A Isoflavona De Soja Combate Os Sintomas Da Menopausa?

A isoflavona de soja é considerada  um fitoestrógenos por apresentar uma semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos, e por isso ela é utilizada para combater os sintomas da menopausa e da tensão pré-menstrual, além de prevenir doenças crônico-degenerativas, como alguns tipos de câncer, e também a osteoporose.

Como ajuda a reduzir  os sintomas da menopausa e equilibrar os hormônios femininos, a isoflavona vêm se mostrando uma opção de tratamento para mulheres que não querem se submeter a reposição hormonal.

Estudos comprovaram que o extrato de soja padronizado com 120 gramas de isoflavonas são eficientes para reduzir os sintomas comuns da menopausa, como os calores, e melhorar a qualidade de vida das mulheres nessa fase sem que ocorra problemas com o endométrio.

Alguns estudos recentes questionam essa eficiência e sustentam que não há benefícios consideráveis e que o consumo dessa substância pode piorar as ondas de calor, além de não interferir positivamente no combate a perda óssea.

Estudiosos afirmam, ainda, que não existem garantias de que a isoflavona não aumente o risco de câncer de mama, como a terapia de reposição hormonal pode aumentar, pois essa substância não é inócua.

A verdade, as opiniões são conflitantes e os estudos apresentam resultados controversos, mas é certo que as asiáticas, que consumem uma grande quantidade dessa substância, quase não apresentam os sintomas da menopausa.

Lógico que fatores como genética e hábitos de alimentação e de vida interferem nisso, mas já existem estudos que apontam para uma eficácia condicional, pois que os benefícios dependem de fatores como intensidade dos sintomas, idade, posologia e nível de absorção, além de associação a hábitos de vida saudáveis.

Independente disso, é uma substância que apresenta resultados benéficos em outras áreas, pois reduz o mal colesterol, reduz o risco de doenças coronarianas e possui ação antioxidante.

Não é recomendada para quem possui hiper sensibilidade à soja, crianças, grávidas e lactantes.

Vale lembrar que a isoflavona de soja pode interferir na eficácia de alguns medicamentos, assim como pode ter sua eficácia reduzida pelo uso de determinados medicamentos, como os antagonistas H2, os antibióticos  e os inibidores da bomba de prótons.

O importante, antes de sair tomando isoflavona de soja por aí, é consultar um médico e adquirir produto de qualidade, aprovado e liberado pela ANVISA, para que a substância esteja na quantidade e qualidade adequada para consumo humano.

Eu acho importante falar esse tipo de coisa porque já teve gente que me disse ter passado muito mal usando óleo de coco, por exemplo, e quando a pessoa me enviou a foto do produto eu, sinceramente, agradeci aos céus por ela ter tomado só uma colher e passado mal, porque o produto que ela comprou foi para cabelo, e poderia ter causado sérios problemas, porque é meio lógico que produto de cabelo é meio  diferente, por assim dizer, de produto para ingerir, certo?

Cuidado, cuidado e cuidado com a procedência dos produtos que vocês ingerem, pelo amor dos deuses.

Beijos

Ju

@JuLopesL / julianalopes@patricinhaesperta.com.br

 

A Isoflavona De Soja Combate Os Sintomas Da Menopausa?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Sobre Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. 👯 Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá?
Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas 😘

Minha Página
Saiba Mais

Kalina Amaro: kalina@patricinhaesperta.com.br

contato@patricinhaesperta.com.br / redacao@patricinhaesperta.com.br

* Saiba como escrever para o site PatricinhaEsperta CLIQUE AQUI.

Dúvidas Sobre A Pílula Anticoncepcional - Parte 1
Os Benefícios do Boldo
Tags:

Faça seu comentário aqui

RSS 2.0

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.