E quando os finalizadores colocam os fios em risco?

Eles são excelentes para finalizar penteados e deixar os fios no lugar certo, mas também podem desbotar e queimar seu cabelo, sabia? Eu fui vítima dessa tragédia capilar, se quiser saber mais acompanhe o post para descobrir como se livrar da enrascada!

Os finalizadores foram desenvolvidos para facilitar as produções das madeixas, desde as mais simples às mais elaboradas. Os finalizadores são simplesmente fantásticos, mas é preciso se atentar ao ativos presentes na composição, à quantidade da concentração e o modo correto para utilizá-los.

Cuidado é a palavra que define o momento da borrifada que mantem os fios intactos, o processo pode parecer simples, mas basta uma borrifada no momento errado para que tudo vá por água abaixo. Quando digo tudo, me refiro às mechas, ao tom atual do seu cabelo que pode ser modificado em apenas alguns segundos.

tipos-babyliss41215

 

Para não errar, é preciso seguir mandamentos indispensáveis que garantem a saúde do cabelo e evitam grandes transtornos como por exemplo optar pela combinação álcool e calor, ou seja, um finalizador com álcool na composição seguido de um babyliss. É desastre na certa!

Foi exatamente o que aconteceu comigo, dois dias após ter feito as luzes mais lindas da história do meu cabelo, com o tom que eu sempre quis, fui ao salão fazer um penteado para ser madrinha de um casamento. O cabeleireiro passou o spray no meu cabelo e começou a fazer babyliss e prender com grampo, até aí tudo bem, o problema se deu quando fomos soltar, eu levei um susto com o tom amarelo gema que meu cabelo assumiu. De verdade? Fiquei sem entender o que aconteceu, o spray era de uma marca renomada, o problema era realmente a junção do álcool com o calor.

Após o casamento saí correndo para lavar o cabelo na esperança de a cor saísse, mas para minha decepção, o amarelo-alaranjado estava lá firme e forte. Foi aí que decidir recorrer a minha cabeleireira que é de Brasília, e eu moro em Goiânia. Sou extremamente fiel à um cabeleireiro quando gosto do resultado, do tratamento, enfim, dos serviços, por isso não confiei em ninguém a não ser na Michelle Chiliane que comanda o Wisu – Cabelo, Maquiagem & Noivas para me explicar o ocorrido e consertar meu cabelo.

Tipos-de-Finalizadores-Cabelo

Ao contar como aconteceu chegamos à conclusão de que meu cabelo foi queimado devido as propriedades do finalizador, eu nunca tinha ouvido falar dessa possibilidade, mesmo pesquisando muito sobre cabelos, a gente se surpreende.

Por mais que os finalizadores como mousses, ativador de cachos, spray, gel e afins sejam uma verdadeira mão na roda, todo cuidado é pouco, principalmente quando se tem o cabelo colorido ou descolorido.

Quer um conselho? Quando for ao cabeleireiro fazer procedimentos do tipo, peça para ver o spray e dê uma analisada na concentração das substâncias localizadas no rótulo. A regra básica é sempre optar por produtos profissionais, mas no eu caso nem assim eu escapei dessa enrascada.

Os danos vão além do desbotamento, porosidade, ressecamento são outras consequências da combinação perigosa. Isso porque após as luzes a Michelle se dedicou bastante em tratamentos para revitalizar meus fios, nem parecia que tinha acabado de fazer uma química.

No Wisu, ela sempre utiliza finalizadores da Schwarzkopf e nunca houve problemas como esse. Ao optar por produtos profissionais você está menos propensa à danos, já que eles dispõem de uma tecnologia que não altera forma e muito menos a cor. Michelle Chiliane, obrigada mais uma vez por todos os esclarecimentos e pelo socorro!

Agora já sabem né meninas? Fiquem atentas!

E quando os finalizadores colocam os fios em risco?
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.