in

Antes da depilação, conheça quais as vantagens de cada técnica

Todas mulheres querem e precisam, mas nem sempre sabem quais as formas de depilação feminina. Antes de sair se depilando com qualquer método, saiba que existem formas e técnicas diferentes de arrancar os pelinhos. Algumas com dor, outras mais baratas e aquelas que fazem os pelos não nascerem mais. Se você tem alergia à lâmina, por exemplo, pode optar por uma depilação a laser. Mas como saber? É preciso antes de mais nada, levar em consideração os diferentes tipos de pele, de cor, de quantidade de pelos e de nível de sensibilidade. Conheça quais são os métodos que existem para fazer a depilação e seus benefícios para sua pele!

– Aparelho de barbear: ela é a boa e velha forma de se depilar. Mas, para não causar alergia na pele e nem irritação, o bacana é usar um gel e sempre passar um hidratante depois da depilação. Outra coisa importante: não usar a lâmina mais de seis vezes. É mais barata que todas as formas de depilação, mas no dia seguinte você poderá coçar. Mas lembre-se que ela só corta o pelo e não elimina a raiz e isso vai fazer crescer mais rápido.

– Roll-on: você aplica uma cera morna com um bastão em uma área que deseja tirar os pelinhos e puxa. Ela é bem rápida e não queima a pele, mas como puxa e arranca os pelos na raiz, dói mais que a lâmina. Com o tempo os pelos começam a ficar mais finos.

depilacao - Antes da depilação, conheça quais as vantagens de cada técnica

– Cera quente ou fria: é parecido com o roll-on, pois retira os pelos pela raiz e dói mais. A cera quente irrita menos e também provoca menos dor que a fria por dilatar os poros durante a depilação. Para evitar pelos encravados, é indicado fazer sempre uma esfoliação dois dias antes de fazer a depilação. Os pelos voltam entre 15 e 20 dias.

– Eletrólise: é realizado através de uma pequena agulha introduzida em cada folículo, em que se descarrega uma pequena carga elétrica, ele atinge as células germinativas e o orifício atingido pela carga não voltará a nascer mais o pelo. Esse método é indicado apenas para as pequenas partes do corpo como: buço e axila. O bom desse processo é que é definitivo, pode ser feito em qualquer tipo de pele e é mais acessível que qualquer outro método definitivo. O ponto baixo desse processo é que se não for realizado corretamente pode deixar cicatrizes.

– Depilação a laser: o processo queima a raiz do pelo e deve ser feita a cada 45 a sessão. Dependendo da área, precisa de até 10 sessões. É bem mais caro o procedimento e nunca mais vai voltar a vê-los em seu corpo, pois ele age nos pelos que estão em crescimento. É praticamente indolor, pois dá um dá uma leve sensação de desconforto e rápida. O preço varia de R$ 500 o buço a R$ 4 mil para as costas, pernas e axila. Você não deve tomar sol na área depilada por sete dias antes da aplicação e 15 dias depois.

– Cremes depilatórios: são caros pois costumam durar pouco. É um método indolor, porém os pelos crescem mais rapidamente do que quando retirados com cera. Outra desvantagem é que pode provocar irritação na pele se a pessoa for sensível a um dos princípios da fórmula.

Escrito por Kika

Eu acredito na beleza, na beleza que vem de dentro para fora. Na beleza de quando a gente olha no espelho e se senti feliz em não seguir padrões - só feliz com nós mesmas. Acredito em almas bonitas e na beleza da natureza. Amo os animais e as flores. Adoro uma boa vaidade também, afinal, um bom batom vermelho e as unhas feitas deixam os dias mais coloridos. Vem comigo que vou te mostrar um pouco do meu mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

protetor solar dicas de como usar  Lindizzima 1 - Dossiê do Filtro Solar!

Dossiê do Filtro Solar!

cabelo tratado - Cabelos sempre impecáveis - II

Cabelos sempre impecáveis – II