Mechas: diferença entre touca e papel laminado

Faz tempo que elas ganharam evidência no salões de beleza, seja somente para iluminar alguns fios, o cabelo inteiro ou fazer mechas californianas. Para cada tipo de luzes há uma técnica mais indicada para se chegar ao resultado desejado. Com o passar do tempo novos métodos vão chegando ao mercado e desbancando aqueles que estavam em voga há muito tempo, como a touca por exemplo. Há anos ela dominava o segmento de mechas, muitas pessoas estavam tão acostumadas à ela a ponto de se negarem a testar o papel laminado.

Mas a realidade hoje é outra, é o laminado que aparece nas bancadas dos salões, é uma preferência mundial. Os cabeleireiros garantem que ele oferece mais segurança na hora de realizar o procedimento, é mais fácil de manusear, de definir os locais em que as mechas ficarão e também de controlar o resultado. Além disso o papel laminado é abre o tom de forma mais rápida que a touca.

cats
Foto Reprodução

O queridinho dos cabeleireiros

O fato de poder controlar o resultado com mais eficiência é o que mais chama a atenção dos profissionais. Com o papel é possível definir melhor a largura das mechas, você pode escolher a espessura que desejar, seja mais marcada e larga até a mais fininha, isso não interfere em nada. O segredo é saber costurar os fios, definir o tamanho correto e o local onde elas ficarão.

Ainda nas diferenças entre as duas técnicas, ele auxilia no processo de clareamento, pois esquenta os fios, o que faz as cutículas se abrirem com maior facilidade. Profissionais ressaltam a importância de não fechar todo o papel, já que ao abafar os fio totalmente podem ocorrer manchas.

Com esse mercado super em alta, surgem outras opções semelhantes ao papel laminado, uma que se parece com a cartolina, outra que usa o plástico e ainda outra versão que trabalha em favor natureza apesentando um material sustentável conhecido como isomanta, também consegue aquecer o cabelo, já usei essa e adorei o resultado.

O legal é que para facilitar ainda mais o trabalho do cabeleireiro e livrá-los dos possíveis erros, desenvolveram materiais com velcro acoplado, assim ele não sai do lugar e não mancha o cabelo.

18366

A touca ficou no passado

É claro que ela ainda é utilizada em alguns estabelecimentos de beleza, a escolha é pessoal, tanto da cliente quanto do cabeleireiro. Porém o método não e bem visto por alguns profissionais, pois ele pode prejudicar a saúde dos fios e passar longe do resultado esperado. Entre as características que a desqualificam para realizar as mechas estão o fato de quebrar os fios durante a puxada com a pinça, a nuca que fica escura porque os furos não chegam até lá, o que dificulta o processo.

Além disso, os cabelos ficam desprotegidos, totalmente à mercê do descolorante, que pode levar à quebra e ao ressecamento extremo. Por essas e outras, é que mais vale a pena investir nos papel laminado ou nas versões semelhantes a ele!

Mechas: diferença entre touca e papel laminado
1.6 (32.73%) 11 Votos

Kemilly Bertini

Jornalista, comunicativa, pura energia. Apaixonada pelo universo feminino, dar dicas sobre beleza, moda, cabelos, maquiagem sempre foi seu maior hobby e ajudar mulheres a descobrirem a melhor versão de si mesmas é um dos seus prazeres.

3 Comments
  1. vera lucia bezerra leite disse:

    Amei tudo que vi mim intereco saber tudo fico muito grata obrigada por mim manter informada beijos

  2. Laura Paixão disse:

    Decidi fazer luzes mas o salão que eu costumo ir ainda utiliza touca para fazer o procedimento agora já não sei mais se faço lá mesmo ou se troco i salão depois das dicas que li aqui!!!

  3. Sempre fiz luzes no papel, mas achei que o profissional deixava falhas no meio do cabelo, mudei para touca só que fiquei muito loira. Melhor mesmo e o papel.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.