Síndrome do Ninho Vazio

Como enfrentar a solidão e depressão depois da saída dos filhos de casa?

As pessoas podem sentir solidão por muitas razões e esta sensação está associada a vários fatores. Algumas mães se dedicam aos seus filhos e depositam todas as suas expectativas neles. Porém, quando eles saem de casa, seja porque casam, vão morar sozinhos ou com amigos, elas ficam desoladas.

Estas diferentes formas de ausência dos filhos deixam pais e mães, muitas vezes, tristes, apreensivos, solitários, depressivos e com uma sensação conhecida como Síndrome do Ninho Vazio, que é caracterizada pela dor e pelo vazio que ficou no lugar daquela pessoa de quem se cuidou a vida inteira e que, por algum motivo, partiu.

O psicólogo clínico, Cláudio Cavalcante explica que o processo de afastamento entre pais e filhos é progressivo e frequente. “Este momento de separação entre pais e filhos, pode ser vivenciado como uma forte emoção que pode-se transformar em uma dor crônica”, explica.

De acordo com o especialista, o perfil das pessoas que passam pelo problema em sua maioria sã0 de mães que se doam muito. Elas se apegam tanto aos filhos que têm a impressão da perda de si próprias quando eles por algum motivo saem de casa.

O resultado disso pode ser doloroso, trazendo em muitos casos, a depressão profunda e tristeza. Normalmente quem enfrenta a Síndrome do Ninho Vazio não acredita em muitas mudanças quando tem de encarar a solidão. Buscar ocupar o tempo com algo prazeroso ou até um novo relacionamento não parecem oções viáveis.

Geralmente quando pais têm filhos que se casam, é duro aceitar e conviver com a saída deles, pois geralmente eles ficam muito sozinhos. O que resta, é um vazio intenso e o período inicial é muito difícil. Geralmente os pais querem uma mudança radical nesta área da vida, para não sofrerem tanto, mas só o tempo melhora os sentimentos.

Sabemos que não é fácil mesmo! Mães, geram seus filhos por 9 meses, cuidam, protegem, ficam sem dormir, se dedicam, mudam completamente os seus estilos de vida, ensinam aos filhos a falarem, andarem, levam para escola, aconselham, choram juntos e depois quando crescem, cada um toma o seu rumo. Mas infelizmente a vida é assim.

E agora? O que devemos fazer? Orar por eles e procurar mesmo outros afazeres para não sofrer tanto, como um cursinho, uma faculdade, uma academia, aprender a fazer trabalhos manuais, que é uma terapia consideravelmente positiva, para quem quer ocupar o tempo e esquecer a solidão. Mães, não esqueçam de cuidar de vocês mesmas!!!!!! Procurem colocar a saúde em dia, passeiem, viajem, visitem amigos, vão para shopping, feiras, cinemas, casa de amigos, joguem um buraquinho, leiam livros, façam palavras cruzadas, enfim, invente! Pois se vocês se entregarem a saudade, a tristeza, a depressão, a angústia, podem chegar!

É isso aí meninas, algumas de vocês ainda são muito jovens, mas quem é mãe sabe exatamente do que estou falando!

Beijos, Rogéria.

Síndrome do Ninho Vazio
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.