Treino funcional: atividades que vão mudar o seu corpo para melhor

Treinamento funcional

Treino funcional: atividade para o corpo
Treino funcional: atividades que vão mudar o seu corpo para melhor

Nada melhor do que ficar com o corpo malhado e ao mesmo tempo completamente satisfeita com a silhueta. Uma das modalidades mais populares ultimamente é o chamado treinamento funcional. Esse tipo de treino virou febre nas academias. Já ouviu falar? As famosas estão adorando esse treino porque apesar de ter inúmeros exercícios, eles são voltados no que realmente cada pessoa precisa. Porém, a carga exercida por cada atividade desse treinamento é realizada pelo próprio corpo do praticante. Se o aluno precisa ganhar ou fortalecer músculos, perder muito ou pouco peso, o treinamento funcional é o ideal. A ideia é que os praticantes, a partir de uma base estável, façam todas as atividades propostas pelo treino para não só haver uma perda calórica impressionante como também o corpo ficar mais flexível, ágil e forte.

E para quem já ficou cansado só de ouvir e tem aquela preguicinha de treinamentos repetitivos, calma… O treinamento funcional tem uma gama enorme de atividades. Desde os movimentos naturais do corpo como saltos, giros até exercícios específicos como beach training, futebol, jiu jitsu, pilates. Você pode fazer praticamente tudo, inclusive trabalhar com equipamentos como mini trampolim, cones, cinto de tração, bola suiça. Só que de uma maneira muito mais dinâmica, para proporcionar uma perda calórica acelerada.

Mas, atenção, nem todo mundo pode se valer do treino funcional e explicamos porquê. Se você quase não faz exercícios e pode ser considerado quase um sedentário é melhor pegar leve sob pena de contusões sérias. Esse é um treino ideal para aqueles praticantes que já fizeram muitas modalidades esportivas e desejam acelerar o fortalecimento muscular ou a perda de peso. Nossa indicação é que você procure um especialista para saber se você pode praticar essas atividades.

E não custa nada enfatizar. O principal aliado de qualquer prática de atividade física é uma alimentação saudável, sem excesso de gorduras, carboidratos ou sal. O ideal é consumir produtos naturais como verduras, frutas e hortaliças, e também farinhas e outros alimentos integrais.

Treino funcional jiu jitsu

Muitos atletas do jiu jitsu têm feito uma interessante fusão entre as duas atividades para melhorar o condicionamento físico e também a redução de lesões. O trabalho tem como principais propulsores a resistência, a elasticidade e a movimentação do atleta. Pesquisas realizadas com diferentes grupos de pessoas praticantes de jiu jitsu têm demonstrado que a prática estimula a musculatura profunda do tronco e o equilíbrio, além de aprimorar o corpo desse atleta, preparando-o para superar a fadiga e melhorar seu desempenho não somente no treinamento do dia a dia como também nos campeonatos.

Treino funcional musculação

Outra ótima combinação do treino funcional é com os exercícios da musculação, que proporcionam diferentes ações que, ao final, contribuem e muito para que qualquer pessoa possa chegar à sua meta muito mais rapidamente. Enquanto a musculação trabalha a força e a resistência muscular, e tem como principal impacto uma maior flexibilidade do corpo. Com a associação ao treino funcional, há uma maior energia e, consequentemente, capacidade física. A principal vantagem da musculação é que ela pode ser indicada para qualquer tipo de pessoa e trabalha músculos específicos, enquanto o treino funcional é mais pesado e vai depender, como dissemos acima, do condicionamento físico de cada praticamente.

Treino funcional hipertrofia

Treino funcional: atividades para o corpo
Treino funcional: atividades que vão mudar o seu corpo para melhor

Muitas pessoas procuram o treino funcional para o crescimento da musculatura, já que movimenta toda a musculatura do corpo. Porém, é preciso muito dedicação para que ocorra a hipertrofia e há vários profissionais que colocam se, de fato, pode ocorrer uma maior definição da musculatura. Enquanto alguns acreditam que o treino funcional pode substituir a musculação e ajudar, de maneira sistêmica e harmônica, a proporcionar um crescimento tanto da parte superior quanto inferior, há pessoas que afirmam justamente o contrário. Se as pessoas procuram força, o treino funcional é o melhor caminho, mas no que diz respeito à hipertrofia, somente a musculação pode trazer esse resultado. Por isso, indicamos a junção dos dois exercícios como dissemos acima.

