Manchas na pele: conheça as causas e os tratamentos

Um problema comum entre as mulheres são as manchas amarronzadas que aparecem geralmente nas axilas, virilha e buço. Você já reparou que essas manchas costumam surgir logo após a depilação ou aparecem com o tempo, depois de várias seções? Esse é um dos principais motivos do escurecimento dessas áreas. Elas também podem aparecer por conta da exposição ao sol, a foliculite (pelos encravados), as alterações hormonais, as alergias, o atrito e os pelos grossos.

Dentre todas as causas que ocasionam as manchas, a depilação, independente do método utilizado, é que mais agride a pele. Ela faz com que o organismo reaja com o desenvolvimento de maior quantidade de melanina. Esse processo é conhecido cientificamente como hipercromia pós-inflamatória, que nada mais é do que o a estimulação da produção de melanina que, consequentemente, causa as machas escuras.

Para a higiene e auto-estima da mulher a depilação é maravilhosa porque ninguém merece ficar cheia de pelos, porém, no ponto de vista do corpo, mais especificamente das reações do organismo, esse simples ato é entendido com um trauma na pele. Alguns tipos de pele estão mais propensos às indesejadas manchas, esse é o caso da pele morena, que tem maior probabilidade de ser acometida por esse problema por conta da alta quantidade de melanina contida na pele.

 Depilação com cera quente
Depilação com cera quente

Qual o método menos agressivo?

Infelizmente está comprovado que todos os procedimentos de depilação agridem o tecido de alguma forma, o que os diferencia é somente o grau de intensidade.

Por mais que a depilação com cera quente seja a menos dolorosa e a preferida das mulheres, em se tratando do tempo que os pelos demoram a aparecer, essa é a técnica mais traumática. A temperatura é o grande agravante, ela pode ocasionar queimaduras que nem sempre são visíveis. Outro fator acontece no movimento de puxar a cera, isso faz com que alguns pequenos vasos se rompam. Se você não abre mão de depilar com ela, a melhor opção é a depilação fria. Alguns especialistas dizem essa é menos abrasiva que a versão quente.

Já no caso da lâmina, apesar de não oferecer resultados tão duradouros quanto os outros, quando a depilação é realizada no sentido do desenvolvimento do pêlo, ela é considerada menos traumática. Mas o aparelho não livra a pele da inflamação e do escurecimento da cútis. É superimportante se atentar a limpeza das lâminas para que não ocorram conseqüências piores.

Os cremes depilatórios também agem de forma semelhante, se o tempo de ação for maior do que o indicado na embalagem, os riscos se tornam ainda maiores.

A forma mais indicada pelos especialistas é sem dúvida a depilação a laser. Sua eficiência mais que comprovada, retira o pelo por inteiro sem agredi-lo. O método não inflama e muito menos encrava o pêlo, além disso, a pele fica lisinha e sem manchas. Há uma enorme diversidade de tratamentos como esses realizados em clinicas de estéticas. Análise os prós e contras de cada um, escolha um método menos indolor e livre-se do pelos.

Quais as formas de tratamento para prevenir e combater manchas?
Quais as formas de tratamento para prevenir e combater manchas?

Quais as formas de tratamento?

Se você fizer uma busca simples na internet sobre tratamentos que retiram manchas, certamente vai encontrar uma grande variedade de receitas caseiras. Por mais que algumas pessoas garantam os bons resultados, o ideal é não arriscar e correr logo para um especialista. Dermatologistas afirmam que começar um tratamento caseiro, pode não só agravar o problema com o escurecimento da mancha, como também pode fazer com que o tempo fixe-a na pele, tornando-a semelhante a uma tatuagem. Ou seja, talvez seja melhor procurar um especialista indicado para o problema, ao invés de se atirar nessas receitas que podem dar certo ou não.

Se você se priva de usar certos tipos de roupa, levantar os braços livremente ou usar uma lingerie mais sensual por conta da vergonha, saiba que os tratamentos vão desde cremes manipulados, que podem ser usados em casa, até os mais intensivos. Solução é o que não falta para resolver esse probleminha.

Principais agentes clareadores

Ácidos retinóico, ácido fítico, ácido glicólico, ácido kójico, hidroquinona, nocotinamida, vitamina C e arbutin. Esses são os heróis de nomes estranhos responsáveis pelo a obstrução da produção de melanina, ou seja, eles agem no combate ao pigmento da área afetada. Eles são os elementos principais nos tratamentos contra as manchas, presentes tanto em cremes como também nos métodos realizados em clínicas.

Dermatologistas alertam sobre os perigos da alta medicação. Por isso, é indispensável o acompanhamento de um especialista para recomendar um medicamento ou tratamento direcionado para o seu tipo específico de pele. Levando também em consideração, o nível de pigmentação da mancha.

