Dicas e Truques para Escurecer um Cabelo Loiro sem Traumas

Lá vem a Ka com mais uma matéria “do contra”. Escurecer um cabelo loiro não é tarefa fácil.
Tampouco é uma decisão tomada num átimo.
Ao contrário da lógica popular, simplesmente escolher qualquer tintura mais escura e jogar numa cabeça descolorida pode ter consequências drásticas.
Reflexos esverdeados, chumbados, avermelhados, cinza cor de rato e água de salsicha são exemplos de efeitos corriqueiros nessa tarefa.



Para escurecer um cabelo loiro alguns pontos são dignos de nota:

1º) É REALMENTE isso que você quer?
Pense muitíssimo antes de tomar a decisão.
Sempre digo que ser loira é viciante.
Uma vez que experimentamos o gostinho de um visual iluminado é semi-impossível largá-lo!

2º) Se seus cabelos estão detonados e você pretende escurecer a fim de dar uma pausa para tratamentos, lembre-se de que longos meses passarão até você poder clareá-los novamente.
E a tentação será tamanha.

Logo ao escurecer temos a impressão de um cabelo mais tratado devido ao brilho da cor.
Mas é só IMPRESSÃO!
Por debaixo da tintura escura brilhosa o MESMO cabelo detonado permanece, e ainda pior!
Afinal, ele foi submetido a outro processo químico enquanto ainda estava pedindo SOS.

Não se engane pela aparência, intensifique e mantenha os tratamentos após escurecer o cabelo loiro.

3º) Se seus cabelos estão claros demais e você pretende somente dar uma leve escurecida na cor, tenha atenção redobrada.
Cabelos descoloridos são extremamente porosos e, por isso, absorvem tanto a tintura que tendem a ficar hiper pigmentados mesmo com tonalidades loiro claro.

4º) Se você simplesmente enjoou da cor e pretende mudar o visual, vá com calma!
Retorne ao 1º ponto, pense bastante e faça o procedimento por partes.
Comece com algumas mechas invertidas, aumente a quantidade progressivamente.
Dessa forma evitam-se arrependimentos, estragos maiores e a sensação de não se reconhecer no espelho.

 

Escolha da Tinta

Opte SEMPRE pelo tipo de coloração que menos prejudicará os fios.

Cabelos loiros já são extremamente delicados e o processo de escurecimento também danifica as madeixas.

A escolha errada do tipo e marca da tintura, assim como da OX a ser utilizada, pode vir a ser tão prejudicial quanto o descolorante.

Sempre que falamos de coloração menos prejudicial vêm em mente os tonalizantes.
Entretanto um “nem sempre” cabe neste assunto.

Girls, a história de “Tonalizante sem Amônia” é balela!!!

Excluindo as colorações do tipo fantasia (Keraton, Jeans Color, Papel Crepom, etc.), TODO tonalizante precisa de algum derivado da amônia para poder fixar a cor nos fios.
Então, a GRANDE diferença entre estes e uma coloração permanente está na QUALIDADE do tonalizante escolhido.

Combinar uma tintura permanente DE QUALIDADE com um oxidante cuja volumagem seja bem baixa também é uma bela saída para colorir as madeixas sem MUITOS danos.

Devido ao fato de cabelos loiros já possuírem fios com cutículas abertas, tonalizantes ou OX abaixo de 10 promovem excelente cobertura da cor.
Portanto, utilizar colorações fortes a fim de escurecer o loiro é altamente desnecessário e prejudicial!

“Ka, mas o tonalizante desbota muito…”
Depende.
Aqui entram as cutículas novamente.
Sem o tratamento pós-coloração devido e necessário, QUALQUER tipo de tintura irá desbotar.

Após colorir, faça uma cauterização para selar as cutículas e utilize produtos específicos para cabelos coloridos nos cuidados diários.
Assim o tonalizante desbotará tanto quanto qualquer outra tintura permanente.

Obs¹: A cada 30 ou 45 dias será necessário retocar a coloração, seja no cabelo inteiro, seja nas mechas pigmentadas.
Porém, se seu intuito é apenas dar uma pausa no loiro, o desbotamento é bom!
Pois quando você decidir retornar à loirisse haverá menos pigmentos para descolorir.

Obs²: NÃO retoque sempre que desbotar um pouquinho caso você pretende ter um cabelo loiro novamente.
O uso contínuo de tonalizantes acaba hiper pigmentando os fios tanto quanto colorações permanentes.

 

Escolha da Cor

Muito cuidado nessa hora.
Em um cabelo loiro super claro tonalidades abaixo de 7.0 (Loiro Natural) ficam quase pretas!!!

Supondo que a intenção NÃO seja sair do loiro para o preto azulado, fique no 7.0 para cima. Acredite, o tom 7 já deixará seu cabelo beeeeem escuro.

Cuidado também com tonalidades que contenham reflexos (Ex: 7.01, 8.01, 10.89 etc.).
Os reflexos ficam ainda mais acentuados em loiros clarissímos.
A não ser que você tenha absoluta certeza sobre qual reflexo deseja anular e/ou acrescentar aos seus fios, escolha cores bases (com final .00) ou siga as orientações de um profissional.

Truque: Se, ao utilizar uma tonalidade base, o cabelo ficar amarelado, faça um banho de brilho com Keraton Prata.

Como Escurecer Levemente um Cabelo Loiro

Opte por uma coloração cuja tonalidade seja 1 ou 2 tons (no máximo) abaixo da cor que o cabelo já está.
Prefira o método de mechas invertidas, pois é mais fácil de reverter caso algo saia errado.

Para mechas invertidas mais escuras, PROCURE AJUDA PROFISSIONAL!

Escurecer o loiro por meio de mechas até no nível da “cor natural” dos cabelos é um processo bem perigoso de ser feito em casa.
Corre-se o risco de manchar bastante a parte clara do cabelo ao enxaguar, além de ser necessária uma avaliação prévia a fim de escolher o tom de castanho exato.
Ou seja, um tom cujo reflexo não deixará o cabelo verde, cinza ou vermelho.

 

Bom, querem saber como ir do platinado ao castanho de vez?

Vejam o que eu fiz aqui:
Radicalizei: do Loiro Platinado ao Castanho – Como Eu Fiz para Escurecer


Beijos,
Karina Viega
[email protected]
facebook.com/karinaviega

Produtos para Cabelos Em Oferta. Progressivas 20% OFF!
CONFIRA

SEJA LEITORA VIP

Descontos em lojas, E-books Gratuitos e Muito Mais
enviar