Treino funcional força

É sempre interessante resgatar como o treino funcional começou a ser utilizado no Brasil. Na fisioterapia, com atletas e outros tipos de pessoas com lesões musculares, era preciso uma série de exercícios que possibilitassem uma maior força e também o aprimoramento das funções motoras. Descobriu-se, conforme foi sendo utilizado com esses pacientes, que além de ajudar nesse quesito, o treino funcional também possibilitava força, coordenação, potência e resistência. Foi o que fez com que os maiores atletas do mundo, e também pessoas interessadas em emagrecer ou ampliar sua resistência, passassem também a praticar o treino funcional. A prática acabou se popularizando em todo o mundo, inclusive no Brasil, onde é uma das mais praticadas nas diversas academias.

Porém, o mais interessante é que, mesmo com todos esses benefícios, especialistas afirmam que para que o treino funcional atinja o seu ápice de força é preciso sua junção com a musculação. Só assim, ele poderá elevar as capacidades funcionais do corpo em diferentes épocas da vida.

Treino funcional no futebol

Considerado um dos esportes mais populares do mundo, até mesmo os treinos do futebol também estão sendo combinados com o treinamento funcional. Quando foi inserido nessa categoria de esporte, o treino funcional tinha como objetivos básicos tanto a melhora do movimento específico do atleta nos momentos considerados mais duros e decisivos de cada partida, como também um equilíbrio das cadeias musculares dos jogadores, para impossibilitar ou minimizar as dores ou lesões tão comuns para quem joga bola.

Porém, com o decorrer do tempo, o treino funcional no futebol foi se aprimorando. O que ocorre com o jogador, quando ele faz o treinamento funcional, é que suas principais jogadas são simuladas, trabalhando melhor os grupos musculares que são utilizados para pular, correr e fazer todos os movimentos dentro do campo. Isso permite não somente trabalhar a força do jogador, como também simular os esquemas táticos do jogo, fazendo com que esses atletas se antecipem em muitas das jogadas, já que sua musculatura está preparada para esse fim.

Treino funcional benefícios

São diversos os benefícios do treino funcional, mas o principal é que há uma ativação de mais fibras musculares, preparando o corpo para exatamente o que a pessoa deseja. Se ela quer trabalhar mais os membros inferiores, os exercícios estarão voltados para esse fim, assim como a região do abdômen, coxas, bumbum, braços, peitoril etc.

Como o treinamento funcional trabalha também o equilíbrio, o que vamos sentir, de imediato, é uma melhora na postura. Andar mais ereto, ter uma maior consciência corporal são apenas alguns dos aspectos positivos da modalidade.

Já dissemos acima, que o treino funcional não é para todas as pessoas. Mas, se você faz parte do grupo que não precisa se preocupar com os exercícios  dessa modalidade, um dos resultados positivos do treino como uma maior estabilização do corpo e, consequentemente, menos dores na região da coluna.

E, em vez de você chegar no seu treino funcional para trabalhar uma região específica, trabalhará, de uma só vez, toda a sua musculatura. Isso não é maravilhoso? Então, nada de preocupações que o fortalecimento só está ocorrendo em uma área específica. O treino funcional permite esse equilíbrio da força e resistência de toda a musculatura através de seus exercícios diversificados.

Pode apostar que o seu coração também agradecerá pelo treino funcional. Como há  uma grande rapidez na realização de certos movimentos e sequências, há um aumento da frequência cardíaca. Porém, é como dissemos acima, para passar por esse tipo de treinamento, é preciso procurar o seu médico para ver se sua saúde e seu coração estão aptos ao treino funcional.

Se você já fez o teste de tentar um agachamento específico ou se apoiar em apenas uma das pernas por mais tempo, sabe que o equilíbrio e a coordenação motora são desafios para algumas pessoas. Como o treino funcional trabalha com os nossos movimentos naturais, ele traz uma lembrança à musculatura de sua capacidade, trazendo novamente o equilíbrio ao nosso corpo.

