A CIRURGIA PLÁSTICA IDEAL PARA CADA TIPO DE BUMBUM

Para quem pretende aumentar o bumbum, é melhor saber que não é qualquer tipo de implante de silicone que irá servir. Há diversos modelos no mercado para os mais diferentes glúteos e desejos, por isso a escolha por um bom profissional é indispensável. Um bumbum grande e bem desenhado é um dos fatores mais importantes na composição da beleza corporal feminina, especialmente no padrão estético brasileiro, afirma Alexandre Barbosa, cirurgião plástico diretor da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo.

Para cada tipo de necessidade há uma escolha ideal para a prótese, a prótese ideal para preencher as laterais são aquelas arredondadas, que tem uma base mais larga. Para quem pretende empinar e arredondar, Alexandre indica as ovais, porque conseguem preencher a parte superior das nádegas. Já para quem pretende aumentar a projeção, “quartzo, que é usada na parte bem posterior e vertical do bumbum”, explica Alexandre. A operação vale para corrigir defeitos genéticos ou para reverter alterações de forma, volume e tamanho. “A prótese para bumbum é mais resistente e consistente do que as utilizadas nos seios, o resultado é perfeito e não há quem diga que não seja natural”, completa Alexandre Barbosa.

20 QUESTÕES-CHAVE

1) A anestesia: Peridual.

2) Tempo de internação: Dois dias.

3) Duração da Cirurgia: Cerca de uma hora.

4) O que acontece no dia seguinte? A paciente pode sentar, caminhar, tomar ducha. Pode existir dor de média a forte intensidade, que é facilmente evitada por analgésicos apropriados.

5) Dreno: O dreno é necessário para evitar coleções líquidas na incisão e é mantido por 48 horas.

6) Local da incisão e da cicatriz: A incisão é feita entre as duas nádegas, ficando portanto escondida quando o paciente está de pé.

7) Decúbito: O paciente imediatamente após a operação já pode ficar em qualquer tipo de decúbito, seja decúbito ventral (de boca para baixo) decúbito dorsal (de boca para cima) ou lateral. Algumas alterações da técnica possibilita a escolha entre os tipos de decúbito, ou seja mais confortável para o cliente.

8) Local onde vai a prótese: Dentro do maior músculo da região, chamado glúteo maior. A prótese é colocada exatamente no meio do músculo, o que consegue mascarar a presença de uma prótese.

9) Alta hospitalar: O paciente sai da clínica em 48h, podendo realizar viagens de carro.

10) A primeira semana pós-cirurgia: Após retornar à sua casa, na primeira semana o paciente deve manter repouso relativo. Não é necessário repouso no leito, podendo caminhar e sentar com um pequeno desconforto.

11) Retorno às atividades: A maior parte dos pacientes consegue voltar ao trabalho em torno de dez dias. Nesse dia o paciente já pode guiar carros e voltar a uma atividade de trabalho que não exija esforço físico.

12) Tempo de durabilidade das próteses: As próteses fabricadas atualmente têm previsão de durabilidade de cerca de vinte anos.

13) Ao sentar: Não se sente sobre a prótese, uma vez que ela é localizada nos 2/3 superiores da nádega e o peso do corpo na posição sentada é descarregado sobre o terço inferior.

14) Cuidados a longo prazo: Nenhum cuidado especial é necessário com as próteses a longo prazo. O acompanhamento da condição das próteses pode ser feito por meio de uma simples avaliação por ultra-sonografia.

15) Interferência na vida pessoal: Não há restrição física após a recuperação, que dura cerca de dois meses.

16) Injeções nos glúteos: É contra-indicada a injeção intramuscular enquanto se usar a prótese glútea. Porém, é importante lembrar que não existe nenhuma injeção que deva ser dada ao paciente em estado inconsciente quando da sua chegada a uma unidade de emergência.

17) Naturalidade dos resultados: Muitas pacientes casadas escondem até mesmo do marido que têm prótese, alegando terem feito enxertia de gordura. É muito difícil apalpar a prótese e mais ainda é difícil “vê-la”.

18) Tipos de próteses existentes: A única técnica para todos os casos de cirurgia estética é a de colocação da prótese dentro do músculo. Essa técnica só deve ser usada em prótese lisa, que pode ser redonda ou oval. As próteses redondas projetam mais o bumbum e a próteses ovais são mais usadas para modelar e preencher. O tamanho das próteses varia de 180 ml até 350 ml.

19) Possibilidade de associação com outras cirurgias: A operação pode ser associada com prótese de mama, lipoaspirações de pequeno porte na parte da frente do corpo, prótese de coxa, panturrilha, lipoaspiração e diversos outros procedimentos estéticos. É contra-indicado associar esta operação com grandes cirurgias da parte frontal do corpo, como cirurgia de face lifting, plástica abdominal, entre outros.

20) Bioplastia ou prótese glútea? A bioplastia é um produto para pequenas modelagens, mas nunca consegue igualar a grande projeção e modelagem obtida pela prótese glútea.

Serviço:
Alexandre Barbosa – Cirurgião Plástico
Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo
Tel: (11) 3882 0100
www.ccpsp.com.br

Samantha Feehily
Diretora – Assessora de Imprensa – Jornalista
11 39786395 / 11 69431070 / 11 91564462
samantha@projetacomunicacao.com.br

A CIRURGIA PLÁSTICA IDEAL PARA CADA TIPO DE BUMBUM
1 (20%) 1 Voto

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.