Truques Para Cuidar do Cabelo Misto

Os cabelos mistos dão trabalho, muito trabalho. Com raízes oleosas, que praticamente imploram pela lavagem diária, e as pontas secas, que gritam por hidratação, é claro que a coisa não é nada fácil, não é mesmo? Um único cabelo com problemas inversos (oleosidade na raiz e ressecamento nas pontas) exige um tratamento diferenciado, que consiga hidratar as pontas sem, contudo, pesar na raiz.

Esse tipo de cabelo é assim, via de regra, por predisposição genética, que é quem determina, afinal, a oleosidade da raiz dos fios. Mas, o fator ambiental, e isso inclui a exposição solar, a poluição, o sal do mar, o cloro da piscina, o fator mecânico e o fator químico também entram nessa equação.

Pra manter o problema sob controle, alguns truques são essenciais, e é sobre isso que a gente vai conversar agora!

610043-Mitos-e-verdades-sobre-cabelo-cacheado-3

O Corte Certo

Todo mundo sabe o quanto o corte certo faz diferença, não é mesmo? Pois o corte certo ajuda também a combater a oleosidade da raiz! Assim, é preciso evitar franjas que caiam sobre o rosto, pois a oleosidade do rosto associada a oleosidade da raiz acaba piorando o problema.  Quanto às pontas secas, elas devem ser removidas a cada três meses, e pra isso um bom corte é essencial, já que ele é quem realmente dá fim nas pontas duplas e extremamente danificadas, que não podem ser recuperadas.

A Lavagem Certa Faz Toda Diferença!

Independente do tipo de cabelo, a forma como ele é lavado faz toda a diferença, mas no caso do cabelo misto a diferença é maior ainda, justamente por causa das necessidades contrastantes. Para que o cabelo seja tratado da maneira correta, nesse caso, é preciso usar um shampoo para cabelos oleosos, que é mais adstringente, na raiz, e, assim, controlar a oleosidade, e shampoo e condicionador hidratante no comprimento e pontas dos fios. Inicialmente deve-se lavar a raiz dos fios, o couro cabeludo, com o shampoo para cabelos oleosos. Após o enxágue, lave o comprimento e pontas com o shampoo hidratante que tenha o pH abaixo de 7.0 pra não prejudicar os fios.

A água a ser utilizada é a morna ou em temperatura ambiente. Jamais deve-se usar água quente pois quanto maior a temperatura, maior será o estímulo das glândulas sebáceas e, consequentemente, maior será a oleosidade dos fios. O condicionador deve ser aplicado apenas nas pontas, jamais na raiz ou nas proximidades pra não piorar a oleosidade local.

Em relação à frequência, deve-se lavar os fios sempre que a raiz estiver oleosa, e quase sempre isso acontece todos os dias.

cabelo-cacheado-tutorial-01

Shampoo Esfoliante: Sim, Não ou Talvez?

A oleosidade excessiva acaba causando descamação no couro cabeludo. É preciso remover a camada de células mortas causada pela seborreia para que a renovação celular seja estimulada e, assim, o couro cabeludo fique saudável. Um bom amigo nessas horas é o shampoo esfoliante, que não são de uso diário, vez que servem para tratar os fios. O uso excessivo pode acabar irritando o couro cabeludo, mas a sua aplicação semanal ou quinzenal é altamente recomendada nesses casos para ajudar a conter a seborreia.

Mas não pode mesmo usar com frequência? Não, pois isso pode, inclusive, piorar a situação e estimular ainda mais a oleosidade, o que ninguém quer, claro! Várias marcas comercializam esse tipo de shampoo, inclusive o Boticário, na linha Argiloterapia.

Shampoo a Seco: Uma Boa Ideia!

Outro bom aliado para as meninas de cabelos mistos é o shampoo a seco, que dá uma disfarçada boa na oleosidade quando aparece algum compromisso de emergência e não dá tempo de lavar os fios como se deve. Esse tipo de shampoo contém ativos que agem absorvendo a oleosidade presente no couro cabeludo, o que deixa os fios temporariamente com aspecto de limpeza e sem oleosidade aparente. O correto aqui é aplicar o produto a uma distância de até 20 cm do couro cabeludo, e apenas na raiz. Em seguida, massageie a raiz dos fios com as pontas dos dedos. Não borrife o produto em todo o cabelo e nem exagere na dose pra não causar danos aos fios. Seu uso repetido, tipo todos os dias, pode acabar piorando a oleosidade, e o que era “remédio” acaba se transformando em veneno.

Pode Usar Talco Para Disfarçar a Oleosidade?

Muita gente lança mão do truque de usar talco na raiz dos fios para disfarçar o excesso de oleosidade, já que ele age absorvendo essa oleosidade, mas é preciso tomar muito cuidado. Primeiro que é bem difícil espalhá-lo na raiz, já que ele é branco e bem fino, o que pode resultar em um cabelo completamente branco ou cheio de “pozinho”. Para finalizar, e esse é o maior problema, o talco pode acabar entupindo os folículos pilosos, o que prejudica a saúde dos fios, além de poder causar coceiras e irritações leves.

E a Hidratação, Como Fica?

O cabelo misto pode, deve e precisa ser hidratado, já que essa é uma necessidade de todo e qualquer cabelo. O que vai ser diferente aqui é que a hidratação não pode chegar perto da raiz dos fios, pois isso pioraria, e muito, a oleosidade local. Assim, o correto é aplicar a máscara nas pontas e no comprimento, e só, mantendo uma distância de, pelo menos, quatro dedos da raiz.

A máscara vai depender da estrutura dos fios e do seu gosto pessoal, mas sugiro sempre as máscaras hidratantes enriquecidas com ativos nutritivos (ceramidas, óleos e manteigas vegetais) ou aminoácidos, que ajudam também na reconstrução dos fios. Produtos com proteínas também são recomendados.

O ideal é que a frequência da hidratação seja semanal, mas isso depende também do estado dos fios, pois os cabelos mais saudáveis precisam de, no máximo, uma boa hidratação a cada vinte dias.

Pode-se, também, substituir a hidratação por uma ampola de tratamento profundo, que age de maneira rápida e bastante eficiente.

Máscaras secativas

“O ideal, para quem tem este tipo de cabelo, é fazer uma máscara secativa apenas no couro cabeludo”, explica a dermatologista Sarah Bragança. “Elas são feitas à base de substâncias, como argila, zinco, azuleno”. Em seguida deve ser aplicada uma máscara nutritiva apenas a partir da altura da orelha em direção às pontas dos fios. As máscaras secativas devem ser aplicadas apenas no topo da cabeça e devem agir por um tempo de 20 a 30 minutos.

 Existem também as máscaras secativas, que devem ser aplicadas somente no couro cabeludo e são feitas com ativos como zinco, argila e azuleno. Elas ajudam a controlar a oleosidade e possuem ação levemente esfoliante.

Beijos

Ju Lopes

Truques Para Cuidar do Cabelo Misto
ESTA DICA FOI ÚTIL? VOTE AQUI

Kalina Amaro

Sou jornalista, blogueira, louca por cosméticos e chocolate. ? Escrevo sobre um pouco de tudo que for relacionado ao universo feminino.. mas você vai ver meus posts mais na categoria beleza. Se esta dica foi útil pra você VOTE no meu post clicando na entrelinha ☝ acima, tá? Faça seu comentário abaixo. Beijos lindonas ?

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error: O conteúdo está protegido por direitos autoriais.