in

Você Confia Na Sua Blogueira?

Meninas, a conversa de hoje é, na verdade, uma reflexão e um convite ao debate.

Muito antes de pensar em ser blogueira, eu “frequentava” blogs. Eu confiava nesses blogs e, acreditando que as blogueiras estavam compartilhando informações e experiências próprias, eu comprava, quando necessário, produtos indicados por elas.

Dos blogs que eu freqüentava, um dos poucos que permanecem, além dos que eu escrevo, é o da Marina (2Beauty) , que tem um blog bacana, acessível e honesto.  Sempre que preciso de alguma referência de maquiagem, algo que eu não conheça, corro lá, pois sei que o que está ali são as opiniões dela, que ela não baba ovo de marca nenhuma e que todos os posts são fruto da experiência própria.

Porque eu tô falando sobre isso? Porque antes de ser blogueira, eu sou consumidora e, obviamente, não gosto de me sentir enganada, e é essa a sensação que eu sinto quando leio alguns blogs, a sensação de estar sendo lesada.

credibilidade - Você Confia Na Sua Blogueira?
Foto:Reprodução

Os blogs são plataformas formadoras de opinião, pois tudo que a gente fala influencia, direta ou indiretamente, uma quantidade enorme de gente. Os blogs, atualmente, são extremamente populares e possuem um poder muito grande justamente por serem muito mais próximos ao público.

Público esse que, ressalte-se,  se identifica com a blogueira, e confia nela.

Trair essa confiança e vender a própria opinião, em troca de uns poucos trocados e de produtos, que em breve descerão pelo ralo,  é violar o que garante a sua credibilidade e o sucesso do seu trabalho.

Lógico que os blogs devem vender espaços publicitários e devem sim fazer publieditoriais, porque, apesar de não parecer, um blog é uma empresa, que tem custos altos e precisa gerar receita para cobrir suas despesas. Ademais, isso aqui exige tempo, dedicação e pesquisa, isso aqui é trabalho e, como todo trabalho, deve ser remunerado.

O que é um absurdo, é a incoerência e a falta de bom senso de pessoas que acham que o público é burro e que não percebe as coisas.

O que justifica fazer publicidade de algo que você não gosta, não confia e não aprova?

Ora, se uma blogueira que sempre usou, por exemplo, Kérastase, começa a falar que Kolene é tudo de bom, é lógico que aí tem. Tem enganação, tem embromação, tem falta de respeito, tem canalhice, porque, sim, é canalhice enganar as pessoas que estão ali todos os dias com você…Pessoas que acreditam e confiam no que você fala. Pessoas que alimentam e sustentam o seu trabalho.

Além de canalhice, é burrice, e burrice é coisa que eu não tolero.

Porque é burrice? Porque se tudo o que você tem é a sua credibilidade, já que o seu trabalho depende dela, e você atrela a sua imagem a produtos que não tem nada a ver com o seu perfil e com a imagem que você construiu, é lógico que, mais cedo ou mais tarde, as pessoas começarão a perceber e aí quem vai perder é você.

Credibilidade não se vende, e perdê-la por um pote de shampoo é algo que eu não compreendo.

Segue no próximo post…

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

https://www.facebook.com/JuLopesPE

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima. Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

origem tomates 1 - Turbine Seu Sistema Imunológico e Proteja Seu Organismo Com Licopeno

Turbine Seu Sistema Imunológico e Proteja Seu Organismo Com Licopeno

blog corporativo - Você Confia Na Sua Blogueira? Parte 2

Você Confia Na Sua Blogueira? Parte 2