A amplitude de todos os movimentos do treino funcional também trazem outros tipos de ganhos aos adeptos, a flexibilidade. Sim, o alongamento muscular de diversos exercícios faz com que fiquemos mais maleáveis e elásticos tanto para as nossas atividades no treino como também para a rotina diária.

E para aqueles que adoram treinos mais dinâmicos, o funcional é o ideal. Primeiro porque todos os exercícios acelerados, mas ao mesmo tempo divertidos, acabamos por gostar mais dessas atividades, aproveitando mais os benefícios.

Treino funcional exercícios

Agachamento

Esse é um ótimo exercício do treino funcional para dar maior flexibilidade ao seu corpo. Você pode fazê-lo, inclusive, com um cabo de vassoura que deverá estar em frente ao seu corpo. Faça com que seus pés fiquem um pouco afastadas e flexione as pernas de maneira suave. O exercício deverá ser feito da seguinte forma – você deverá esticar os braços e segurar a ponta do cabo da vassoura. A princípio, o agachamento deve ser suave para que não haja qualquer problema da coluna. À medida em que você for se acostumando, poderá fazer esse exercício de maneira mais intensa. Faça pelo menos 5 séries de 15 repetições desses exercícios.

Prancha

Que tal fazer prancha? É muito fácil e há ótimos resultados. O ideal é que você deite-se, de bruços, em um colchonete, apoiando os cotovelos. O apoio na parte inferior deverá ser com os dedos dos pés. Você deverá elevar um pouco a região pélvica. O ideal é que faça esse movimento pelo menos 4 vezes, segurando a posição por no mínimo 30 segundos.

Abdominal

Conhecido por todos, os exercícios abdominais são ótimos para trabalhar toda a musculatura do abdômen. O ideal é deitar-se de barriga para cima, colocar os pés sobre o chão e flexionar suas pernas. Coloque as mãos atrás da nuca e vá elevando o seu tronco em direção aos joelhos. É muito importante que você trabalhe bem essa posição pois, do contrário, poderá sentir dores nas costas. O ideal é fazer pelo menos 6 séries de 15 repetições.

Corda

A infância é uma das épocas mais gostosas para brincadeiras que nos fazem queimar muitas calorias. O treino funcional foi buscar os movimentos de pular corda para trabalhar a força muscular. Você deverá começar praticando esse exercício de maneira menos intensa, até chegar a dar pelo menos 20 saltos em 5 séries.

Corrida

A corrida também é outro ótimo exercício do treino funcional. Antes de iniciar esse tipo de atividade, é ideal comprar um tênis e roupas apropriadas para a prática. Que tal correr 8 metros com o máximo de velocidade que conseguir. Vá alternando com os demais exercícios do seu treino funcional. A corrida trabalha diferentes músculos do seu corpo e também é um ótimo exercício para aumentar sua capacidade cardiorrespiratória.

Como fazer seu treino funcional

Em primeiro lugar, é preciso o acompanhamento de um personal trainer ou profissional formado em educação física para acompanhar o seu treino funcional. Somente esse especialista poderá indicar as séries indicadas para o seu caso, sem que haja qualquer problema de lesão ou você se machuque.

Converse sempre com esse profissional sobre qual é o seu objetivo com o treino funcional, o que você espera para o seu corpo e sobre o seu histórico de saúde. Com todas essas informações, ele poderá indicar o que é melhor e também se a sua dieta alimentar está sendo apropriada.

Já para quem deseja ganhar massa muscular, o treino funcional é ainda mais específico, com atividades bem específicas. É preciso também caprichar em uma dieta rica em proteínas.

Apostamos que com todas essas dicas, o seu treino funcional vai ser perfeito para o que você mais deseja – deixar o seu corpo não só mais saudável como também bonito. Mas, lembre-se que se sentiu qualquer tipo de dor ou desconforto com o seu treino funcional, é preciso comunicar imediatamente para o profissional que está acompanhando as atividades.

E nada de achar que o tempo é o seu inimigo no treino funcional e tentar fazer tudo de forma muito intensa. Nosso músculos precisam descansar. Então, faça seus exercícios pelo menos 3 vezes por semana, mas somente uma vez por dia. Boa sorte!

Treino funcional: atividades que vão mudar o seu corpo para melhor
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.