in

Sardas: O Que São e Como Evitar?

Eu sempre fui apaixonada por sardas, e sempre quis ter, acreditam? É que quando era pequena tinha uma amiguinha ruiva, com o cabelo bem vermelho e o rosto todo cheio de sardas, e ela, para mim, era  a Barbie ruiva, linda, linda, linda!

Cansei de pegar o lápis marrom que minha mãe usava nos olhos para “pintar” o rosto todo, com o intuito de fingir que tinha sardas, e tomei um choque quando descobri, um pouco mais tarde, que quem tinha geralmente não gostava. Até hoje acho muito charmoso, mas como muitas meninas se incomodam com elas, fui pesquisar um pouquinho para saber o que existe para ajudar nesses casos.

O Que São Sardas?

As sardas, também conhecidas como efélides, são pequenas manchas, chamadas de máculas, pigmentadas na pele, sendo mais comum em pessoas de pele clara, cabelos ruivos ou loiros.

Elas tendem a se concentrar predominantemente na face, mas também pode aparecer nas costas e nos braços, e aumentam de tamanho, de quantidade e também de profundidade de pigmentação nos meses de mais sol e calor, ficando menores (em tamanho e quantidade) e mais claras nos meses mais frios.

sardas - Sardas: O Que São e Como Evitar?

O que acontece com as sardas não é o aumento das células que produzem a melanina , chamadas de melanócitos, mas sim um aumento da produção da melanina (pigmento que dá cor à pele) que já existe.

Todo Mundo Pode Ter?

  🔥HIDRATAÇÃO CASEIRA🔝🔥
    1. 🔝Hidratações caseiras
    2. 🔝Hidratação profunda caseira
    3. 🔝Óleo de coco no cabelo
    4. 🔝Hidração com azeite
    5. 🔝Cronograma Capilar Oficial

O consenso é de que elas surgem apenas em quem tem predisposição genética para isso, aparecendo a partir dos cinco anos de idade, mais ou menos, mas podendo surgir também já na idade adulta.

Como expliquei acima, pessoas de pele clara são as mais propensas, sobretudo se os cabelos forem vermelhos ou loiros.

Como Evitar Que Elas “Piorem”?

É muito importante, para evitar que elas fiquem mais escuras e maiores, utilizar filtros solares potentes, com fator de proteção contra os raios UVA bem alto, para proteger dos efeitos do sol e evitar manchas.

O uso do filtro solar é obrigatório durante todo o ano, mas os cuidados devem ser intensificados no verão, e isso é muito importante sobretudo porque estudos recentes comprovam que quem tem sardas tem maior propensão a ter câncer de pele. Por causa disso, aliás, é essencial que a pessoa tenha acompanhamento dermatológico.

Uma dúvida que muitos têm é se a pessoa que tem sardas pode frequentar normalmente praia a piscina sem medo de  piorar o quadro, e a resposta é sim, desde que os cuidados sejam tomados e que o bronzeador jamais faça parte da rotina, já que quanto mais “queimada” a pessoa fica, mais sardas ela ganha, já que os raios solares aumentam as sardas em tamanho e quantidade, além de escurecer o tom.

Vale lembrar, ainda, que as sardas podem vir associadas com algumas síndromes, sendo que, em alguns casos, elas são o “sinal” da doença, como na neurofibromatose e no xeroderma pigmentoso, por exemplo.

Há quem confunda a sarda com outros distúrbios de pigmentação, o que é problemático, já que essa diferenciação é necessária para que o tratamento correto possa ser feito.

Beijos

Ju Lopes

Escrito por Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza.

Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima. Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ft Sardas1 - Tratamentos Para Sardas

Tratamentos Para Sardas

varillas aromatizantes1 - Como usar os aromatizantes?

Como usar os aromatizantes?