que atinge tanto homens quanto mulheres e é muito importante prevenir a compulsão, evitando fazer dietas muito restritivas, fracionar a alimentação, consumir pequenas porções dos carboidratos certos (pois regulam o nível de serotonina), realizando atividades físicas e fazer da reeducação alimentar um estilo de vida.

Se cuidem, HEIN, meninas!!

Abraços

Amanda (Amandacarvalho@patricinhaesperta.com.br)

Transtornos Alimentares II – Compulsão Alimentar
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.