A dermatologista Mônica Felici, diz que há tratamentos eficazes que podem ser realizados em casa. O clareamento das regiões afetadas é feito à base de ácido fítico, ácido kójico ou hidroquinona, lembrando que os medicamentos devem ser prescritos por um especialista. Ela indica outros processos como o peeling ou o laser para as manchas mais persistentes. Para situações como essas, é indicado o tratamento com dois tipos de peeling. Entenda a diferença entre eles:

Peeling físico: remove as camadas de manchas por meio do atrito, fazendo com que ocorra a renovação da pele com o surgimento de um novo tecido no local.

Peeling químico: é composto pelo ácido glicólico que age na descamação da pele e pelo ácido Kójico, que é responsável pelo clareamento da área. O peeling químico quando associado aos tratamentos com luz pulsada e aplicações de laser se intensifica e pode ser uma boa opção para as marcas mais resistentes.

Outro fator que difere quaisquer tratamentos é a quantidade de concentração de ativos que é definida de acordo com o grau de hiperpigmentação da mancha e o tipo de pele. O número de sessões também será variável para cada pessoa. Você sabia que as manchas mais escuras são as mais fáceis de eliminar? Sim, como cada caso é um caso, algumas manchas continuam mesmo após os métodos de clareamento, para essas, a solução é um tratamento ainda mais intensivo.

Tratamento a laser

O laser além de eliminar cerca de 70 a 80% dos pelos, dispensando o uso de cera e lâmina, é também uma excelente opção para o tratamento porque promove o clareamento.

Cosméticos clareadores
Cosméticos clareadores

Cosméticos clareadores

Algumas mulheres se rendem aos desodorantes clareadores na tentativa de eliminar as manchas. Uma pesquisa desenvolvida pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, constatou a eficácia do Dove Dermo Aclarant. Para isso, contou com a participação de aproximadamente 1 milhão de mulheres entre brasileiras e mexicanas. Elas testaram e comprovaram os resultados progressivos do clareamento na região.

O desodorante, segundo informações do fabricante, promete estimular a renovação natural do tecido e, assim, remover a pele escura num período de apenas quatro semanas. Realmente esse tipo de produto ajuda nos casos em que a pigmentação é superficial, pois eles possuem elementos clareadores, mas a concentração desses ativos é menor. Entretanto, mulheres que possuem marcas escuras, aquelas que estão alojadas há certo tempo, necessitam de tratamentos mais potentes para conseguirem eliminá-las.

Desodorante pode escurecer as axilas?

Já que estamos falando neles, vamos esclarecer uma dúvida recorrente sobre a relação deles com as manchas. Respondendo à pergunta: Sim, eles podem causar manchas. Os desodorantes que possuem o álcool em sua formulação são super perigosos. Além do dessa substância, outros agentes agressores danificam a pele causando o escurecimento. E a situação pode piorar quando as axilas são expostas ao sol.

Como prevenir?

Protetor solar

Proteger é a principal atitude para evitá-las. Por isso, nunca dispense o protetor solar, principalmente se a pele já estiver manchada. Se for o seu caso, o ideal é intensificar os cuidados aumentando o fator de proteção e escondendo essas áreas do sol. A necessidade de usar o protetor solar não é só para os dias de praia e piscina. Utilize-o também no dia a dia!

Creme pós-depilátorio

Na sua próxima consulta ao dermatologista, converse com ele a respeito dos cremes manipulados desenvolvidos para usar após a depilação. Feito à base de elementos antiinflamatórios e calmantes como, por exemplo, o peróxido de benzoíla. Esse tipo de cosmético não impede totalmente o aparecimento das manchas, mas, de certa forma, evita que isso aconteça.

Dicas práticas para prevenir manchas na pele
Dicas práticas para prevenir manchas na pele

Dicas práticas

* Livre-se dos desodorantes que contêm álcool e prefira a versão roll-on;

* Proteja-se do sol, use protetor até nas axilas;

* Se atente aos ingredientes dos cremes que você utiliza nas manchas;

* Esfolie as axilas para provocar a renovação do tecido e remover a pele morta, logo após, aplique um creme hidratante que não contenha álcool;

* Prefira depilação com cera fria ou a laser;

* Fuja do sol ao menos dois dias antes e depois da depilação;

* Não use roupas e calcinhas muito apertadas, pois elas provocam o atrito entre o tecido e a pele, o que pode gerar manchas;

* Não hesite em procurar um dermatologista;

* Use os produtos adequados para o seu tipo de pele.

Manchas na pele: conheça as causas e os tratamentos
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.